Oração diária Todos os Santos

Todos os Santos – Ano Litúrgico C

06 de novembro de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Pai, move-me pelo Espírito a trilhar o caminho da santidade, colocando minha vida em tuas mãos e buscando viver as bem-aventuranças proclamadas por teu Filho Jesus.

PRIMEIRA LEITURA: Ap 7,2-4.9-14

Livro do Apocalipse de São João – Eu, João, 2vi um outro anjo, que subia do lado onde nasce o sol. Ele trazia a marca do Deus vivo e gritava, em alta voz, aos quatro anjos que tinham recebido o poder de danificar a terra e o mar, dizendo-lhes: 3“Não façais mal à terra, nem ao mar, nem às árvores, até que tenhamos marcado na fronte os servos do nosso Deus”.
4Ouvi então o número dos que tinham sido marcados: eram cento e quarenta e quatro mil, de todas as tribos dos filhos de Israel.
9Depois disso, vi uma multidão imensa de gente de todas as nações, tribos, povos e línguas, e que ninguém podia contar. Estavam de pé diante do trono e do Cordeiro; trajavam vestes brancas e traziam palmas na mão. 10Todos proclamavam com voz forte: “A salvação pertence ao nosso Deus, que está sentado no trono, e ao Cordeiro”.
11Todos os anjos estavam de pé, em volta do trono e dos Anciãos, e dos quatro Seres vivos, e prostravam-se, com o rosto por terra, diante do trono. E adoravam a Deus, dizendo: 12“Amém. O louvor, a glória e a sabedoria, a ação de graças, a honra, o poder e a força pertencem ao nosso Deus para sempre. Amém”. 13E um dos Anciãos falou comigo e perguntou: “Quem são esses vestidos com roupas brancas? De onde vieram?”
14Eu respondi: “Tu é que sabes, meu senhor”.
E então ele me disse: “Esses são os que vieram da grande tribulação. Lavaram e alvejaram as suas roupas no sangue do Cordeiro”. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO

          — É assim a geração dos que procuram o Senhor!
— É assim a geração dos que procuram o Senhor!

— Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra,/ o mundo inteiro com os seres que o povoam;/ porque ele a tornou firme sobre os mares,/ e sobre as águas a mantém inabalável.

— “Quem subirá até o monte do Senhor,/ quem ficará em sua santa habitação?”/ “Quem tem mãos puras e inocente coração,/ quem não dirige sua mente para o crime.

— Sobre este desce a bênção do Senhor/ e a recompensa de seu Deus e Salvador”./ “É assim a geração dos que o procuram,/ e do Deus de Israel buscam a face”

SEGUNDA LEITURA: Ap 7,2-4.9-14

Primeira Carta de São João – Caríssimos: 1Vede que grande presente de amor o Pai nos deu: de sermos chamados filhos de Deus! E nós o somos! Se o mundo não nos conhece, é porque não conheceu o Pai.
2Caríssimos, desde já somos filhos de Deus, mas nem sequer se manifestou o que seremos! Sabemos que, quando Jesus se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque o veremos tal como ele é. 3Todo o que espera nele purifica-se a si mesmo, como também ele é puro. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

