Liturgia diária 17 de fevereiro de 2016

Na liturgia diária fazemos um encontro pessoal com Deus nos colocando a disposição para ouvir seus ensinamentos.

Para bem nos preparar invoquemos a presença do Espírito Santo: 

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.

Oremos

Deus que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.

ORAÇÃO DO DIA

Pai, torna-me dócil e sensível para acolher as palavras de Jesus, sem exigir sinais espetaculares como pré-requisito para aderir a ele.

PRIMEIRA LEITURA: Jn 3,1-10

Leitura da Profecia de Jonas – 1A palavra do Senhor foi dirigida a Jonas, pela segunda vez: 2“Levanta-te e põe-te a caminho da grande cidade de Nínive e anuncia-lhe a mensagem que eu te vou confiar”.
3Jonas pôs-se a caminho da grande cidade de Nínive, conforme a ordem do Senhor. Ora, Nínive era uma cidade muito grande; eram necessários três dias para ser atravessada. 4Jo­nas entrou na cidade, percorrendo o caminho de um dia; pregava ao povo, dizendo: “Ainda quarenta dias, e Nínive será des­truída”.
5Os ninivitas acreditaram em Deus; aceitaram fazer jejum, e vestiram sacos, desde o superior ao inferior. 6A pregação chegara aos ouvidos do rei de Nínive; ele levantou-se do trono e pôs de lado o manto real, vestiu-se de saco e sentou-se em cima de cinza. 7Em seguida, fez proclamar, em Nínive, como decreto do rei e dos príncipes: “Homens e animais bovinos e ovinos não provarão nada! Não comerão e não beberão água. 8Homens e animais se cobrirão de sacos, e os homens rezarão a Deus com força; cada um deve afastar-se do mau caminho e de suas práticas perversas.
9Deus talvez volte atrás, para perdoar-nos e aplacar sua ira, e assim não venhamos a perecer”. 10Vendo Deus as suas obras de conversão e que os ninivitas se afastavam do mau caminho, compadeceu-se e suspendeu o mal, que tinha ameaçado fazer-lhes, e não o fez

SALMO 50

— Ó Senhor, não desprezeis um coração arrependido!
— Ó Senhor, não desprezeis um coração arrependido!

— Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidão de vosso amor, purificai-me! Lavai-me todo inteiro do pecado, e apagai completamente a minha culpa!

— Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido. Ó Senhor, não me afasteis de vossa face, nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!

— Pois não são de vosso agrado os sacrifícios, e, se oferto um holocausto, o rejeitais. Meu sacrifício é minha alma penitente, não desprezeis um coração arrependido!

EVANGELHO: Lc 11,29-32

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

         Naquele tempo, 29quando as multidões se reuniram em grande quantidade, Jesus começou a dizer: “Esta geração é uma geração má. Ela busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal de Jonas.
30Com efeito, assim como Jonas foi um sinal para os nini­vitas, assim também será o Filho do Homem para esta geração. 31No dia do julgamento, a rainha do Sul se levantará juntamente com os homens desta geração, e os condenará. Porque ela veio de uma terra distante para ouvir a sabedoria de Salomão. E aqui está quem é maior que Salomão.
32No dia do julgamento, os ninivitas se levantarão juntamente com esta geração e a condenarão. Porque eles se converteram quando ouviram a pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Quaresma, tempo de ler a Bíblia com calma e atenção, de ouvir pregações e catequeses quaresmais. Os ninivitas se converteram com a pregação de Jonas, e Jesus é muito maior do que Jonas que já era grande. O sinal de Jesus é o sinal de Jonas e não há outro. Sinal indica alguma coisa. Vendo o sinal de Jonas acontecer estamos vendo Jesus aparecer. Jesus está onde acontece o sinal de Jonas. Jonas convida para a conversão. Simplesmente converter-se já e agora para não ser condenado por Jonas nem pela Rainha do Sul. Conversão de quê? A resposta é: converta-se, mude a direção da sua vida. Você saberá de quê. Você se conhece. O sinal de Jonas, porém, é mais definido. Do que se converteram os ninivitas? Está escrito que se converteram do mau caminho e da violência que tinham nas mãos. A Rainha foi ver como Salomão administrava a justiça. Sem justiça há violência, com a violência a terra se corrompe. No Gênesis, Deus viu a terra corrompida por causa da violência dos homens. No dia do juízo, Jonas e a Rainha vão se levantar e condenar a geração da injustiça que gera violência.
Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Percorrendo o nosso caminho de conversão, próprio deste tempo quaresmal, o Evangelho nos fala que a multidão buscava um sinal.
Coloquemos-nos na presença de Deus, pela ação do Espírito Santo, para acolher a sua Palavra de vida.

Leitura (Verdade)

Faça uma leitura atenta do texto bíblico, pois, como já sabemos, a leitura é o primeiro passo para se conhecer e amar a Palavra de Deus. Sublinhe os verbos, os personagens, veja o que acontece no texto. Em seguida, repita os versículos ou os verbos que mais lhe chamaram a atenção. Depois responda: o que diz o Evangelho de hoje? Quais personagens aparecem? O texto nos mostra que uma grande multidão se reuniu com Jesus em busca de um sinal, mas Ele respondeu às pessoas dizendo que nenhum sinal seria dado, a não ser o sinal de Jonas, um profeta do Antigo Testamento. Neste momento, podemos recordar outros textos do Evangelho que falam de sinais. Dessa forma, perceberemos que o sinal que a multidão procura, na verdade, é o próprio Jesus. O sinal de Jonas é o sinal de Jesus, pois Jesus é maior do que Jonas.
Procure perceber também outros detalhes do texto que não foram mencionados aqui, mas que para você foram significativos. Este é o momento de seu encontro com a Palavra de Deus, que permanecerá com você.

Meditação (Caminho)

A meditação é o caminho pelo qual passamos neste momento de oração com a Palavra. Dialoguemos com a Palavra que acabamos de ler e respondamos: o que essa Palavra me diz? Pela fé, sabemos que, mesmo que a Palavra seja de outra época, pertença a outro contexto histórico, tem algo a nos dizer hoje.
Fiquemos atentos, repassemos o texto em nossa mente e em nosso coração, procurando resumi-lo para ser levado conosco na memória durante o dia, até que se misture com o nosso ser.

Oração (Vida)

Compreendemos, neste momento, como o texto diz que devemos nos dirigir a Deus. Dirigimos nossa oração a Ele, que é Deus Pai, Filho e Espírito Santo. Somos convidados(as) a dizer-lhe o que queremos, pois temos a certeza de que Ele nos ouve e atende nosso pedido, nossa súplica, nosso louvor… Dirija-se a Deus, neste momento, expondo-lhe os apelos que Ele desperta em seu coração.
Contemplação (Vida e Missão)

No silêncio do coração, o que sinto ressoar? A vida que se alimenta com o pão da Palavra.

Bênção

– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.
Leitura orante: Equipe de Redação Paulinas Internet.