Oração diária, Eis minha mãe e meus irmãos! - Mc 3,31-35

3ª Semana Comum – Ano Litúrgico B

23 de janeiro de 2018

ORAÇÃO DO DIA

Pai, ensina-me a pautar minha vida pela fidelidade à tua vontade, para que eu faça parte de tua família, fundada pela ação de Jesus.

PRIMEIRA LEITURA: 2Sm 6,12-15.17-19

Leitura do Segundo Livro e Samuel

Naqueles dias, 12bDavi pôs-se a caminho e transportou festivamente a arca de Deus da casa de Obed-Edom para a cidade de Davi. 13A cada seis passos que davam, os que transportavam a arca do Senhor sacrificavam um boi e um carneiro.
14Davi, cingido apenas com um efod de linho, dançava com todas as suas forças diante do Senhor. 15Davi e toda a casa de Israel conduziram a arca do Senhor, soltando gritos de júbilo e tocando trombetas. 17Introduziram a arca do Senhor e depuseram-na em seu lugar, no centro da tenda que Davi tinha armado para ela. Em seguida, ele ofereceu holocaustos e sacrifícios pacíficos na presença do Senhor. 18Assim que terminou de oferecer os holocaustos e os sacrifícios pacíficos, Davi abençoou o povo em nome do Senhor todo-poderoso. 19E distribuiu a toda a multidão de Israel, a cada um dos homens e das mulheres, um pão de forno, um bolo de tâmaras e uma torta de uvas. Depois todo o povo foi para casa.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 24

          — Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?” “É o Senhor, o valoroso, o grandioso!”
— Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?” “É o Senhor, o valoroso, o grandioso!”

— “Ó portas, levantai vossos frontões! Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, a fim de que o Rei da glória possa entrar!”

— Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?” “É o Senhor, o valoroso, o onipotente, o Senhor, o poderoso nas batalhas!”

— “Ó portas, levantai vossos frontões! Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, a fim de que o Rei da glória possa entrar!

— Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?” “O Rei da glória é o Senhor onipotente, o Rei da glória é o Senhor Deus do universo!

EVANGELHO: Mc 3,31-35

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Marcos.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 31chegaram a mãe de Jesus e seus irmãos. Eles ficaram do lado de fora e mandaram chamá-lo. 32Havia uma multidão sentada ao redor dele. Então lhe disseram: “Tua mãe e teus irmãos estão lá fora à tua procura”. 33Ele respondeu: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?” 34E olhando para os que estavam sentados ao seu redor, disse: “Aqui estão minha mãe e meus irmãos. 35Quem faz a vontade de Deus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

A família de Jesus não o compreendeu e os chefes religiosos do seu tempo se opuseram a ele. Resta-lhe formar uma nova família e um novo povo. Olhando os que estavam sentados ao seu redor e vendo a humanidade inteira, Jesus diz que sua família são aqueles que fazem a vontade de Deus. Ele não está excluindo Maria, sua mãe. Ela, de fato, é o modelo daqueles que fazem a vontade de Deus. É a primeira entre os discípulos e a primeira na família de Jesus. Foi a partir do seu “sim” à vontade do Pai que o Verbo se fez carne e começou a habitar entre nós. E com Maria, todos aqueles que no mundo realizam o que Deus espera e deseja fazem parte da família de Jesus, do povo da salvação. Não se trata de substituir Israel por um novo povo. Trata-se de descobrir em Israel e em todo o mundo aqueles que fazem a vontade do Pai. Observar a lei e fazer coisas boas não é sinônimo de obediência à vontade de Deus. Não se cumpre a vontade do Pai fazendo o que é permitido e evitando o que é proibido, mas procurando aquilo que mais convém ao bem da pessoa humana, à sua plena realização e à construção da comunidade de irmãos. Em suma, o critério para todos, cristãos e não cristãos, é o bem que se faz aos outros. O desenvolvimento da sensibilidade é o ponto inicial da caminhada na busca da vontade de Deus.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2018’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
A família de Jesus não o compreendeu, e os chefes religiosos do seu tempo se opuseram a Ele. Que o Espírito Santo venha em nosso auxílio e nos mostre o caminho que a Palavra indica na vida de cada um de nós, a fim de fazermos a vontade de Deus e nos tornarmos irmãos de Jesus.

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? “Quem é minha mãe? Quem são meus irmãos?” Essa é a resposta de Jesus a uma pessoa que procura avisá-lo de que sua mãe e seus irmãos estão lá fora e querem falar com Ele. O que Jesus quis dizer com essa resposta? Que mensagem Ele quer transmitir?

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Faça a leitura com calma e atenção e medite sobre esse Evangelho. Deixe-se tocar pelo Senhor, que vem até você por meio da Palavra. Deixe-se tocar pela Palavra, para que transforme a sua vida, fazendo parte de seu caminho como discípulo(a) de Jesus Cristo.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Fale com o Senhor por meio da oração, apresentando-lhe tudo que há em seu coração. Ofereça as realidades tocadas durante a leitura e a meditação da Palavra e apresente as necessidades daqueles que o(a) cercam e que precisam da misericórdia de Deus.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Como você deseja viver este dia?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.