Liturgia diária, Exaltação da Santa Cruz - Jo 3,13-17
site-de-catequese

Exaltação da Santa Cruz – Ano Litúrgico A

14 de setembro de 2017

ORAÇÃO DO DIA

Pai, ao exaltar a cruz de teu Filho Jesus, quero abrir meu coração para que ela frutifique em mim, renovando minha disposição de ser totalmente fiel a ti.

PRIMEIRA LEITURA: Nm 21,4b-9

Leitura do livro dos Números – Naqueles dias, 4Partiram do monte Hor na direção do mar Vermelho, para contornar a terra de Edom. 5Mas o povo perdeu a coragem no caminho, e começou a murmurar contra Deus e contra Moisés: “Por que, diziam eles, nos tirastes do Egito, para morrermos no deserto onde não há pão nem água? Estamos enfastiados deste miserável alimento.” 6Então o Senhor enviou contra o povo serpentes ardentes, que morderam e mataram muitos. 7O povo veio a Moisés e disse-lhe: “Pecamos, murmurando contra o Senhor e contra ti. Roga ao Senhor que afaste de nós essas serpentes.” Moisés intercedeu pelo povo, 8e o Senhor disse a Moisés: “Faze para ti uma serpente ardente e mete-a sobre um poste. Todo o que for mordido, olhando para ela, será salvo.” 9Moisés fez, pois, uma serpente de bronze, e fixou-a sobre um poste. Se alguém era mordido por uma serpente e olhava para a serpente de bronze, conservava a vida

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 77

          — Das obras do Senhor, ó meu povo, não te esqueças!
— Das obras do Senhor, ó meu povo, não te esqueças!

— Escuta, ó meu povo, a minha Lei, ouve atento as palavras que eu te digo; abrirei a minha boca em parábolas, os mistérios do passado lembrarei.

— Quando os feria, eles então o procuravam, convertiam-se correndo para ele; recordavam que o Senhor é sua rocha e que Deus, seu Redentor, é o Deus Altíssimo.

— Mas apenas o honravam com seus lábios e mentiam ao Senhor com suas línguas; seus corações enganadores eram falsos e, infiéis, eles rompiam a Aliança.

— Mas o Senhor, sempre benigno e compassivo, não os matava e perdoava seu pecado; quantas vezes dominou a sua ira e não deu largas à vazão de seu furor.

EVANGELHO:  Jo 3,13-17

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 13Ninguém subiu ao céu senão aquele que desceu do céu, o Filho do Homem que está no céu. 14Como Moisés levantou a serpente no deserto, assim deve ser levantado o Filho do Homem, 15para que todo homem que nele crer tenha a vida eterna. 16Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. 17Pois Deus não enviou o Filho ao mundo para condená-lo, mas para que o mundo seja salvo por ele.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

A Festa da Exaltação da Santa Cruz celebra a cruz como instrumento de salvação e de vitória de Cristo sobre o demônio, o pecado e a morte. Já dizia São Paulo aos coríntios: “Nós anunciamos Cristo crucificado, que para os judeus é escândalo, para os gentios é loucura, mas para aqueles que são chamados, tanto judeus como gregos, é Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus”. A festa de hoje celebra a descoberta da cruz e a dedicação das basílicas do Gólgota e da Ressurreição. Segundo a tradição, a cruz foi descoberta em 326 por Santa Helena, mãe do imperador Constantino. A igreja do Santo Sepulcro foi construída no local da descoberta. No deserto, quem olhava para a figura da serpente levantada por Moisés era curado do veneno de cobra. Assim também, quem olha para Jesus Crucificado e nele crê é curado do veneno do demônio, liberto do pecado e não verá a morte eterna. Com a cruz nos cobrimos quando nos persignamos, iniciamos nossos encontros celebrativos com o sinal da cruz e com esse mesmo sinal abençoamos pessoas e objetos. O corpo martirizado do Verbo encarnado transformou um instrumento de suplício em instrumento de salvação. Pontífice, fez da cruz a ponte que liga a terra ao céu. Que, pelo sinal da santa cruz, Deus nosso Senhor nos livre dos nossos inimigos para vivermos em paz.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Hoje celebramos a Exaltação da Santa Cruz, “o mistério redentor”. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? “Ninguém subiu ao céu senão aquele que desceu do céu: o Filho do Homem.” Faça a leitura do Evangelho lenta e atentamente, quantas vezes julgar necessário. Reflita bem sobre o sentido de cada versículo, repita aqueles que mais lhe chamaram atenção e procure identificar a mensagem central do texto.

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Aproxime-se da Palavra novamente, faça a sua meditação e procure identificar o caminho que o Senhor lhe indica.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Orar significa conversar com Deus, que derrama sua misericórdia sobre todos que se aproximam dele. Faça sua oração pessoal e apresente ao Senhor suas necessidades e a realidade daqueles que o(a) cercam.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.