Liturgia diária Imaculado Coração de Maria

Imaculado Coração de Maria – Ano Litúrgico C

04 de junho de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Espírito que orienta nossa vida para Deus, ajuda-me a crescer, cada dia, em sabedoria e graça, buscando, como Jesus, adequar minha vida ao querer do Pai.

PRIMEIRA LEITURA:  Is 61,9-11  

Leitura do Livro do Profeta Isaías – 9A descendência do meu povo será conhecida entre as nações, e seus filhos se fixarão no meio dos povos; quem os vir há de reconhecê-los como descendentes abençoados por Deus.
10Exulto de alegria no Senhor e minha alma regozija-se em meu Deus; ele me vestiu com as vestes da salvação, envolveu-me com o manto da justiça e adornou-me como um noivo com sua coroa, ou uma noiva com suas jóias. 11Assim como a terra faz brotar a planta e o jardim faz germinar a semente, assim o Senhor Deus fará germinar a justiça e a sua glória diante de todas as nações – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 1Sm 2,1.4-8

— Meu coração se regozija no Senhor.
— Meu coração se regozija no Senhor.

— Exulta no Senhor meu coração, e se eleva a minha fronte no meu Deus; minha boca desafia os meus rivais porque me alegro com a vossa salvação.

— O arco dos fortes foi dobrado, foi quebrado, mas os fracos se vestiram de vigor. Os saciados se empregaram por um pão, mas os pobres e os famintos se fartaram. Muitas vezes deu à luz a que era estéril, mas a mãe de muitos filhos definhou.

— É o Senhor quem dá a morte e dá a vida, faz descer à sepultura e faz voltar; é o Senhor quem faz o pobre e faz o rico, é o Senhor quem nos humilha e nos exalta.

— O Senhor ergue do pó o homem fraco, do lixo ele retira o indigente, para fazê-los assentar-se com os nobres num lugar de muita honra e distinção.

EVANGELHO: Lc 2,41-51

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

41Os pais de Jesus iam todos os anos a Jerusalém, para a festa da Páscoa. 42Quando ele completou doze anos, subiram para a festa, como de costume. 43Passados os dias da Páscoa, começaram a viagem de volta, mas o menino Jesus ficou em Jerusalém, sem que seus pais o notassem.
44Pensando que ele estivesse na caravana, caminharam um dia inteiro. Depois começaram a pro­curá-lo entre os parentes e conhecidos. 45Não o tendo encontrado, voltaram para Jerusalém à sua procura. 46Três dias depois, o encontraram no Templo. Estava sentado no meio dos mestres, escutando e fazendo perguntas.
47Todos os que ouviam o menino estavam maravilhados com sua inteligência e suas respostas. 48Ao vê-lo, seus pais ficaram muito admirados e sua mãe lhe disse: “Meu filho, por que agiste assim conosco? Olha que teu pai e eu estávamos, angustiados, à tua procura”. 49Jesus respondeu: “Por que me procu­ráveis? Não sabeis que devo estar na casa de meu Pai?” 50Eles, porém, não compreenderam as palavras que lhes dissera. 51Jesus desceu então com seus pais para Nazaré, e era-lhes obediente. Sua mãe, porém, conservava no coração todas estas coisas.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Maria é Mãe, com um grande coração, sensível e cheio de ternura, preocupado com o constrangimento dos noivos nas bodas de Caná, quando faltou vinho, prestativo na gravidez de Santa Isabel. Pio XII, no dia 31 de outubro de 1942, consagrou o mundo todo ao Coração Imaculado de Maria, em atendimento a um pedido que lhe chegava por meio da Beata Alexandrina Maria da Costa, portuguesa da Arquidiocese de Braga. Na memória do Coração de Maria, a Igreja reza no Prefácio: “Deste à Virgem Maria um coração sábio e dócil, disposto sempre a agradar-te; um coração novo e humilde, para gravar nele a lei da nova Aliança; um coração simples e limpo, que a fez digna de conceber virginalmente teu Filho e a fez idônea para contemplar-te eternamente; um coração firme e disposto para suportar com fortaleza a espada de dor e esperar, cheia de fé, a ressurreição do seu Filho”.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Na liturgia de hoje, celebramos a memória do Imaculado Coração de Maria e somos convidados a refletir sobre a sua presença na vida de Jesus e em nossa vida. Com a mesma disponibilidade de Maria, acolhamos a Palavra de Deus e abramo-nos a ela, para que se realize em nós.
Rezemos: “Senhor Jesus Cristo, envia sobre nós, como prometeste, teu Espírito Santo. Que Ele nos conceda a vida e nos ensine a plenitude da verdade. Que nele encontremos a salvação, felicidade e plenitude de amor. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Leia-o acolhendo cada palavra em seu coração. Imagine a preocupação de José e Maria quando não encontraram o filho na caravana. O que significa a presença de Jesus no templo entre os mestres? Como entendo a resposta de Jesus: “Por que me procuráveis? Não sabíeis que eu devo estar naquilo que é de meu Pai?”? De que forma Maria participa da vida de Jesus e de sua missão?
“Esse relato de Jesus encontrado no Templo de Jerusalém aos doze anos é a transição entre os relatos da infância e os da vida pública, a partir do batismo por João Batista. Doze anos é a idade da maturidade religiosa em que o menino judeu assume as obrigações legais, tornando-se ‘filho do preceito’. Todo o relato está centrado nas primeiras palavras de Jesus, no evangelho segundo Lucas. Essas palavras estão voltadas para o futuro, evocam e confirmam a palavra do anjo a Maria, quando do anúncio do nascimento de Jesus: ele ‘será chamado filho de Deus’ (Lc 1,35). Maria e José não compreenderam o significado do que ele lhes dissera. Terão que fazer, como todo discípulo, um longo itinerário de acompanhamento de Jesus, passando pelo drama da paixão e morte, para, à luz da ressurreição do Senhor, poderem compreender que aquele a quem eles haviam dado uma existência histórica era o Filho de Deus. O que é de Deus precisa ser tratado no âmbito do coração, pois ultrapassa o que a razão entregue a si mesma pode alcançar. É no coração que brota o mistério de Deus e sua compreensão” (Pe. Carlos Alberto Contieri, em “A Bíblia dia a dia”, Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você, hoje? Como você compreende a missão de José e de Maria? De que forma reconhece a presença de Maria em sua vida?
Reflita sobre o tema com esta música:

Oração (Vida)
“Ó Virgem Maria, nós vos veneramos porque vós sois a Mãe de Deus e nossa. Sois santa e imaculada, consagrada a Cristo, vosso Filho, e unida ao Espírito Santo. Ó Mãe da Igreja, dai-nos amar a família dos filhos de Deus e dos irmãos de Jesus. Nós vos pedimos por todos os fiéis que participam de nossas paróquias e comunidades e os demais, espalhados pelo mundo inteiro.
Pedimos-vos pelos fiéis leigos, para que vivam os sacramentos do Batismo e da Crisma e da Eucaristia pelo testemunho da fé, do amor e da esperança. Pelos fiéis casados, para que expressem pelo sacramento do Matrimônio seu amor conjugal e sejam responsáveis na construção da própria família.
Pedimos-vos pelo Papa, para que seja reconhecido e amado como Sucessor de Pedro e Vigário de vosso Filho. Pelos bispos, para que sejam acolhidos e respeitados como Sucessores dos Apóstolos. Pelos sacerdotes, para que vivam como ministros do vosso Filho, Mestre e Sacerdote. Pelos diáconos, para que sejam servidores disponíveis do povo de Deus.
Pedimos-vos pelos religiosos e pelas religiosas, para que expressem sua consagração a Deus no mundo, pela vivência dos conselhos evangélicos e dos diferentes carismas de suas Ordens, Congregações ou Institutos. Ó Maria, abençoai e defendei a Igreja do vosso Filho na variedade de seus dons, serviços e ministérios! Amém.”
(Oração retirada do livro “Maria da nossa fé”, Paulinas Editora)

Contemplação (Vida e Missão)
Qual é a aplicação da Palavra de Deus em sua vida? O que você se propõe a viver? Como pretende atingir esse propósito?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.