EVANGELHO: Mt 5,1-12a

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, 2e Jesus começou a ensiná-los:
3“Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus.
4Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados.
5Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra.
6Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados.
7Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia.
8Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus.
9Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus.
10Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus!
11Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e, mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim. 12aAlegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Quem são os Santos? São homens e mulheres que viveram neste mundo, muito unidos a Jesus Cristo e de acordo com os seus ensinamentos. Eles viveram por causa de Cristo e de seu evangelho. Por isso dizemos que a melhor interpretação da Bíblia é a vida dos Santos e das Santas. Foram heróis e heroínas que viveram com dedicação e firmeza, com gosto e intensidade, com paciência e alegria; viveram de forma heroica as virtudes teologais da fé, da esperança e da caridade, e as virtudes cardiais da prudência, da justiça, da fortaleza e da temperança. Foi gente que valeu a pena. Se eles e elas puderam, por que não posso também? – perguntava-se Santo Agostinho.
Os Santos são intercessores, eles rezam por nós e são modelos de vida. Seu exemplo nos anima. Colocamos em casa e nas igrejas os seus retratos, suas imagens e seus ícones, para nos lembrarmos de que eles são vitoriosos e nós podemos ser como eles. Não fazemos pinturas e imagens para adorá-las. Adoramos a Deus somente. Quadros e imagens são uma lembrança constante de como se vive o evangelho e que temos bons amigos e companheiros de caminhada lá no céu intercedendo por nós. Essa gente toda viveu as bem-aventuranças.
Foram pobres, aflitos, mansos, justos, misericordiosos, puros de coração, promotores da paz, defensores da justiça, firmes na fé em Jesus Cristo. Verdadeiros filhos de Deus, viveram na fé e agora vivem na visão. Aqui acreditaram, agora eles veem o que são na glória de Deus. Enfrentaram a tribulação e saíram vitoriosos. No sangue do Cordeiro eles se lavaram e purificaram. São homens e mulheres que na liturgia celeste cantam a vitória de Cristo e de todos os que viveram os seus ensinamentos. Lá estão os filhos do povo de Israel e uma multidão proveniente de todos os povos, cujo coração Deus conheceu.
Deles é a terra e o Reino dos Céus, alcançaram misericórdia e veem a Deus. Aguentaram firmes por causa de Cristo e receberam uma grande recompensa no céu. Um deles, o Apóstolo Paulo, escreveu aos filipenses: “Tudo posso naquele que me dá força”. Você não pode o que estes e estas puderam? Com a força de Deus somos capazes de ter os nossos corações fixos onde estão as verdadeiras alegrias, somos capazes de não precisar de muita coisa para viver bem, somos capazes de dar as mãos aos outros e caminhar juntos, somos capazes de partilhar a comida, as vestes e o teto, somos capazes de sorrir, abraçar e perdoar. Às vezes se ouve alguém dizer: Este santo é mais para ser admirado do que para ser imitado. O importante mesmo é olhar para onde todos eles olham: Cristo e o povo.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Solenidade de Todos os Santos. A liturgia de hoje é festiva para todos os fiéis, pois nossa vocação comum é à santidade. O Evangelho das bem-aventuranças nos coloca no caminho concreto para a transformação deste mundo em um mundo de fraternidade, justiça e paz.
Rezemos: “Senhor Jesus, dá-me um coração simples para compreender a riqueza de ensinamentos escondida em tua Palavra. Envia teu Espírito Santo para que eu não tenha medo de escutá-la e vivê-la conforme a tua vontade. Que a Palavra transforme o meu coração através da fé e da confiança que eu deposito em ti. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Liste as nove bem-aventuranças presentes no Evangelho. A quem Jesus está instruindo? Qual é o seu ensinamento?
“A primeira bem-aventurança é o fundamento de todas as demais: ‘Bem-aventurados os pobres em espírito porque deles é o Reino dos Céus’. No ser humano, há um espírito que ele recebeu de Deus, que o chamou à existência (Gn 2,7). A pobreza de espírito é em relação a Deus, isto é, diante de Deus o ser humano se encontra ‘desnudo’. Para o discípulo, viver essa realidade de maneira concreta é assumi-la com o coração puro, experimentá-la no mais profundo do ser, lá onde aflora a presença de Deus. Nesse sentido, as bem-aventuranças são um apelo a viver a vida em referência a Deus e na esperança de que a recompensa vem do alto. Não há nenhum espaço para a passividade, pois o Espírito que age em nós nos conduz a um compromisso efetivo com o Reino de Deus. A perspectiva escatológica de cada bem-aventurança é o fundamento da vida moral, do agir concreto do cristão no mundo. As bem-aventuranças, gênero literário bastante atestado no Antigo Testamento, fazem parte do longo discurso denominado sermão da montanha (Mt 5–7)” (Reflexão de Pe. Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Com qual bem-aventurança você mais se identifica? Trazendo o texto para os nossos dias, quem são os pobres no espírito? Quem são os que choram, os mansos, os que têm fome e sede de justiça? Quem são os misericordiosos, os puros de coração, os que promovem a paz, os que são perseguidos por causa da justiça? O que Jesus pede a você hoje? Quais sentimentos a Palavra despertou em você?

Oração (Vida)
A oração é a resposta à Palavra de Deus, que brota da escuta e da meditação do texto sagrado. Entregue ao Senhor tudo o que a Palavra despertou em seu coração.
“Senhor Jesus, tu és o Caminho. Em meio a sombras e luzes, alegrias e esperanças, tristezas e angústias, Tu nos levas ao Pai. Não nos deixes caminhar sozinhos. Fica conosco, Senhor! Tu és a Verdade. Desperta nossas mentes e faze arder nossos corações sedentos de justiça e santidade. Ajuda-nos a sentir a beleza de crer em Ti. Fica conosco, Senhor! Tu és a Vida. Abre nossos olhos para Te reconhecermos no ‘partir o Pão’, sublime sacramento da Eucaristia. Alimenta-nos com o Pão da Unidade. Sustenta-nos em nossos sofrimentos, faze-nos solidários com os pobres, os oprimidos e os excluídos. Fica conosco, Senhor! Jesus Cristo, Caminho, Verdade e Vida, no vigor do Espírito Santo, faze-nos teus discípulos missionários. Com a humilde serva do Senhor, nossa Mãe Aparecida, queremos ser alegres no Caminho para a Terra Prometida. Corajosas testemunhas da Verdade libertadora. Promotores da vida em plenitude. Fica conosco, Senhor! Amém” (Oração composta pela Arquidiocese de Brasília).

Contemplação (Vida e Missão)
Com a Palavra de Deus na mente e no coração, qual atitude você se propõe a viver no dia de hoje?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Equipe de Redação Paulinas Internet