Liturgia diária, As bem-aventuranças, Sermão da montanha - Mt 5,1-12

10ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

12 de junho de 2017

ORAÇÃO DO DIA

Pai, torna-me sensível aos sofrimentos dos pobres e dos marginalizados, movendo-me a lutar para que tenham sua dignidade respeitada, pois são teus preferidos.

PRIMEIRA LEITURA: 2cor 1,1-7

Início da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios

1Paulo, apóstolo de Jesus Cristo por vontade de Deus, e o irmão Timóteo, à Igreja de Deus que está em Corinto e a todos os santos que se encontram em toda a Acaia: 2para vós, graça e paz da parte de Deus, nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo.
3Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai das misericórdias e Deus de toda consolação. 4Ele nos consola em todas as nossas aflições, para que, com a consolação que nós mesmos recebemos de Deus, possamos consolar os que se acham em toda e qualquer aflição.
5Pois, à medida que os sofrimentos de Cristo crescem para nós, cresce também a nossa consolação por Cristo. 6Se estamos em aflições, é para a vossa consolação e salvação; se somos consolados, é para a vossa consolação. E essa consolação sustenta a vossa paciência em meio aos mesmos sofrimentos que nós também padecemos.
7E a nossa esperança a vosso respeito é firme, pois sabemos que, assim como participais dos nossos sofrimentos, participais também da nossa consolação.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 33

           Provai e vede quão suave é o Senhor!
— Provai e vede quão suave é o Senhor!

— Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; que ouçam os humildes e se alegrem!

— Comigo engrandecei ao Senhor Deus, exaltemos todos juntos o seu nome! Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, e de todos os temores me livrou.

— Contemplai a sua face e alegrai-vos, e vosso rosto não se cubra de vergonha! Este infeliz gritou a Deus e foi ouvido, e o Senhor o libertou de toda angústia.

— O anjo do Senhor vem acampar ao redor dos que o temem, e os salva. Provai e vede quão suave é o Senhor! Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!

EVANGELHO:  Mc 5,1-12

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Marcos.
          – Glória a vós, Senhor.

         Naquele tempo: 1Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, 2e Jesus começou a ensiná-los:
3“Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus. 4Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados.
5Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra. 6Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.
7Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. 8Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.
9Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. 10Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus.
11Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e, mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim.
12Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus. Do mesmo modo perseguiram os profetas que vieram antes de vós.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Valores! O que vale e o que não vale. O que vale a pena e o que não vale a pena. Iniciamos a leitura semanal do Evangelho de Mateus com o Sermão da Montanha. Nele encontramos os valores com os quais devemos nos ocupar. Suba à montanha. Afaste-se um pouco da agitação diária, não para fugir, mas para descortinar o horizonte. Ouça o barulho que vem do mundo, com os seus contravalores. Ouça o que dizem: “Felizes os espertos, que trapaceiam sem se deixar pegar. Felizes os espertos que, se pegos, têm prisão domiciliar com a garantia de vencimentos”. Concentre-se e ouça agora a voz do silêncio que da montanha ilumina o universo. Ouça a voz dos pobres de espírito, dos que choram, dos mansos, dos que têm fome e sede de justiça, dos misericordiosos, dos puros no coração, dos que promovem a paz, dos perseguidos por causa da justiça. Eles existem e não são poucos. Eles são felizes, e também os que creem, quando são ofendidos e perseguidos por causa de Cristo e do Evangelho.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Façamos a nossa oração com a Palavra de Deus, que nesta semana nos mostra a multidão sedenta da Palavra de Jesus.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Faça a leitura do Evangelho pausadamente, quantas vezes julgar necessário, e destaque os versículos que mais chamaram sua atenção. O texto de hoje fala sobre as bem-aventuranças. “Felizes os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos Céus”, diz o Evangelho de Mateus. Qual é a mensagem central do texto?

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Releia-o com muita atenção, repasse-o em sua mente, desejando que toque o seu coração. Escute o que o Senhor tem a lhe dizer por meio de sua Palavra. Deixe que o Evangelho se misture com a sua vida, abra-se a ele sem medo e veja o caminho que Deus lhe indica.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Este é o momento em que você é convidado(a), por meio da leitura orante, a dirigir a sua oração ao Senhor. Aproxime-se dele sem medo, faça a sua oração e conte-lhe tudo o que deseja, tudo o que está em seu coração.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Qual palavra do Evangelho você deseja viver neste dia?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.