Liturgia diaria 30 de dezembro de 2015

Na liturgia diária fazemos um encontro pessoal com Deus nos colocando a disposição para ouvir seus ensinamentos.

Para bem nos preparar invoquemos a presença do Espírito Santo: 

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.

Oremos

Deus que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.

ORAÇÃO DO DIA

Divino Espírito, como discípulo do Reino, quero estar a serviço da libertação, a começar com a superação do egoísmo que me impede de fazer o bem.

PRIMEIRA LEITURA: 1Jo 2,12-17

Leitura da Primeira Carta de São João – 12Eu vos escrevo, filhinhos: os vossos pecados foram perdoados por meio do seu nome. 13Eu vos escrevo, pais: vós conheceis aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevo, jovens: vós vencestes o Maligno.
14Já vos escrevi, filhinhos: vós conheceis o Pai. Já vos escrevi, jovens: vós sois fortes, a Palavra de Deus permanece em vós e vencestes o Maligno.
15Não ameis o mundo, nem o que há no mundo. Se alguém ama o mundo, não está nele o amor do Pai. 16Porque tudo o que há no mundo – as paixões da natureza, a concupiscência dos olhos e a ostentação da riqueza – não vem do Pai, mas do mundo.
17Ora, o mundo passa, e também a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 95

— O céu se rejubile e exulte a terra!
— O céu se rejubile e exulte a terra!

— Ó família das nações, dai ao Senhor, ó nações, dai ao Senhor poder e glória, dai-lhe a glória que é devida ao seu nome!

— Oferecei um sacrifício nos seus átrios, adorai-o no esplendor da santidade, terra inteira, estremecei diante dele!

— Publicai entre as nações: Reina o Senhor! Ele firmou o universo inabalável, e os povos ele julga com justiça.

EVANGELHO:  Lc 2,36-40

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

         Naquele tempo, 36havia também uma profetisa, chamada Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era de idade muito avançada; quando jovem, tinha sido casada e vivera sete anos com o marido.
37Depois ficara viúva, e agora já estava com oitenta e quatro anos. Não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus com jejuns e orações. 38Ana chegou nesse momento e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém. 39Depois de cumprirem tudo, conforme a Lei do Senhor, voltaram à Galileia, para Nazaré, sua cidade. 40O menino crescia e tornava-se forte, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Mateus e Lucas, no início de seus Evangelhos, apresentam as “narrativas de infância” de Jesus. Em Lucas, no Evangelho da infância, o templo de Jerusalém é colocado em destaque, com o anúncio a Zacarias, a apresentação e o episódio do menino Jesus entre os doutores. No seu desenvolvimento, o texto segue a seguinte trajetória: Galiléia – Jerusalém – Galiléia – Jerusalém. E, em continuidade, em Atos, a trajetória: Jerusalém – Roma. Por ocasião da circuncisão do menino Jesus, após a profecia de Simeão, Lucas apresenta agora uma profetisa, Ana. A fala de Ana é sumária: louva a Deus e faz referências ao menino, sem maiores esclarecimentos. Ela dirige-se a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém. Se havia opressão do Império Romano, havia também opressão do sistema religioso ofi cial do templo. Ela profetizava sobre aquele menino que, crescendo forte e cheio de sabedoria e graça, viria nos comunicar a prática libertadora do Reino de Deus, revelando o Deus de amor que deseja vida plena para todos os povos.

LEITURA ORANTE

A libertação querida por Jesus diz respeito à humanidade e é de cunho existencial. É o desafio de buscar a libertação mais radical: a libertação de si mesmo. Aqui começa todas as demais libertações.

1. Leitura (Verdade)
O que o Evangelho me diz hoje? Quais os personagens que aparece no texto? O que eles dizem para mim? A Palavra de Deus hoje da continuidade ao episódio da apresentação do menino Jesus no Templo de Jerusalém, Lucas faz intervir uma nova personagem, Ana, dita profetisa,mulher entregue a Deus através de jejuns e orações, de idade avançada e viúva. Nessa breve apresentação de Ana, mulheres importantes do Antigo Testamento são evocadas: Judite (Jt 8,4-5; 16,22-23) e Débora (Jz 4–5). Além disso, ela tem o mesmo nome da mãe de Samuel (1Sm 1,19-20). Nos relatos da infância de Lucas, o Novo é dito com palavras ou evocações da história passada de Israel. Com Simeão ela representa o Antigo Testamento que contempla e atesta o cumprimento da promessa de Deus. A todos os que esperavam a libertação de Jerusalém, ela falava do menino.

2. Meditação (Caminho)
O que a Palavra me inspira a dizer a Deus neste momento? Como acolho em minha caminhada a libertação que Jesus oferece a cada pessoa? Hoje, como cristão sou convidado através do meu testemunho apresentar Jesus e falar dele para as pessoas. Como posso concretamente apresentar o projeto do Reino na minha realidade de família, com as pessoas que gosto, no meu trabalho?

3.Oração (Vida)
Oração Maria, Mãe de Jesus, com os pastores nos vamos ao presépio de vosso filho para dar-lhe as boas vindas e agradecer o dom de seu nascimento entre nós. Conceidei-nos ser também anunciadores da presença da mensagem de paz, de alegria e de vida que Jesus trouxe para toda a humanidade! Pedimos também ao querido Menino Jesus: Abençoe as famílias que procuram viver na harmonia e no amor! Abençoe as mães e pais que buscam dar a seus filhos uma educação sadia e cristã. Abençoe os filhos para que trilhem sempre o caminho do bem e da honestidade. Abençoe a todos nós livrando-nos dos perigos das doenças e dos vícios, da violência e das discórdias. Querido Menino Jesus, olhe para as nossas necessidades e conceda-nos as graças de que mais precisamos. Amém. Livro: Rezando com Maria; Paulinas Editora.

4.Contemplação (Vida e Missão)
O Evangelho de me convida a viver hoje? Rezo, pedindo a Deus que nos transforme em anunciadores do seu projeto libertador.

– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.