Liturgia diária 18 de fevereiro de 2016

Na liturgia diária fazemos um encontro pessoal com Deus nos colocando a disposição para ouvir seus ensinamentos.

Para bem nos preparar invoquemos a presença do Espírito Santo: 

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.

Oremos

Deus que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.

ORAÇÃO DO DIA 

Pai, dá-me um coração grande, capaz de demonstrar um amor imenso ao meu semelhante, na total gratuidade e sem interpor restrições.

PRIMEIRA LEITURA: Est 4,17n.p-r.aa-bb.gg-hh

Leitura do Livro de Ester – Naqueles dias, 17na rainha Ester, temendo o perigo de morte que se aproximava, buscou refúgio no Senhor. 17pProstrou-se por terra desde a manhã até o anoitecer, juntamente com suas servas, e disse: 17q“Deus de Abraão, Deus de Isaac e Deus de Jacó, tu és bendito. Vem em meu socorro, pois estou só e não tenho outro defensor fora de ti, Senhor, 17rpois eu mesma me expus ao perigo. 17aaSenhor, eu ouvi, dos livros de meus antepassados, que tu libertas, Senhor, até o fim, todos os que te são caros.
17bbAgora, pois, ajuda-me, a mim que estou sozinha e não tenho mais ninguém senão a ti, Senhor meu Deus. 17ggVem, pois, em auxílio de minha orfandade. Põe em meus lábios um discurso atraente, quando eu estiver diante do leão, e muda o seu coração para que odeie aquele que nos ataca, para que este pereça com todos os seus cúmplices. 17hhE livra-nos da mão de nossos inimigos. Transforma nosso luto em alegria e nossas dores em bem-estar”.
– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 137

          — Naquele dia em que gritei, vós me escutastes, ó Senhor!
— Naquele dia em que gritei, vós me escutastes, ó Senhor!

— Ó Senhor, de coração eu vos dou graças, porque ouvistes as palavras dos meus lábios! Perante os vossos anjos vou cantar-vos e ante o vosso templo vou prostrar-me.

— Eu agradeço vosso amor, vossa verdade, porque fizestes muito mais que prometestes; naquele dia em que gritei, vós me escutastes e aumentastes o vigor da minha alma.

— Estendereis o vosso braço em meu auxílio e havereis de me salvar com vossa destra. Completai em mim a obra começada; ó Senhor, vossa bondade é para sempre! Eu vos peço: não deixeis inacabada esta obra que fizeram vossas mãos!

EVANGELHO:  Mt 7,7-12

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 7“Pedi e vos será dado! Procurai e achareis! Batei e a porta vos será aberta! 8Pois todo aquele que pede recebe; quem procura encontra; e a quem bate a porta será aberta.
9Quem de vós dá ao filho uma pedra, quando ele pede um pão? 10Ou lhe dá uma cobra, quando ele pede um peixe? 11Ora, se vós, que sois maus, sabeis dar coisas boas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos céus dará coisas boas aos que lhe pedirem!
12Tudo quanto quereis que os outros vos façam, fazei também a eles. Nisto consiste a Lei e os Profetas”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Quaresma, tempo de perseverar corajosamente na oração. Tempo de pedir, procurar, bater, e esperar a resposta. O Pai do Céu nos dará coisas boas, porque ele é bom. Na oração perseverante aprendo a fazer aos outros o que desejo que seja feito a mim. O que peço na oração, o que espero alcançar? Certamente o bom e o melhor para mim e para os meus. Faça então com que o bom e o melhor se tornem realidade na vida dos outros. Os problemas são tantos, e alguém reza por você. Dizia um Bispo que não se devia rezar pela chuva naquela semana porque a meteorologia previa que não ia chover. Dizem que os judeus rezam pedindo chuva quando sabem que vai chover. O agricultor pediu chuva, a chuva não veio e o agricultor chorou, mas o sol quente aqueceu as férias do turista. Milagre não é lei, mas não é preciso colocá-lo fora da lei. O Pai sabe o que nos convém, o que é melhor para nós. Peçamos, e deixemos a ele a resposta que virá na hora certa. Meu filho está doente e meu vizinho idoso também. Que Deus cure meu filho enquanto vou dar ajuda e apoio à família do vizinho. Deus atende a oração do vizinho convocando você para o alívio do fardo que pesa sobre ele e sua família. Deus pode, mas não faz tudo sozinho.
Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Como filhos e filhas amados(as) do Pai, sabemos que nele encontramos o que procuramos, pois Ele mesmo nos diz: “Peçam, e lhes será dado”.
Coloquemos-nos na presença de Deus Pai e Filho pela ação do Espírito Santo e peçamos: “Ó Espírito Santo, dai-me um coração grande, aberto à vossa palavra. Que ela possa frutificar em meu coração. Amém!”

Leitura (Verdade)

Este é um dos momentos mais importantes da Leitura Orante da Palavra de Deus, o momento da leitura do Evangelho, em que “mergulhamos” na Palavra para perceber o que ela contém. Procuremos responder: o que diz o texto? Se estivermos atentos à leitura, logo a compreenderemos, pois ela é clara: qualquer coisa que pedirmos ao Pai, Ele nos concederá. Para nos aprofundarmos um pouco mais, leiamos mais de uma vez o texto. Dessa forma, poderemos também extrair dele outros elementos importantes, principalmente no último versículo, no qual encontramos uma recomendação da verdade a ser seguida. Que recomendação é essa? “Tudo, portanto, quanto desejais que os outros vos façam, fazei-o, vós também, a eles. Isto é a Lei e os Profetas.”

Meditação (Caminho)

A confiança é o caminho da relação de amor entre Pai e filho, por isso, Ele oferece o que tem de melhor para o seu seguimento. A fé cristã é manifestada através da confiança em Deus. Manifestemos a nossa confiança em Deus no dia de hoje, procurando viver e fazer o bem que Ele, por meio de sua Palavra, nos ensinou neste momento de oração.

Oração (Vida)

Neste momento de oração e vida, dirigimos-nos a Deus rezando o Pai-Nosso, oração que foi ensinada pelo próprio Deus, na pessoa de seu Filho Jesus Cristo, aos seus discípulos e discípulas.

Contemplação (Vida e Missão)

Trazemos neste momento em nossa mente e em nosso coração a regra de ouro que nos foi dada neste dia para vivermos conforme os ensinamentos do Mestre: “Tudo, portanto, quanto desejais que os outros vos façam, fazei-o, vós também, a eles. Isto é a Lei e os Profetas.”

Bênção

– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Leitura orante: Equipe de Redação Paulinas Internet.