Liturgia diaria 4 de dezembro de 2015

Na liturgia diária fazemos um encontro pessoal com Deus nos colocando a disposição para ouvir seus ensinamentos.

Para bem nos preparar invoquemos a presença do Espírito Santo: 

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.

Oremos

Deus que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.

ORAÇÃO DO DIA

Pai, cura-me da cegueira que me impede de reconhecer a presença de tua salvação na minha vida, realizada pela ação misericordiosa de teu Filho Jesus.

PRIMEIRA LEITURA: Is 29,17-24

Leitura do Livro do Profeta Isaías – Assim fala o Senhor Deus: 17Dentro de pouco tempo, não se transformará o Líbano em jardim? E não poderá o jardim tornar-se floresta? 18Naquele dia, os surdos ouvirão as palavras do livro e os olhos dos cegos verão, no meio das trevas e das sombras. 19Os humildes aumentarão sua alegria no Senhor, e os mais pobres dos homens se rejubilarão no Santo de Israel; 20fracassou o prepo­tente, desapareceu o trapaceiro, e sucumbiram todos os malfeitores precoces, 21os que faziam os outros pecar por palavras, e armavam ciladas ao juiz à porta da cidade e atacavam o justo com palavras falsas. 22Isto diz o Senhor à casa de Jacó, ele que libertou Abraão: “Agora, Jacó não mais terá que envergonhar-se nem seu rosto terá de enrubescer; 23quando contemplarem as obras de minhas mãos, hão de honrar meu nome no meio do povo, honrarão o Santo de Jacó, e temerão o Deus de Israel; 24os homens de espírito inconstante conseguirão sabedoria e os maldizentes concordarão em aprender”. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 26

— O Senhor é minha luz e salvação.
— O Senhor é minha luz e salvação.

— O Senhor é minha luz e salvação; de quem eu irei ter medo? O Senhor é a proteção da minha vida; perante quem eu tremerei?

— Ao Senhor eu peço apenas uma coisa, e é só isso que eu desejo: habitar no santuário do Senhor por toda a minha vida; saborear a suavidade do Senhor e contemplá-lo no seu templo.

— Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver na terra dos viventes. Espera no Senhor e tem coragem, espera no Senhor!

EVANGELHO: Mt 9,27-31

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

         Naquele tempo, 27partindo Jesus, dois cegos o seguiram, gritando: “Tem piedade de nós, filho de Davi!” 28Quando Jesus entrou em casa, os cegos se aproximaram dele. Então Jesus perguntou-lhes: “Vós acreditais que eu posso fazer isso?”
Eles responderam: “Sim, Senhor”. 29Então Jesus tocou nos olhos deles, dizendo: “Faça-se conforme a vossa fé”. 30E os olhos deles se abriram. Jesus os advertiu severamente: “Tomai cuidado para que ninguém fique sabendo”. 31Mas eles saíram, e espalharam sua fama por toda aquela região.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Jesus reaviva a esperança e desperta a fé na vida
Jesus é um Messias itinerante, passa de aldeia em aldeia, de um lugar a outro, visita essa e aquela pessoa. Por onde passa, Jesus reaviva a esperança e desperta a fé na vida. Esse seu contínuo deslocamento é a imagem de Deus que vai ao encontro do ser humano onde ele está; é imagem do Deus que acompanhou o seu povo ao longo de toda a travessia do deserto. Os dois cegos do nosso episódio acompanham Jesus com uma súplica persistente: “Tem compaixão de nós”. Já em casa, o diálogo de Jesus com eles suscita-lhes a fé. A cegueira é um modo de falar da falta de fé. A cura é feita pelo toque de Jesus nos olhos deles, gesto acompanhado da palavra que esclarece o gesto. É a fé que faz ver, pois ela é iluminação. A fé dos dois cegos não é a causa da cura, mas a fé é necessária para receber a visão como dom de Deus. A fé, podemos dizer, é a cura de tantos males do coração do ser humano.
Pe. Carlos Alberto Contieri, sj

LEITURA ORANTE

Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre, que dissestes:
“Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome,
eu aí estarei no meio deles”, ficai conosco, aqui reunidos,
pela grande rede da internet,
para melhor meditar e comungar com a vossa Palavra.
Sois o Mestre e a Verdade: iluminai-nos, para que melhor compreendamos
as Sagradas Escrituras.
Sois o Guia e o Caminho: fazei-nos dóceis ao vosso seguimento.
Sois a Vida: transformai nosso coração em terra boa,
onde a Palavra de Deus produza frutos
abundantes de santidade e missão.
(Bv. Alberione)

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto Mt 9,27-31 e observo pessoas, palavras, relações, lugares.

Jesus cura, devolvendo a vista aos dois cegos. Ficam livres da escuridão. Tornar a ver significa ser capaz de perceber as coisas, o mundo, as pessoas. Significa ter discernimento. Um detalhe interessante é que Jesus diz a eles: “seja feito como vocês crêem!” A visão e o discernimento dependem da fé.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? Tenho alguma cegueira? Preciso crescer no discernimento? Enxergar mais? Preciso de mais fé? Os bispos, na Conferência de Aparecida falaram da alegria da fé que ilumina nossos olhos: “Conhecer a Jesus Cristo pela fé é nossa alegria; segui-lo é uma graça, e transmitir este tesouro aos demais é uma tarefa que o Senhor, ao nos chamar e nos eleger, nos confiou. Com os olhos iluminados pela luz de Jesus Cristo ressuscitado podemos e queremos contemplar o mundo, a história, os nossos povos. “(DA 18).
O que o texto me diz no momento?

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus? Faço minha oração pessoal e depois, ofereço o meu trabalho do dia:
Oferecimento do trabalho
Jesus Mestre, eu vos ofereço o meu trabalho
com as mesmas intenções com que pregastes o Evangelho.
Seja tudo, só e sempre, para a glória de Deus e a paz dos homens
Jesus Verdade, que todas as pessoas vos conheçam!
Jesus Caminho, que as pessoas sigam vossas pegadas!
Jesus Vida, que todos vivam em vós!
Jesus Mestre, inspirai-me com a vossa sabedoria
para que eu possa transmitir palavras de salvação.
Que meus pensamentos se inspirem no Evangelho, e se tornem fontes de vossa luz
a iluminar as pessoas, nossos irmãos.
São Paulo, guiai-me!
Maria, Mãe e Rainha dos Apóstolos, que destes ao mundo o Verbo encarnado
abençoai esta minha missão. Amém.
(Bv. Alberione)

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra? Com os olhos iluminados pela luz de Jesus Cristo ressuscitado posso e quero contemplar o mundo, a história, as pessoas.

Bênção
Bênção natalina (bem-aventurado Alberione)
Jesus Menino coloque sobre tua cabeça a sua mãozinha e derrame sobre ti
a sua luz, conforto e alegria.
Amém!
– Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.