Oração diária, A cura do homem da mão seca - Lc 6,6-11

23ª Semana Comum – Ano Litúrgico B

10 de setembro de 2018

ORAÇÃO DO DIA

Com a justiça e a fraternidade, levando a ações práticas de promoção da vida para todos.

PRIMEIRA LEITURA: 1Cor 5,1-8

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios – Irmãos, 1é voz geral que está acontecendo, entre vós, um caso de imoralidade; e de imoralidade tal que nem entre os pagãos costuma acontecer: um dentre vós está convivendo com a própria madrasta. 2No entanto, estais inchados de orgulho, ao invés de vestirdes luto, a fim de que fosse tirado do meio de vós aquele que assim procede?
3Pois bem, embora ausente de corpo, mas presente em espírito, eu julguei, como se tivesse aí entre vós, esse tal que tem procedido assim: 4Em nome do Senhor Jesus — estando vós e eu espiritualmente reunidos com o poder do Senhor nosso, Jesus —, 5entregamos tal homem a Satanás, para a ruína da carne, a fim de que o espírito seja salvo, no dia do Senhor. 6Vós vos gloriais sem razão! Acaso ignorais que um pouco de fermento leveda a massa toda?
7Lançai fora o fermento velho, para que sejais uma massa nova, já que deveis ser sem fermento. Pois o nosso cordeiro pascal, Cristo, já está imolado. 8Assim, celebremos a festa, não com velho fermento, nem com fermento de maldade ou de perversidade, mas com os pães ázimos de pureza e de verdade.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 5

— Na vossa justiça guiai-me, Senhor!
— Na vossa justiça guiai-me, Senhor!

— Não sois um Deus a quem agrade a iniquidade, não pode o mau morar convosco; nem os ímpios poderão permanecer perante os vossos olhos.

— Detestais o que pratica a iniquidade e destruís o mentiroso. Ó Senhor, abominais o sanguinário, o perverso e enganador.

— Mas exulte de alegria todo aquele que em vós se refugia; sob a vossa proteção se regozijem, os que amam vosso nome!

EVANGELHO: Lc 6,6-11

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

Aconteceu num dia de sábado que 6Jesus entrou na sinagoga e começou a ensinar. Aí havia um homem cuja mão direita era seca. 7Os mestres da Lei e os fariseus o observavam, para ver se Jesus iria curá-lo em dia de sábado, e assim encontrarem motivo para acusá-lo. 8Jesus, porém, conhecendo seus pensamentos, disse ao homem da mão seca: “Levanta-te, e fica aqui no meio”. Ele se levantou, e ficou de pé. 9Disse-lhes Jesus: “Eu vos pergunto: O que é permitido fazer no sábado: o bem ou o mal, salvar uma vida ou deixar que se perca?”
10Então Jesus olhou para todos os que estavam ao seu redor, e disse ao homem: “Estende a tua mão”. O homem assim o fez e sua mão ficou curada. 11Eles ficaram com muita raiva, e começaram a discutir entre si sobre o que poderiam fazer contra Jesus.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

No Livro do Êxodo está escrito: “Lembra-te do dia de sábado”. E no Deuteronômio, lemos: “Guarda o dia de sábado”. Lembrar e guardar este dia de descanso, feito para se manter o equilíbrio nas relações com Deus e nas relações dentro da família. Dia em que devem ser evitadas as atividades profissionais e financeiras. Uma bela instituição, própria do judaísmo na antiguidade, quando o descanso dependia do empregador. Jesus era observado por escribas e fariseus porque ia na contramão dos costumes e das tradições. De fato, ele parece criar um pouco de desordem e irritar as autoridades. As autoridades religiosas gostam que as leis sejam observadas para não terem o trabalho de considerar as exceções. Na carta aos Romanos, São Paulo critica os que descansam na Lei e ensinam os outros, mas não ensinam a si mesmos, que se gloriam na Lei e desonram a Deus pela transgressão da Lei. Jesus não foi contra o sábado nem contra nenhuma observância dos inúmeros preceitos judaicos. Ele só quis pôr as coisas no seu devido lugar.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2018’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Neste início de uma nova semana, peçamos que a Palavra de Deus esteja em nossa mente, em nosso coração e em nossas ações.
Oremos: “Divino Espírito Santo, necessitamos muito de vossa ajuda para conhecer o caminho que devemos seguir. Temos necessidade de Vós, para que o nosso coração, inundado pela vossa consolação, se abra e que, muito além das palavras e dos conceitos, possamos perceber a vossa presença. Iluminai a nossa mente, movei o nosso coração, para que esta meditação produza em nós frutos de vida. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Em que contexto se dá a narrativa? Qual é o motivo da crítica dos fariseus? Qual é o significado do sábado para o povo? Qual é o ensinamento de Jesus?
“A prática do descanso sabático, com a sua respectiva interpretação, distancia, entre outras questões ligadas à prática e à interpretação da Lei, Jesus de seus adversários, mais especificamente dos escribas e dos fariseus. É e será sempre oportuno lembrar que o dom da vida (criação) e da liberdade (saída do Egito) precedeu a Lei. Este dado é fundamental, pois a Lei de Deus deve proteger o dom da vida e da liberdade. Este é o princípio através do qual Jesus interpreta e pratica a Lei. Daí a pertinência da pergunta de Jesus aos escribas e fariseus: ‘Eu vos pergunto: em dia de sábado, o que é permitido, fazer o bem ou fazer o mal?’. A pergunta de Jesus desvela o equívoco na prática legalista e rigorista do descanso sabático. Ademais, a prescrição deuteronômica do descanso sabático não diz que Deus descansa (cf. Dt 5,14-15). A memória da saída do Egito devia tornar presente ao povo a misericórdia de Deus e, ao mesmo tempo, levar todo o povo a proceder assim em relação aos semelhantes. No evangelho segundo João, na cura junto à piscina de Bezata, num dia de sábado, quando contestado por violar o sábado, Jesus diz: ‘Meu pai trabalha sempre, e eu também trabalho’ (Jo 5,17)” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? De que forma ele fortalece sua caminhada de fé? Qual palavra mais chamou sua atenção durante a leitura? As palavras e gestos de Jesus tocam sua vida e inspiram suas ações? O que Jesus pede a você hoje? Quais sentimentos a Palavra despertou em você?

Oração (Vida)
O Senhor é nossa força, consolo e abrigo. A Ele entregamos nossa vida e esta nova semana. A Ele confiamos as pessoas que amamos e todas aquelas com as quais partilharemos a vida neste dia.
“Jesus, divino Mestre, nós vos adoramos, Filho muito amado do Pai, caminho único para chegarmos a Ele. Nós vos louvamos e agradecemos, porque sois o exemplo que devemos seguir. Com simplicidade queremos aprender de Vós o modo de ver, julgar e agir. Queremos ser atraídos por Vós, para que, caminhando nas vossas pegadas, possamos viver dia a dia a liberdade dos filhos de Deus e buscar, em tudo, a vontade do Pai. Aumentai nossa esperança, impulsionando plenamente o nosso ser e o nosso agir. Ajudai-nos a retratar em nossa vida a vossa imagem, para que assim vos possamos possuir eternamente no céu. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)
Sintetize em poucas palavras o apelo que você sentiu em seu coração, para colocá-lo em prática durante o dia. O que você se propõe a viver?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas