Liturgia diária, O sábado é de Deus - Lc 6,6-11

23ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

09 de setembro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, abre minha mente para compreender tua santa vontade a fim de conformar minha vida com ela. E livra-me de qualquer tipo de preconceito.

PRIMEIRA LEITURA: Cl 1,24–2,3

Leitura da carta de são Paulo aos Colossenses – Irmãos, 24Agora me alegro nos sofrimentos suportados por vós. O que falta às tribulações de Cristo, completo na minha carne, por seu corpo que é a Igreja. 25Dela fui constituído ministro, em virtude da missão que Deus me conferiu de anunciar em vosso favor a realização da palavra de Deus, 26mistério este que esteve escondido desde a origem às gerações (passadas), mas que agora foi manifestado aos seus santos. 27A estes quis Deus dar a conhecer a riqueza e glória deste mistério entre os gentios: Cristo em vós, esperança da glória! 1Desejo realmente que estejais informados do árduo combate que sustento por amor de vós e dos de Laodicéia, assim como de todos os que ainda não me viram pessoalmente! 2Tudo sofro para que os seus corações sejam reconfortados e que, estreitamente unidos pela caridade, sejam enriquecidos de uma plenitude de inteligência, para conhecerem o mistério de Deus, isto é, Cristo, 3no qual estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 61(62)

          — A minha glória e salvação estão em Deus.
— A minha glória e salvação estão em Deus.

— Só em Deus a minha alma tem repouso, porque dele é que me vem a salvação! Só ele é meu rochedo e salvação, a fortaleza, onde encontro segurança!

— Povo todo, esperai sempre no Senhor, e abri diante dele o coração: nosso Deus é um refúgio para nós.

EVANGELHO: Lc 6,6-11

        – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 6Em outro dia de sábado, Jesus entrou na sinagoga e ensinava. Achava-se ali um homem que tinha a mão direita seca. 7Ora, os escribas e os fariseus observavam Jesus para ver se ele curaria no dia de sábado. Eles teriam então pretexto para acusá-lo. 8Mas Jesus conhecia os pensamentos deles e disse ao homem que tinha a mão seca: Levanta-te e põe-te em pé, aqui no meio. Ele se levantou e ficou em pé. 9Disse-lhes Jesus: Pergunto-vos se no sábado é permitido fazer o bem ou o mal; salvar a vida, ou deixá-la perecer. 10E relanceando os olhos sobre todos, disse ao homem: Estende tua mão. Ele a estendeu, e foi-lhe restabelecida a mão. 11Mas eles encheram-se de furor e indagavam uns aos outros o que fariam a Jesus

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

O sábado não é para ser desrespeitado. É para ser observado praticando-se o bem. Dia santo é dia de louvar a Deus fazendo o melhor para o próximo. Jesus curou a mão atrofiada de um homem que estava na sinagoga. Marcos e Lucas dizem que estavam observando Jesus para ver o que ele ia fazer. Em São Mateus, perguntaram a Jesus se era lícito curar aos sábados. Eles não sabiam se era permitido ou não fazer o bem para alguém deficiente físico no dia do Senhor? Na realidade, procuravam um motivo para acusar Jesus. Estavam com raiva e começaram a tramar a morte de Jesus. Os fariseus e os escribas tinham zelo pela Lei que devia ser observada, mas eram inseguros. Não sabiam viver sem a Lei. A vida para eles se resumia no que é permitido e no que é proibido. Ninguém nega a importância da lei, desde que seja justa e favoreça o pleno desenvolvimento humano. No entanto, apoiar-se somente na lei é sinal de preguiça mental. A boa lei supõe interpretações e exceções. Bem interpretado, o sábado existe para o ser humano.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
No início deste novo dia, peçamos que a Palavra de Deus esteja em nossa mente, em nosso coração e em nossas ações.
Rezemos: “Divino Espírito Santo, necessitamos muito de vossa ajuda para conhecer o caminho que devemos seguir. Temos necessidade de Vós, para que o nosso coração, inundado pela vossa consolação, se abra e que, muito além das palavras e dos conceitos, possamos perceber a vossa presença. Iluminai a nossa mente, movei o nosso coração, para que esta meditação produza em nós frutos de vida. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Em que contexto se dá a narrativa? Qual é o motivo da crítica dos fariseus? Qual é o significado do sábado para o povo? Qual é o ensinamento de Jesus?
“A prática do descanso sabático, com a sua respectiva interpretação, distancia, entre outras questões ligadas à prática e interpretação da Lei, Jesus de seus adversários, especificamente dos escribas e dos fariseus. É e será sempre oportuno lembrar que o dom da vida (criação) e da liberdade (saída do Egito) precedeu a Lei. É fundamental ter presente este dado, pois a Lei de Deus deve proteger o dom da vida e da liberdade. Através deste princípio Jesus interpreta e pratica a Lei. Daí a pertinência da pergunta de Jesus aos escribas e fariseus: ‘Eu vos pergunto se, no sábado, é permitido fazer o bem ou fazer o mal, salvar uma vida ou perdê-la?’. A pergunta de Jesus desvela o equívoco na prática legalista e rigorista do descanso sabático. Ademais, a prescrição deuteronômica do descanso sabático não diz que Deus descansa (cf. Dt 5,14-15). A memória da saída do Egito devia tornar presente ao povo a misericórdia de Deus e, ao mesmo tempo, levar todo o povo a proceder assim em relação aos semelhantes. Jesus diz: ‘Meu pai trabalha sempre, e eu também trabalho’ (Jo 5,17)” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você hoje? De que forma o Evangelho fortalece sua caminhada de fé? Qual palavra mais chamou sua atenção durante a leitura? As palavras e gestos de Jesus tocam a sua vida e inspiram as suas ações? O que Jesus pede a você hoje? Quais sentimentos a Palavra despertou em seu coração?
“Deus criou o sábado para o homem, para seu bem-estar, nunca para se tornar um peso ou mesmo para torná-lo maior do que o cuidado com a vida. O sábado não era para desumanizar os religiosos, mas para sensibilizá-los em relação às coisas de Deus, o que coloca o ser humano em primeiro lugar. Assim, Jesus, Senhor do sábado, cura o homem da mão seca, o que causa uma ira profunda nos escribas e fariseus. E Jesus não deixa por menos: o sábado é para fazer o bem e para salvar vidas. Não se deixando intimidar por um sistema religioso que oprimia, Jesus cura aquele homem. Essa obra e tantas outras que realizou lhe custariam a vida mais tarde. Façamos o bem em todos os dias da nossa vida!” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
O Senhor é nossa força, consolo e abrigo. A Ele entregamos a nossa vida e este novo dia. A Ele confiamos as pessoas que amamos e todas aquelas com as quais partilharemos a vida.

Contemplação (Vida e Missão)
Sintetize em poucas palavras o apelo que você sentiu em seu coração, para colocá-lo em prática durante o dia. O que você se propõe a viver hoje?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas