Liturgia diária, Ficai atentos e orai a todo momento - Lc 21,34-36

34ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

02 de dezembro de 2017

ORAÇÃO DO DIA

Pai, ajuda-me a estar em permanente vigilância e oração, preparando-me para o encontro com teu Filho Jesus e ser acolhido por ele.

PRIMEIRA LEITURA: Dn 7,15-27

Leitura da Profecia de Daniel – 15“Fiquei chocado em meu íntimo: eu, Daniel, fiquei aterrorizado com estas coisas, e as visões da imaginação me deixaram perturbado. 16Aproximei-me de um dos presentes e pedi-lhe que me desse explicações sobre o significado de tudo aquilo. Respondeu-me, fazendo-me conhecer a interpretação das coisas: 17‘Estes quatro possantes animais são quatro reinos que surgirão na terra; 18mas os que receberão o reino são os santos do Altíssimo; eles ficarão de posse do reino por todos os séculos, eternamente’.
19Depois, quis ser mais bem informado a respeito do quarto animal, que era bastante diferente dos outros e o mais terrível de todos, com seus dentes de ferro e garras de bronze, sempre devorando e triturando, e calcando aos pés o que restava; 20e ainda a respeito dos dez chifres que tinha na cabeça, e sobre o outro que nascera e fizera cair outros três, sobre o chifre que tinha olhos e boca, e que fazia ouvir uma fala forte, e era maior que os outros. 21Eu continuava a olhar, e eis que este chifre combatia com os santos e vencia, 22até que veio o Ancião de muitos dias e fez justiça aos santos do Altíssimo, e chegou o tempo para os santos entrarem na posse do reino.
23Respondeu-me assim: ‘O quarto animal é um quarto reino que surgirá na terra, e que será maior do que todos os outros reinos; há de devorar a terra inteira, espezinhá-la e esmagá-la. 24Quanto aos dez chifres do reino, serão dez reis; um outro surgirá depois deles, e este será mais poderoso do que seus antecessores, e abaterá os três reis, 25e articulará insolências contra o Altíssimo e perseguirá seus santos e se julgará em condições de mudar os tempos e a lei; os santos serão entregues ao seu arbítrio por um tempo, por tempos e por um meio-tempo; 26o tribunal se estabelecerá, e ao chifre será tirado o poder, até ser destruído e desaparecer para sempre; 27e então, que seja dado o reino, o poder e a grandeza dos reinos que existem sob o céu ao povo dos santos do Altíssimo, cujo reino é um reino eterno, e a quem todos os reis servirão e prestarão obediência”. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO Dn 3,82s

— Louvai-o e exaltai-o, pelos séculos sem fim!
— Louvai-o e exaltai-o, pelos séculos sem fim!

— Filhos dos homens, bendizei o Senhor!

— Filhos de Israel, bendizei o Senhor!

— Sacerdotes do Senhor, bendizei o Senhor!

— Servos do Senhor, bendizei o Senhor!

— Almas dos justos, bendizei o Senhor!

— Santos e humildes, bendizei o Senhor!

EVANGELHO:  Lc 21,34-36

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

         Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 34“Tomai cuidado para que vossos corações não fiquem insensíveis por causa da gula, da embriaguez e das preocupações da vida, e esse dia não caia de repente sobre vós; 35pois esse dia cairá como uma armadilha sobre todos os habitantes de toda a terra.
36Portanto, ficai atentos e orai a todo momento, a fim de terdes força para escapar a tudo o que deve acontecer e para ficardes de pé diante do Filho do Homem”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Nos dias do julgamento do universo é preciso estar de pé diante do filho do Homem. Literalmente de pé, sem estar caído por terra por causa de excessos, de embriaguez ou das preocupações da vida. Caídos por terra e pesados, somos presa fácil dos acontecimentos. Leves e livres como o vento, escapamos de tudo o que deve acontecer. De nós se pede atenção e oração. Estar atentos para não sermos surpreendidos por nada. Estar em oração a todo momento, em estado contínuo, intimamente unidos a Deus, vivendo já agora o que virá depois e se perpetuará na eternidade. Estamos terminando o Tempo Comum e vamos começar o Advento. É o Dia do Senhor, o Dia de Cristo, a hora do julgamento do universo. Olhamos para a frente, para o alto, de onde virá o Juiz Salvador. Ele já veio na fragilidade de uma criança. Ele virá na força do vencedor. Ele está vindo o tempo todo na sua misericórdia. Viver o momento presente como se fosse o último de nossa existência terrena nos torna vigilantes e livres. Nosso mundo é belo e é para ser vivido com intensidade e sabedoria, na leveza do Espírito que sopra onde quer. O mundo condenável é o da embriaguez e do excesso de apego ao que é transitório na multiplicação de desejos e preocupações. Neste mundo nos perdemos, vagando sem rumo certo, com o coração pesado, sem poder estar em pé. Que os nossos corações se fixem onde estão as verdadeiras alegrias.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Neste novo dia, a Palavra nos convida à oração. Diante das adversidades que o mundo nos apresenta, é o próprio Senhor quem nos diz: “Ficai atentos e orai a todo momento…” Que a leitura orante da Palavra nos fortaleça ao longo do dia e nos mantenha vigilantes na espera do Senhor.
Rezemos: “Vem, Espírito Santo! Faze-nos amar as Escrituras, para reconhecermos a voz viva de Jesus. Torna-nos humildes e simples, a fim de compreendermos os mistérios do Reino de Deus. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? A quem Jesus está instruindo? Qual é o apelo central da narrativa? Destaque as palavras ou frases que mais chamaram sua atenção durante a leitura. Silencie seu coração e permita que a Palavra ilumine a sua vida.
“Lucas encerra o ‘discurso escatológico’ de Jesus sobre a ruína do Templo e de Jerusalém com as exortações à vigilância e à oração contínua. São duas atitudes fundamentais na vivência no Reino de Deus, na comunidade e na missão. ‘Cuidado’, pois muitas são as seduções que procuram afastar o discípulo do caminho do seguimento de Jesus. O mercado, que gera lucros fabulosos aos donos do poder a partir da exploração dos oprimidos, seduz e ilude ao prometer enriquecimento e ao oferecer sofisticados produtos de consumo. O empenho em usufruir disso escraviza, torna o coração pesado e individualista, devido à preocupação com o gozo e o sucesso pessoal. Portanto, ‘vigiai e orai a todo momento’. Vigiar é preservar a liberdade e estar atento às necessidades dos pobres e oprimidos, procurando libertá-los de estruturas e mecanismos de dominação que os exploram. A oração contínua vem do coração, do compromisso, em comunidade. Orar é estar na presença de Deus, identificando-se com sua vontade e buscando luzes e forças para realizá-la” (Reflexão de José Raimundo Oliva, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
“Quantas pessoas ignoram a mensagem do Evangelho, ou mesmo manipulam sua interpretação, ou ainda são indiferentes aos apelos de Jesus? Claro, cada pessoa faz suas escolhas, que lhe acompanham pelo resto da vida. Mas não podemos ficar indiferentes ao dia do nosso encontro definitivo com o Senhor. Que não sejamos surpreendidos por esse dia! Temos uma vida inteira para uma sincera e profunda conversão. Porém, quantos se entregam aos excessos, à embriaguez, às preocupações da vida, e justificam não ter tempo para Deus, nem para uma sadia espiritualidade? O convite é que fiquemos atentos e oremos sem cessar, para estar de pé diante do Filho do Homem” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra 2017”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
Oração ao Espírito Santo, do papa Paulo VI: “Ó Espírito Santo! Dai-me um coração grande, aberto à vossa silenciosa e forte palavra inspiradora; fechado a todas as ambições mesquinhas, alheio a qualquer desprezível competição humana, compenetrado do sentido da Santa Igreja! Um coração grande, desejoso de se tornar semelhante ao Coração do Senhor Jesus. Um coração grande e forte, para amar a todos, para servir a todos, para sofrer por todos. Um coração grande e forte, para superar todas as provações, todo tédio, todo cansaço, toda ofensa, toda desilusão. Um coração grande e forte e constante até o sacrifício, quando for necessário. Um coração cuja felicidade é palpitar com o coração de Cristo e cumprir humilde e fielmente a vontade do Pai. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)
Com a Palavra de Deus na mente e no coração, qual atitude você se propõe a viver hoje?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.