Oração diária, Ninguém vai ao Pai senão por mim - Jo 14,6-14

Santos Felipe e Tiago Menor- Ano Litúrgico C

03 de maio de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, que eu saiba reconhecer-te na pessoa de Jesus, expressão consumada de teu amor misericordioso por todos os que desejam estar perto de ti.

PRIMEIRA LEITURA: 1Cor 15,1-8

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios

1Irmãos, quero lembrar-vos o evangelho que vos preguei e que recebestes, e no qual estais firmes. 2Por ele sois salvos, se o estais guardando tal qual ele vos foi pregado por mim. De outro modo, teríeis abraçado a fé em vão.
3Com efeito, transmiti-vos, em primeiro lugar, aquilo que eu mesmo tinha recebido, a saber: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras; 4que foi sepultado; que, ao terceiro dia, ressuscitou, segundo as Escrituras’; 5e que apareceu a Cefas e, depois, aos Doze. 6Mais tarde, apareceu a mais de quinhentos irmãos, de uma vez. Destes, a maioria ainda vive e alguns já morreram. 7Depois, apareceu a Tiago e, depois, apareceu aos apóstolos todos juntos. 8Por último, apareceu também a mim, como a um abortivo.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 19A(18A)

          — Seu som ressoa e se espalha em toda a terra.
— Seu som ressoa e se espalha em toda a terra.

— Os céus proclamam a glória do Senhor, e o firmamento, a obra de suas mãos; o dia ao dia transmite esta mensagem, a noite à noite publica esta notícia.

— Não são discursos nem frases ou palavras, nem são vozes que possam ser ouvidas; seu som ressoa e se espalha em toda a terra, chega aos confins do universo a sua voz.

EVANGELHO:  Jo 14,6-14

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, Jesus disse a Tomé: 6“Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vai ao Pai senão por mim. 7Se vós me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai. E desde agora o conheceis e o vistes”. 8Disse Filipe: “Senhor, mostra-nos o Pai, isso nos basta!” 9Jesus respondeu: “Há tanto tempo estou convosco, e não me conheces, Filipe? Quem me viu, viu o Pai. Como é que tu dizes: ‘Mostra-nos o Pai’? 10Não acreditas que eu estou no Pai e o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo, não as digo por mim mesmo, mas é o Pai que, permanecendo em mim, realiza as suas obras. 11Acreditai-me: eu estou no Pai e o Pai está em mim. Acreditai, ao menos, por causa destas mesmas obras. 12Em verdade, em verdade vos digo, quem acre¬di¬¬ta em mim fará as obras que eu faço, e fará ainda maiores do que estas. Pois eu vou para o Pai, 13e o que pedirdes em meu nome, eu o realizarei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho. 14Se pedirdes algo em meu nome, eu o realizarei”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Festa dos apóstolos São Filipe e São Tiago. Eles fazem parte daqueles primeiros que ouviram Jesus e o seguiram com entusiasmo. São mártires que deram a vida pela causa que abraçaram. Nos diálogos elaborados pelo evangelista São João, Filipe é um dos interlocutores que pede para ver o Pai. “Senhor, mostra-nos o Pai e isso nos basta”, diz ele a Jesus. A resposta de Jesus provoca espanto e admiração: “Quem me viu, viu o Pai”. O evangelista elabora com as palavras de Jesus, no diálogo com Filipe, o início da teologia da Santíssima Trindade. O que sabemos de Deus e o que podemos saber? Somente aquilo que ele mesmo nos revela, seja na natureza que ele criou, e que está ao alcance da nossa inteligência, seja por revelação explícita na Tradição e nas Escrituras. Ele fala por seu Filho. Quem ouve, transmite oralmente ou por escrito.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Hoje festejamos dois apóstolos: Filipe, aquele que pediu a Jesus que lhe mostrasse o Pai; e Tiago Menor, que participou, de forma atuante, do Concílio de Jerusalém. Os apóstolos, por graça do Espírito Santo, foram testemunhas da ressurreição de Cristo e fundamentais para a propagação de seu Evangelho. Seguindo seu exemplo, acolhamos a Palavra para o nosso dia.

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Leia-o e procure compreender o contexto do relato bíblico: lugares, pessoas, acontecimentos… Quais são as palavras ou gestos de Jesus? Qual tema perpassa a narrativa?
“A festa de São Filipe e São Tiago é a oportunidade de agradecer a Deus pelo dom da fé que recebemos dos apóstolos, que foram testemunhas oculares de tudo o que Jesus fez e ensinou. Nosso texto é parte do discurso de despedida de Jesus (13,31–14,31). O discurso é interrompido algumas vezes pela intervenção de alguns dentre os discípulos. Filipe quer ver Deus: ‘… mostra-nos o Pai’ (v. 8). Decepção e frustração para Jesus: ‘… há tanto tempo estou convosco, e não me conheces?… Como é que tu dizes: Mostra-nos o Pai!’ (v. 9). A falta de fé (cf. v. 10) impediu Filipe de compreender e fazer a experiência de que estar diante de Jesus é estar diante de Deus. Como todo discípulo, Filipe terá que fazer o longo e duro percurso da fé para poder compreender que ‘ele é a imagem do Deus invisível’ (Cl 1,15)” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
“Jesus demonstra toda sua intimidade com o Pai. Ninguém conhece mais o Pai do que ele próprio, seu Filho. Em um ambiente religioso onde não se ousava pronunciar o nome de Deus, dizer-se tão íntimo dele a ponto de chamá-lo de Pai soava como uma afronta ou, no mínimo, como muito estranho. Filipe não entende muita coisa, então pede para que Jesus mostre o Pai e pronto, tudo estaria resolvido, sem tantos mistérios. A provocação permitiu que Jesus dissesse algo extremamente novo e radical: ‘Quem me vê, vê o Pai’. Jesus se coloca na condição de imagem do Pai. Agora, Deus tem corpo, rosto, cor, carne… Tão próximo assim, acabou assustando a todos. Ele é Deus conosco!” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Depois de lê-lo, identificar qual seu tema central e escutar o que Deus queria dizer a você por meio dele, agora é o momento de abrir o seu coração ao Senhor, para contar-lhe tudo que se passa com você. Este é o momento de fazer sua oração e de apresentar ao Senhor suas preces.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual atitude você se propõe a viver hoje, a partir da meditação da Palavra?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas