Liturgia diária 23 de fevereiro de 2016

Na liturgia diária fazemos um encontro pessoal com Deus nos colocando a disposição para ouvir seus ensinamentos.

Para bem nos preparar invoquemos a presença do Espírito Santo: 

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.

Oremos

Deus que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.

ORAÇÃO DO DIA

Espírito Santo, nos ajude a limpar, antes de tudo, a nossa “casa interior”, para que o lixo que nela há não recaia sobre os ombros de nossos irmãos(ãs).

PRIMEIRA LEITURA:  Is 1,10.16-20

Leitura do Livro do Profeta Isaías – 10Ouvi a palavra do Senhor, magistrados de Sodoma, prestai ouvidos ao ensinamento do nosso Deus, povo de Gomorra. 16Lavai-vos, purificai-vos. Tirai a maldade de vossas ações de minha frente. Deixai de fazer o mal! 17Aprendei a fazer o bem! Procurai o direito, corrigi o opressor. Julgai a causa do órfão, defendei a viúva. 18Vinde, debatamos — diz o Senhor. Ainda que vossos pecados sejam como púrpura, tornar-se-ão brancos como a neve. Se forem vermelhos como o carmesim, tornar-se-ão como lã. 19Se consentirdes em obedecer, comereis as coisas boas da terra. 20Mas se recusardes e vos rebelardes, pela espada sereis devorados, porque a boca do Senhor falou! – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 49

— A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.
— A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

— Eu não venho censurar teus sacrifícios, pois sempre estão perante mim teus holocaustos; não preciso dos novilhos de tua casa nem dos carneiros que estão nos teus rebanhos.

— Como ousas repetir os meus preceitos e trazer minha Aliança em tua boca? Tu que odiaste minhas leis e meus conselhos e deste as costas às palavras dos meus lábios!

— Diante disso que fizeste, eu calarei? Acaso pensas que eu sou igual a ti? É disso que te acuso e repreendo e manifesto essas coisas aos teus olhos.

— Quem me oferece um sacrifício de louvor, este sim é que me honra de verdade. A todo homem que procede retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus

EVANGELHO: Mt 23,1-12

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus falou às multidões e aos seus discípulos e lhes disse: 2“Os mestres da Lei e os fariseus têm autoridade para interpretar a Lei de Moisés. 3Por isso, deveis fazer e observar tudo o que eles dizem. Mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam. 4Amarram pesados fardos e os colocam nos ombros dos outros, mas eles mesmos não estão dispostos a movê-los, nem sequer com um dedo.
5Fazem todas as suas ações só para serem vistos pelos outros. Eles usam faixas largas, com trechos da Escritura, na testa e nos braços, e põem na roupa longas franjas.
6Gostam de lugar de honra nos banquetes e dos primeiros lugares nas sinagogas. 7Gostam de ser cumprimentados nas praças públicas e de serem chamados de Mestre. 8Quanto a vós, nunca vos deixeis chamar de Mestre, pois um só é vosso Mestre e todos vós sois irmãos. 9Na terra, não chameis a ninguém de pai, pois um só é vosso Pai, aquele que está nos céus. 10Não deixeis que vos chamem de guias, pois um só é vosso Guia, Cristo. 11Pelo contrário, o maior dentre vós deve ser aquele que vos serve. 12Quem se exaltar será humilhado, e quem se humilhar será exaltado”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Oração Inicial

Começamos a nossa oração de hoje lembrando o tema da Campanha da Fraternidade Ecumênica deste ano: “Casa comum, nossa responsabilidade”. No Evangelho de hoje, Jesus fala às multidões e aos discípulos sobre a interpretação e a prática que os mestres da Lei e os fariseus dão à Lei de Moisés.
Peçamos ao Senhor, pela ação do Espírito Santo, que nos ajude a limpar, antes de tudo, a nossa “casa interior”, para que o lixo que nela há não recaia sobre os ombros de nossos irmãos(ãs).

Leitura (Verdade)

Concentre-se na leitura do Evangelho e veja o que Jesus falou às multidões e aos discípulos: “Os escribas e os fariseus sentaram-se no lugar de Moisés para ensinar. Portanto, tudo o que eles vos disserem, fazei e observai, mas não imiteis suas ações! Pois eles falam e não praticam” (Mt 23,1-3). Leia com atenção todo o texto, pausadamente. Responda: quais são as palavras de Jesus? Que personagens aparecem nesses versículos? Qual é o tema central do texto? Percebamos o perigo que há em uma religião que vive a hipocrisia. Jesus, neste caso, não condena o conteúdo ensinado, mas sim aquele que ensina e não pratica os seus ensinamentos.

Meditação (Caminho)

Jesus veio para libertar o ser humano do relacionamento com Deus que se baseia só no cumprir regras, e não no amor do Pai. Por isso, Ele diz que um só é o Mestre. Medite sobre essa Palavra e permita que ela o(a) envolva, pois o importante é deixar que o Evangelho fale com você. Retire dessa Palavra a frase ou a atitude que mais o(a) tocou, para levá-la em seu coração durante todo o dia.

Oração (Vida)

A Palavra de Deus agora se torna vida na sua vida. Dirija a sua oração a Ele neste momento, expresse ao Pai o que você sente. Sua oração pode ser um louvor, um pedido de perdão pelas vezes que colocou fardos nos ombros de seu irmão ou um agradecimento.
Contemplação (Vida e Missão)

Durante este dia, não perca de vista a frase ou a palavra que ficou guardada em seu coração. Coloque-a em prática, pois o que você experimenta é a ação de Deus em sua vida. Que o cuidado da “casa comum” seja sua responsabilidade diária e gere atitudes de vida.

Bênção

– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Leitura orante: Equipe de Redação Paulinas Internet.

LEITURA ORANTE

Quaresma é tempo de aprender a ser verdadeiro. Moisés tem sua cátedra e nela sentam-se com direito e autoridade os escribas e os fariseus. Jesus aceita o que eles dizem e ensinam, mas chama a atenção sobre o que fazem ou o que não fazem, porque dizem e não fazem. Jesus os critica fortemente e manda que os seus discípulos não queiram ter títulos de mestres, pais ou guias porque basta o Pai que está no céu e o guia Jesus Cristo. Se houver títulos, sejam de serviço e de imitação daquele que veio para servir e não para ser servido. O pecado infiltra-se nas estruturas que criamos. O menino bonzinho, humilde, prestativo torna-se excelente, não na virtude, mas no título, senta-se na cátedra, diz e não faz. A crítica de Jesus é uma advertência válida para todos os tempos.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas.