Oração diária, Quem recebe aquele que eu enviar, a mim recebe - Jo 13,16-20

4ª Semana da Páscoa – Ano Litúrgico C

16 de maio de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Ó Espírito Santo, dai-me um coração grande, desejoso de se tornar semelhante ao coração do Senhor Jesus!

PRIMEIRA LEITURA: At 13,13-25

Leitura dos Atos dos Apóstolos

– 13Paulo e seus companheiros embarcaram em Pafos e chegaram a Perge da Panfília. João deixou-os e voltou para Jerusalém. 14Eles, porém, partindo de Perge, chegaram a Antioquia da Pisídia. E, entrando na sinagoga em dia de sábado, sentaram-se.
15Depois da leitura da Lei e dos Profetas, os chefes da sinagoga mandaram dizer-lhes: “Irmãos, se vós tendes alguma palavra para encorajar o povo, podeis falar”.
16Paulo levantou-se, fez um sinal com a mão e disse: “Israelitas e vós que temeis a Deus, escutai! 17O Deus deste povo de Israel escolheu os nossos antepassados e fez deles um grande povo quando moravam como estrangeiros no Egito; e de lá os tirou com braço poderoso. 18E, durante mais ou menos quarenta anos, cercou-o de cuidados no deserto. 19Destruiu sete nações na terra de Canaã e passou para eles a posse do seu território, 20por quatrocentos e cinquenta anos aproximadamente.
Depois disso, concedeu-lhes juizes, até o profeta Samuel. 21Em seguida, eles pediram um rei e Deus concedeu-lhes Saul, filho de Cis, da tribo de Benjamim, que reinou durante quarenta anos. 22Em seguida, Deus fez surgir Davi como rei e assim testemunhou a seu respeito: ‘Encontrei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que vai fazer em tudo a minha vontade’.
23Conforme prometera, da descendência de Davi Deus fez surgir para Israel um Salvador, que é Jesus. 24Antes que ele chegasse, João pregou um batismo de conversão para todo o povo de Israel. 25Estando para terminar sua missão, João declarou: ‘Eu não sou aquele que pensais que eu seja! Mas vede: depois de mim vem aquele do qual nem mereço desamarrar as sandálias’”.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 89(88)

          —Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor.
— Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor.

— Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor, de geração em geração eu cantarei vossa verdade! Porque dissestes: “O amor é garantido para sempre!” E a vossa lealdade é tão firme quanto os céus.

— Encontrei e escolhi a Davi, meu servidor, e o ungi, para ser rei, com meu óleo consagrado. Estará sempre com ele minha mão onipotente, e meu braço poderoso há de ser a sua força.

— Não será surpreendido pela força do inimigo, nem o filho da maldade poderá prejudicá-lo. Diante dele esmagarei seus inimigos e agressores, ferirei e abaterei todos aqueles que o odeiam.

— Minha verdade e meu amor estarão sempre com ele, sua força e seu poder por meu nome crescerão. Ele, então, me invocará: ‘Ó Senhor, vós sois meu Pai, sois meu Deus, sois meu Rochedo onde encontro a salvação!’

EVANGELHO:Jo 13,16-20 

        – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Depois de lavar os pés dos discípulos, Jesus lhes disse: 16“Em verdade, em verdade vos digo: o servo não está acima do seu senhor e o mensageiro não é maior que aquele que o enviou. 17Se sabeis isto, e o puserdes em prática, sereis felizes.
18Eu não falo de vós todos. Eu conheço aqueles que escolhi, mas é preciso que se realize o que está na Escritura: ‘Aquele que come o meu pão levantou contra mim o calcanhar’. 19Desde agora vos digo isto, antes de acontecer, a fim de que, quando acontecer, creiais que eu sou.
20Em verdade, em verdade vos digo, quem recebe aquele que eu enviar, me recebe a mim; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

No Evangelho de São João, depois da última Ceia, Jesus conversa longamente com os seus discípulos. Lemos hoje um pequeno trecho do início dessa conversa com recomendações de Jesus antes da sua partida para a casa do Pai. O evangelista sublinha a importância de ser discípulo. Em primeiro lugar, somos discípulos, seguidores de Jesus. Depois temos funções e cargos em sua comunidade. O servo não é maior do que o seu senhor. O “enviado” não é maior do que aquele que o enviou. É a primeira e única vez que São João usa a palavra “enviado”, tradução da palavra grega “apóstolos”. O “apóstolo” não é maior do que aquele que o enviou. O apóstolo deve saber disso, mas deve saber também que, quem o recebe, recebe Jesus e recebe o Pai. “Quem recebe aquele que eu enviar, a mim recebe.” Ele nos conhece a todos, como conhecia os apóstolos e entre eles conhecia Judas, que não foi fiel. Nós nem sempre somos fiéis e sabemos que somos capazes de qualquer desvio em nosso caminho. Não podemos apontar o dedo para ninguém porque podemos fazer o mal que os outros fazem. Contamos, porém, com a força do Senhor e queremos desempenhar bem a tarefa que ele nos confiou.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Jesus convida seus discípulos a seguirem o seu exemplo e colocarem-se a serviço do Reino. Abra seu coração para o diálogo com o próprio Deus por meio de sua Palavra e deixe-se conduzir pela ação do Espírito Santo, que reza em nós, dizendo: “Ó divino Espírito, ensina-me tudo quanto Jesus ensinou. Dá-me inteligência para entender; memória para lembrar; vontade dócil para praticar; coração generoso para corresponder aos teus convites. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Para uma melhor compreensão, leia na sua Bíblia o texto de Jo 13,1-35. Quais palavras mais chamaram sua atenção durante a leitura? Quais elementos estão presentes na narrativa? Quais ensinamentos Jesus transmite aos seus discípulos?
“A última ceia de Jesus com os seus discípulos é uma ceia de adeus em que ele deixa suas últimas vontades: fração do pão como memorial e o serviço fraterno. É durante a última ceia e depois de lavar os pés dos discípulos que Jesus pronuncia essas palavras que lemos no evangelho de hoje. Máxima semelhante ao enunciado no v. 16 nós encontramos em Mateus 10,24-25. Um dos aspectos do discurso de Jesus depois de lavar os pés de seus discípulos é apresentar o específico do discípulo. Em nosso caso há dois aspectos a ressaltar: o discípulo é servo e, como tal, renuncia a todo desejo de poder e prestígio. A consciência de sua condição de servo e a vida coerente com essa vocação é o caminho da felicidade. Na configuração da vida do servo ao seu Senhor está a felicidade. Para o relato, a predição da traição de Jesus por parte de um dos discípulos tem por finalidade prevenir os discípulos e, com isso, o leitor contra o escândalo que pudesse levar a certo esmorecimento, ao mesmo tempo em que dá uma chave de leitura para compreender o fato (cf. Sl 41,10). É, inclusive, um modo de dizer que a Escritura se cumpre em Jesus. Até mesmo a traição pode ser ocasião de fé na pessoa de Jesus” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
“Será que sabemos o nosso lugar em qualquer ambiente que seja? Sei o meu lugar na comunidade, na família, na sociedade, no campo profissional? Quando temos essa certeza, então nossa vida segue tranquila. Hoje, Jesus nos convida a pensar nosso lugar no Reino: somos servos e discípulos. E só seremos felizes quando exercermos o nosso trabalho na condição de um discípulo servidor, disse Jesus. E quando somos enviados em missão, o próprio Jesus vai em nós e conosco. Por isso, quem nos recebe, é ao Cristo mesmo que acolhe e, ainda mais, ao Pai, que é origem da missão. Jesus nos conhece e nos chamou. Ninguém é anônimo diante de Deus. Temos identidade e caráter diante dele” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
Ofereça ao Senhor os frutos da sua oração, da sua meditação e da contemplação da Palavra. Apresente o desejo que brotou em seu coração e peça a graça de vivê-lo durante o dia. Faça sua prece de agradecimento ou pedido.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual é a aplicação da Palavra em sua vida? O que você se propõe a viver hoje? Como pretende atingir este propósito?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas