Liturgia diária, Os falsos profetas são como lobos ferozes - Mt 7,15-20

12ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

26 de junho de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, dá-me o discernimento necessário para perceber quem, revestido de pele de cordeiro, pode levar-me a arrefecer meu entusiasmo por ti e por teu Reino.

PRIMEIRA LEITURA: Gn 15,1-12.17-18

Leitura do livro do Gênesis – Naqueles dias, 1Depois desses acontecimentos, a palavra do Senhor foi dirigida a Abrão, numa visão, nestes termos: “Nada temas, Abrão! Eu sou o teu protetor; tua recompensa será muito grande.” 2Abrão respondeu: “Senhor Javé, que me dareis vós? Eu irei sem filhos, e o herdeiro de minha casa é Eliezer de Damasco.” 3E ajuntou: “Vós não me destes posteridade, e é um escravo nascido em minha casa que será o meu herdeiro.” 4Então a palavra do Senhor foi-lhe dirigida nestes termos: “Não é ele que será o teu herdeiro, mas aquele que vai sair de tuas entranhas.” 5E, conduzindo-o fora, disse-lhe: “Levanta os olhos para os céus e conta as estrelas, se és capaz… Pois bem, ajuntou ele, assim será a tua descendência.” 6Abrão confiou no Senhor, e o Senhor lho imputou para justiça. 7E disse-lhe: “Eu sou o Senhor que te fiz sair de Ur da Caldéia para dar-te esta terra.” 8“O Senhor Javé, como poderei saber se a hei de possuir?” 9“Toma uma novilha de três anos, respondeu-lhe o Senhor, uma cabra de três anos, um cordeiro de três anos, uma rola e um pombinho.” 10Abrão tomou todos esses animais, e dividiu-os pelo meio, colocando suas metades uma defronte da outra; mas não cortou as aves. 11Vieram as aves de rapina e atiraram-se sobre os cadáveres, mas Abrão as expulsou. 12E eis que, ao pôr-do-sol, veio um profundo sono a Abrão, ao mesmo tempo que o assaltou um grande pavor, uma espessa escuridão. 17Quando o sol se pôs, formou-se uma densa escuridão, e eis que um braseiro fumegante e uma tocha ardente passaram pelo meio das carnes divididas. 18Naquele dia, o Senhor fez aliança com Abrão: “Eu dou, disse ele, esta terra aos teus descendentes, desde a torrente do Egito até o grande rio Eufrates.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 104(105)

      — O Senhor se lembra sempre da Aliança.
— O Senhor se lembra sempre da Aliança.

— Dai graças ao Senhor, gritai seu nome, anunciai entre as nações seus grandes feitos! Cantai, entoai salmos para ele, publicai todas as suas maravilhas!

— Gloriai-vos em seu nome que é santo, exulte o coração que busca a Deus! Procurai o Senhor Deus e seu poder, buscai constantemente a sua face!

— Descendentes de Abraão, seu servidor, e filhos de Jacó, seu escolhido, ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, vigoram suas leis em toda a terra.

— Ele sempre se recorda da Aliança, promulgada a incontáveis gerações; da Aliança que ele fez com Abraão, e do seu santo juramento a Isaac.

EVANGELHO: Mt 7,15-20

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 15Guardai-vos dos falsos profetas. Eles vêm a vós disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos arrebatadores. 16Pelos seus frutos os conhecereis. Colhem-se, porventura, uvas dos espinhos e figos dos abrolhos? 17Toda árvore boa dá bons frutos; toda árvore má dá maus frutos. 18Uma árvore boa não pode dar maus frutos; nem uma árvore má, bons frutos. 19Toda árvore que não der bons frutos será cortada e lançada ao fogo. 20Pelos seus frutos os conhecereis.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

