Liturgia diária Lançai vossas redes - Lc 5,1-11

22ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

05 de setembro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, confirma minha vocação de pescador de pessoas humanas, e conduze-me para águas mais profundas onde se encontram os que mais carecem de meu amor.

PRIMEIRA LEITURA: Cl 1,9-14

Leitura da carta de são Paulo aos Colossenses – Irmãos, 9Por isso, também nós, desde o dia em que o soubemos, não cessamos de orar por vós e pedir a Deus para que vos conceda pleno conhecimento da sua vontade, perfeita sabedoria e penetração espiritual, 10para que vos comporteis de maneira digna do Senhor, procurando agradar-lhe em tudo, frutificando em toda boa obra e crescendo no conhecimento de Deus. 11Para que, confortados em tudo pelo seu glorioso poder, tenhais a paciência de tudo suportar com longanimidade. 12Sede contentes e agradecidos ao Pai, que vos fez dignos de participar da herança dos santos na luz. 13Ele nos arrancou do poder das trevas e nos introduziu no Reino de seu Filho muito amado, 14no qual temos a redenção, a remissão dos pecados.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 97(98

         — O Senhor fez conhecer seu poder salvador, perante as nações.
— O Senhor fez conhecer seu poder salvador, perante as nações.

— O Senhor fez conhecer a salvação, e às nações, sua justiça; recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel.

— Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai!

— Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa e da cítara suave! Aclamai, com os clarins e as trombetas, ao Senhor, o nosso Rei!

EVANGELHO: Lc 5,1-11

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Estando Jesus um dia à margem do lago de Genesaré, o povo se comprimia em redor dele para ouvir a palavra de Deus. 2Vendo duas barcas estacionadas à beira do lago, – pois os pescadores haviam descido delas para consertar as redes -, 3subiu a uma das barcas que era de Simão e pediu-lhe que a afastasse um pouco da terra; e sentado, ensinava da barca o povo. 4Quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao largo, e lançai as vossas redes para pescar. 5Simão respondeu-lhe: Mestre, trabalhamos a noite inteira e nada apanhamos; mas por causa de tua palavra, lançarei a rede. 6Feito isto, apanharam peixes em tanta quantidade, que a rede se lhes rompia. 7Acenaram aos companheiros, que estavam na outra barca, para que viessem ajudar. Eles vieram e encheram ambas as barcas, de modo que quase iam ao fundo. 8Vendo isso, Simão Pedro caiu aos pés de Jesus e exclamou: Retira-te de mim, Senhor, porque sou um homem pecador. 9É que tanto ele como seus companheiros estavam assombrados por causa da pesca que haviam feito. 10O mesmo acontecera a Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram seus companheiros. Então Jesus disse a Simão: Não temas; doravante serás pescador de homens. 11E atracando as barcas à terra, deixaram tudo e o seguiram

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Jesus tinha entrado num barco e ensinava as multidões nas margens do lago de Genesaré. Depois, pediu que Pedro avançasse lago adentro e lançasse as redes para a pesca. Aconteceu então a pesca milagrosa. É neste contexto que Jesus chama seus primeiros discípulos para serem pescadores de gente. Pedro, André, Tiago e João deixaram tudo e seguiram Jesus. Parecia impossível pescar naquele dia, mas, “pela tua palavra lançarei as redes”, disse Pedro. E as redes se encheram. Pela mesma palavra nos dedicaremos a pescar gente.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
No Evangelho de hoje, meditaremos o encontro de Jesus com a multidão e os discípulos à beira do lago de Genesaré. Tiago, João e Simão são convidados a deixar tudo e seguir Jesus. É na proximidade com a Palavra de Deus que também nós nos encontraremos com o Senhor, ouviremos a sua Palavra e acolheremos o seu convite: “Não tenhas medo! De agora em diante, serás pescador de homens!”.
Rezemos: “Vem, Espírito Santo! Faze-nos amar as Escrituras, para reconhecermos a voz viva de Jesus. Torna-nos humildes e simples, a fim de compreendermos os mistérios do Reino de Deus. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Leia-o atentamente. Em seguida, faça uma nova leitura em voz alta, pausadamente, repetindo as palavras que mais chamaram sua atenção. Quais personagens aparecem no texto? Onde eles se encontram? O que acontece na narrativa? Qual convite o Senhor faz aos discípulos e a nós? O que significa ser “pescador de homens”, conforme a narrativa?
“O evangelho de hoje é o relato de vocação dos primeiros discípulos de Jesus, à beira do lago de Genesaré. Inspira-se em Mc 1,16-20 e é muito próximo do relato joanino (Jo 21). A pesca, no mar da Galileia, da qual sobreviviam Pedro, André, Tiago e João, foi a ocasião, para eles, do encontro com o Senhor que transformou radicalmente suas vidas. À diferença de Marcos, em Lucas os episódios anteriores ao narrado hoje criam um marco psicológico que faz com que o chamado e a resposta não sejam tão surpreendentes. O chamado é precedido do ensinamento de Jesus às multidões e de uma palavra eficaz de Jesus a Simão, que transformou a fadiga da noite em que nada pescaram na alegria de uma manhã abundante de peixes. No relato lucano, todos são chamados juntos, no lago, mediante um apelo dirigido exclusivamente a Simão Pedro. Simão Pedro e, através dele, os outros discípulos são chamados a ser ‘pescadores de homens’. Tendo presente a pesca abundante, essa expressão aponta para o êxito futuro da missão da Igreja na conquista de pessoas para o Reino de Deus” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? O que mais chamou sua atenção no Evangelho? Foi um versículo específico? Algo que Jesus disse? Se sentir necessidade, leia o texto novamente, deixando-se tocar por ele.
“À beira do lago de Genesaré, Jesus começa a chamar seus primeiros discípulos. Naquela praia, Jesus encontra Pedro, André, Tiago e João. Aquele encontro marcaria a vida daqueles homens para sempre. A pesca milagrosa foi uma oportunidade para eles perceberem que estavam diante de uma pessoa diferente. Cansados da pescaria malsucedida, recolhiam suas redes na esperança de voltar ao mar no outro dia e retomar a rotina de ganhos e perdas. Jesus manda que eles voltem ao mar e lancem a rede em águas mais profundas. E o milagre aconteceu pela obediência à Palavra do Senhor! Daí para o convite foi um pequeno passo: ‘Sigam-me e vocês serão pescadores de homens’. Deixaram tudo e seguiram Jesus” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? O que você deseja dizer ao Senhor neste momento de oração? Deixe que a sua vida se renove com a Palavra de Deus e apresente a Ele suas preces e intenções.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Qual atitude você deseja colocar em prática durante este dia? A Palavra de Deus se torna vida em nossa vida quando a colocamos em prática.

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas