Liturgia diaria 06 de fevereiro de 2016

Na liturgia diária fazemos um encontro pessoal com Deus nos colocando a disposição para ouvir seus ensinamentos.

Para bem nos preparar invoquemos a presença do Espírito Santo: 

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.

Oremos

Deus que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.

ORAÇÃO DO DIA

Pai, dá-me as disposições necessárias para eu realizar bem a missão recebida de Jesus, tendo-o sempre como modelo.

PRIMEIRA LEITURA:  1Rs 3,4-13

Leitura do Primeiro Livro dos Reis – Naqueles dias, 4o rei Salomão foi a Gabaon para oferecer um sacrifício, porque esse era o lugar alto mais importante. Salomão ofereceu mil holocaustos naquele altar.
5Em Gabaon, o Senhor apareceu a Salomão, em sonho, durante a noite, e lhe disse: “Pede o que desejas e eu to darei”. 6Salomão respondeu: “Tu mostraste grande benevolência para com teu servo Davi, meu pai, porque ele andou na tua presença com sinceridade, justiça e retidão de coração para contigo. Tu lhe conservaste esta grande benevolência, e lhe deste um filho que hoje ocupa o seu trono.
7Portanto, Senhor meu Deus, tu fizeste reinar o teu servo em lugar de Davi, meu pai. Mas eu não passo de um adolescente, que não sabe ainda como governar. 8Além disso, teu servo está no meio do teu povo eleito, povo tão numeroso que não se pode contar ou calcular. 9Dá, pois, a teu servo, um coração compreensivo, capaz de governar o teu povo e de discernir entre o bem e o mal. Do contrário, quem poderá governar este teu povo tão numeroso?” 10Esta oração de Salomão agradou ao Senhor. 11E Deus disse a Salomão: “Já que pediste estes dons e não pediste para ti longos anos de vida, nem riquezas, nem a morte de teus inimigos, mas sim sabedoria para praticar a justiça, 12vou satisfazer o teu pedido; dou-te um coração sábio e inteligente, como nunca houve outro igual antes de ti, nem haverá depois de ti. 13Mas dou-te também o que não pediste, tanta riqueza e tanta glória como jamais haverá entre os reis, durante toda a tua vida. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO  118

— Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!
— Ó Senhor, ensinai-me os vossos mandamentos!

— Como um jovem poderá ter a vida pura? Observando, ó Senhor, vossa palavra.

— De todo coração eu vos procuro, não deixeis que eu abandone a vossa lei!

— Conservei no coração vossas palavras, a fim de que eu não peque contra vós.

— Ó Senhor, vós sois bendito para sempre; os vossos mandamentos ensinai-me!

— Com meus lábios, ó Senhor, eu enumero os decretos que ditou a vossa boca.

— Seguindo vossa lei me rejubilo muito mais do que em todas as riquezas.

EVANGELHO: Mc 6,30-34

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Marcos.
          – Glória a vós, Senhor.

         Naquele tempo, 30os apóstolos reuniram-se com Jesus e contaram tudo o que haviam feito e ensinado. 31Ele lhes disse: “Vinde sozinhos para um lugar deserto e descansai um pouco”. Havia, de fato, tanta gente chegando e saindo que não tinham tempo nem para comer. 32Então foram sozinhos, de barco, para um lugar deserto e afastado. 33Muitos os viram partir e reconheceram que eram eles. Saindo de todas as cidades, correram a pé, e chegaram lá antes deles. 34Ao desembarcar, Jesus viu uma numerosa multidão e teve compaixão, porque eram como ovelhas sem pastor. Começou, pois, a ensinar-lhes muitas coisas

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Jesus envia os apóstolos a pregar, e os envia de forma organizada. Vão dois a dois. Ao voltar contam a Jesus o que tinham feito e ensinado. Mais do que uma reunião formal de prestação de contas, foi uma conversa de quem está contente e quer contar o que aconteceu. Pode parecer nada, mas como isto é importante na vida pastoral prática. Primeiro, encontrar quem queira ouvir e, ao mesmo tempo, ser ouvido por quem envia. Depois, conferir o que foi feito e o que foi ensinado. Eles estavam cansados, tanto que Jesus os convida a descansar num lugar tranquilo. Jesus é verdadeiramente homem e sua humanidade se mostra no modo como trata seus apóstolos. Venham descansar. Não conseguiram. Era muita gente atrás deles, e também na frente, porque chegaram antes ao lugar para onde iam os Doze com Jesus. Diante da multidão que lá estava, Jesus percebeu sua carência. Eram como ovelhas sem pastor. Precisavam de alguém, de um apoio, de uma palavra. Jesus começou então a ensinar-lhes muitas coisas. Aquele povo não precisava de correções, censuras, repreensões. Precisava de um Pastor. Jesus ensina e os Doze aprendem.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando, com todos que se encontram neste espaço para meditar a Palavra de Deus:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Creio, Senhor Jesus, que sou parte de seu Corpo.
“Espírito Santo,
tu que vieste dos céus abertos, do Pai,
e que permaneceste conosco, em Jesus,
tu que habitas, pela fé, nos nossos corações,
abre-nos à Palavra!
Seja a nossa inteligência e a nossa vontade,
terreno bom,
onde tu possas trabalhar com liberdade,
de modo que a nossa vida
seja sinal eloquente da tua caridade.
Amém.”

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto: Mc 6, 30-34, e observo a atenção de Jesus aos que sofrem.
Jesus “teve pena daquela gente”. Nós, Igreja, temos o mesmo sentimento. Como dizem os bispos em Aparecida:
“Desejamos que a alegria que recebemos no encontro com Jesus Cristo, a quem reconhecemos como o Filho de Deus encarnado e redentor, chegue a todos os homens e mulheres feridos pelas adversidades; desejamos que a alegria da boa nova do Reino de Deus, de Jesus Cristo vencedor do pecado e da morte, chegue a todos quantos jazem à beira do caminho, pedindo esmola e compaixão (cf. Lc 10,29-37; 18,25-43).” (DA, 32).

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Tenho os mesmos sentimentos de Jesus Cristo e da Igreja? Como olho as pessoas que estão “à beira do caminho” ou que parecem “ovelhas sem pastor”?

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo com a
Oração a Nossa Senhora dos cuidados Humanos
Dom Hélder Câmara
Mãe, me alegra tanto ver o globo em tuas mãos!
Mas é globo muito pequeno e temo que dentro dele
nossas grandes angústias sofram muita redução.
Olho de novo e descubro: o globo pequeno
tem justamente a virtude de reduzir ao tamanho exato
os dramas que nos parecem imensos e no entanto cabem e sobram
na concha de duas mãos.

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Meu novo olhar é voltado para os que mais sofrem.