A orientação de São Mateus para o dia de hoje é tomar cuidado com os falsos profetas. Há muitos e por toda parte. É preciso saber distingui-los e não se deixar enganar. Não é de admirar que haja falsos profetas. Aí está o Evangelho de Mateus nos alertando. Vestem-se de ovelhas, mas são lobos ferozes. O que causa admiração é que as pessoas se deixem enganar. Certamente são pessoas extremamente necessitadas ou muito limitadas. A limitação existe de muitas maneiras, desde a incapacidade de raciocinar até as cercas colocadas ao nosso redor, diminuindo nossa capacidade de reação. Por isso, é sempre bom olhar os frutos de uma árvore. Uvas procuramos na videira e figos na figueira, e não em urtigas e espinheiros. Conhecemos a qualidade da árvore pela qualidade de seus frutos. Isto vale para todos os que se apresentam como profetas. Isto vale para todos os que falam em nome de Deus. Os frutos que revelam a autenticidade do servidor de Deus são sempre os atos de caridade. Um grupo religioso que fala mal de outro é de origem duvidosa. Quem fala mal, quem ataca, quem denigre, quem desfaz, está fora da verdade. Estudar o diferente, e até o adversário, suas origens, seus propósitos, é verificar a qualidade dos frutos que produz. Não é falar mal. É buscar a verdade.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
No Evangelho de hoje, Jesus nos alerta para que sejamos suas autênticas testemunhas. Que o Espírito Santo seja a nossa luz e nos ajude a compreender o Evangelho com os dons da sabedoria e do entendimento. Amém!

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Faça a leitura do Evangelho, frase por frase, atentando ao modo como são descritas as ações. Deixe-se iluminar por outros textos bíblicos, recordando-os para que o(a) ajudem na compreensão.
“Quem são esses falsos profetas contra os quais Jesus previne os seus discípulos? O verdadeiro profeta é portador da Palavra de Deus, fala e age por inspiração de Deus; por isso, o que ele diz se realiza. O Deuteronômio dá o critério para reconhecer o falso profeta: usa o nome de Deus, mas na verdade a palavra é sua, por isso não se realiza o que ele profetiza (Dt 18,22; cf. 13,2-6). No início da Igreja, como em todos os tempos até os nossos dias, havia pessoas que confundiam os fiéis e os induziam a uma falsa doutrina e, com isso, criavam divisões na comunidade. O autor da segunda carta de Pedro diz que eles usam das pessoas (2Pd 2,1-3), ao invés de servi-las. É preciso prudência e discernimento para não se deixar enredar por discursos aparentemente persuasivos. É o testemunho e a coerência da vida cristã que dão credibilidade ao ensinamento. O autor da carta de Tiago, contra os pretensiosos, afirma: ‘Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo bom comportamento suas obras repletas de docilidade e sabedoria’ (Tg 3,13)” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você hoje? Neste passo da leitura orante, coloque-se à disposição da Palavra, para perceber o que o Senhor tem a lhe dizer. Leia novamente o texto, deixe-se tocar por ele e identifique a mensagem de Deus para você.
“Falsos profetas são um problema de ontem e de hoje. Sempre aparecerão exploradores da fé simples do nosso povo. E como são capazes de seduzir e enganar! Sobretudo, porque seus evangelhos excluem a cruz, a dor, o sofrimento e pregam o que o outro quer ouvir, isto é, traem a verdadeira mensagem de Jesus. São lobos em pele de ovelhas. Mas seus frutos são estéreis. Podem parecer prósperos em seus empreendimentos religiosos, mas os frutos secarão e muitos ficarão decepcionados ou mesmo descrentes. Quem tem a missão de pastorear almas deve ter o máximo respeito pela fé de suas ovelhas. Ai de quem escandalizar um dos pequeninos!” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Viver este momento de oração é permitir-se obter de Deus a graça de uma vida nova, baseada em sua Palavra de vida. Abra o seu coração, reze ao Senhor e apresente a Ele as suas intenções e as pessoas pelas quais você gostaria de orar.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você a partir da Palavra? Neste momento de contemplação, repasse o texto bíblico, retomando a mensagem do Evangelho. Resuma sua leitura orante em uma palavra, para vivê-la durante este dia.

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas