Liturgia diária, Servo mau, eu te julgo pela tua própria boca - Lc 19,11-28

Servo mau, eu te julgo pela tua própria boca – Lc 19,11-28

A parábola nos ensina que devemos colocar em prática os dons recebidos de Deus, fazendo-os frutificar em gestos de bondade e de misericórdia.
Liturgia diária, Apresentação de Nossa Senhora - Mt 12,46-50

Apresentação de Nossa Senhora – Mt 12,46-50

O Evangelho nos fala da relação familiar que é estabelecida entre Jesus e aqueles que acolhem a sua Palavra.
Liturgia diária, A tua fé te salvou - Lc 18,35-43

A tua fé te salvou – Lc 18,35-43

O cego de Jericó representa todos os discípulos que precisam ver com olhos bem abertos quem é Jesus, para que ele veio ao nosso mundo
Liturgia diária, A parábola dos talentos - Mt 25,14-30

A parábola dos talentos – Mt 25,14-30

Faça bem tudo o que tiver que fazer. Trabalhe com esforço e entusiasmo. Seja produtivo e apresente-se diante de Deus com as mãos cheias
Liturgia diária, Deus fará justiça para os seus escolhidos - Lc 18,1-8

Deus fará justiça para os seus escolhidos – Lc 18,1-8

Neste dia o evangelista Lucas nos apresenta uma bonita passagem da vida de Jesus em que Ele instrui seus discípulos sobre a necessidade da oração.

Homila Dominical

O grão de mostarda

11º Domingo do Tempo Comum – B

Em Deus que devemos colocar a nossa inabalável confiança. Nós plantamos, Deus coloca o adubo e ele vai germinar em frutos a semente plantada
10º Domingo do Tempo Comum - B

10º Domingo do Tempo Comum – B

Acolher o Reino de Jesus é participar do projeto de amor, de perdão e de comunhão. Sejamos compassivos e vivamos, verdadeiramente, como irmãos