Oração diária, Jesus é apresentado no Templo, segundo a Lei de Moisés - Lc 2,22-40

Apresentação do Senhor – Ano Litúrgico C

02 de fevereiro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, a exemplo de Simeão e de Ana, faze-me penetrar no mais profundo do mistério de teu Filho Jesus, e torna-me proclamador da salvação presente na nossa história

PRIMEIRA LEITURA: Ml 3,1-4

Leitura da Profecia de Malaquias – Assim diz o Senhor: 1Eis que envio meu anjo, e ele há de preparar o caminho para mim; logo chegará ao seu templo o Dominador, que tentais encontrar, e o anjo da aliança, que desejais. Ei-lo que vem, diz o Senhor dos exércitos; 2e quem poderá fazer-lhe frente, no dia de sua chegada? E quem poderá resistir-lhe, quando ele aparecer? 
Ele é como o fogo da forja e como a barrela dos lavadeiros; 3e estará a postos, como para fazer derreter e purificar a prata: assim ele purificará os filhos de Levi e os refinará como ouro e como prata, e eles poderão assim fazer oferendas justas ao Senhor. 
4Será então aceitável ao Senhor a oblação de Judá e de Jerusalém, como nos primeiros tempos e nos anos antigos. 

— Palavra do Senhor.
— Graças a Deus!

Ou (escolhe-se uma das leituras)

Primeira Leitura (Hb 2,14-18)

Leitura da Carta aos Hebreus. 

Irmãos, 14visto que os filhos têm em comum a carne e o sangue, também Jesus participou da mesma condição, para assim destruir, com a sua morte, aquele que tinha o poder da morte, isto é, o diabo, 15e libertar os que, por medo da morte, estavam a vida toda sujeitos à escravidão. 16Pois, afinal, não veio ocupar-se com os anjos, mas com a descendência de Abraão.
17Por isso devia fazer-se em tudo semelhante aos irmãos, para se tornar um sumo-sacerdote misericordioso e digno de confiança nas coisas referentes a Deus, a fim de expiar os pecados do povo. 18Pois, tendo ele próprio sofrido ao ser tentado, é capaz de socorrer os que agora sofrem a tentação. 

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 24

          — O Rei da glória é o Senhor onipotente!
— O Rei da glória é o Senhor onipotente!

— “Ó portas, levantai vossos frontões! Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, a fim de que o Rei da glória possa entrar!”

— Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?”. “É o Senhor, o valoroso, o onipotente, o Senhor, o poderoso nas batalhas!”

— “Ó portas, levantai vossos frontões! Elevai-vos bem mais alto, antigas portas, a fim de que o Rei da glória possa entrar!”

— Dizei-nos: “Quem é este Rei da glória?”. “O Rei da glória é o Senhor onipotente, o Rei da glória é o Senhor Deus do universo.”

EVANGELHO: Lc 2,22-40

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
          – Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

22Quando se completaram os dias para a purificação da mãe e do filho, conforme a lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, a fim de apresentá-lo ao Senhor. 23Conforme está escrito na lei do Senhor: “Todo primogênito do sexo masculino deve ser consagrado ao Senhor”.
24Foram também oferecer o sacrifício — um par de rolas ou dois pombinhos — como está ordenado na Lei do Senhor. 25Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeão, o qual era justo e piedoso, e esperava a consolação do povo de Israel. O Espírito Santo estava com ele 26e lhe havia anunciado que não morreria antes de ver o Messias que vem do Senhor.
27Movido pelo Espírito, Simeão veio ao Templo. Quando os pais trouxeram o menino Jesus para cumprir o que a Lei ordenava, 28Simeão tomou o menino nos braços e bendisse a Deus: 29“Agora, Senhor, conforme a tua promessa, podes deixar teu servo partir em paz; 30porque meus olhos viram a tua salvação, 31que preparaste diante de todos os povos: 32luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel”. 
33O pai e a mãe de Jesus estavam admirados com o que diziam a respeito dele. 34Simeão os abençoou e disse a Maria, a mãe de Jesus: “Este menino vai ser causa tanto de queda como de reerguimento para muitos em Israel. Ele será um sinal de contradição. 35Assim serão revelados os pensamentos de muitos corações. Quanto a ti, uma espada te traspassará a alma”.
36Havia também uma pro­fe­tisa, chamada Ana, filha de Fa­nuel, da tribo de Aser. Era de idade muito avançada; quando jovem, tinha sido casada e vivera sete anos com o marido. 37Depois ficara viúva, e agora já estava com oitenta e quatro anos. Não saía do Templo, dia e noite servindo a Deus com jejuns e orações. 38Ana chegou nesse momento e pôs-se a louvar a Deus e a falar do menino a todos os que esperavam a libertação de Jerusalém.
39Depois de cumprirem tudo, conforme a Lei do Senhor, voltaram à Galileia, para Nazaré, sua cidade. 40O menino crescia e tornava-se forte, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava com ele. 

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor!

Ou (escolhe-se um dos evangelhos)

Evangelho (Lc 2,22-32)

— O Senhor esteja convosco!
— Ele está no meio de nós.
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.
— Glória a vós, Senhor!

22Quando se completaram os dias para a purificação da mãe e do filho, conforme a Lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, a fim de apresentá-lo ao Senhor. 23Conforme está escrito na Lei do Senhor: “Todo primogênito do sexo masculino deve ser consagrado ao Senhor”. 24 Foram também oferecer o sacrifício um par de rolas ou dois pombinhos – como está ordenado na Lei do Senhor. 25Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeão, o qual era justo e piedoso, e esperava a consolação do povo de Israel. O Espírito Santo estava com ele 26e lhe havia anunciado que não morreria antes de ver o Messias que vem do Senhor. 27Movido pelo Espírito, Simeão veio ao Templo. Quando os pais trouxeram o menino Jesus para cumprir o que a Lei ordenava, 28Simeão tomou o menino nos braços e bendisse a Deus: 29“Agora, Senhor, conforme a tua promessa, podes deixar teu servo partir em paz; 30porque meus olhos viram a tua salvação,31que preparaste diante de todos os povos: 32luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel” – 

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Quarenta dias depois de seu nascimento, Jesus é apresentado no Templo, segundo a Lei de Moisés. É acolhido pelo velho Simeão e pela profetisa Ana, que bendizem a Deus e falam do menino a quem esperava a salvação. Feliz, Simeão já podia morrer, porque seus olhos viram a luz das nações e a glória de Israel. Muitos, na Igreja, renovam hoje sua consagração total ao serviço de Deus.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Celebramos a Festa da Apresentação do Senhor. Silenciando seu coração, abra-o para o diálogo com Deus por meio de sua Palavra. Deixe-se conduzir pela ação do Espírito Santo, que reza em nós, dizendo: “Ó Divino Espírito, ensina-me tudo quanto Jesus ensinou. Dá-me inteligência para entender; memória para lembrar; vontade dócil para praticar; coração generoso para corresponder aos teus convites. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o Evangelho? Em uma leitura atenta, observe os diferentes elementos presentes no texto. Qual é o tema central do Evangelho de hoje? Quais personagens aparecem na narrativa? O que Simeão fala a respeito do Menino? O que é comunicado a Maria?
“A festa da Apresentação do Senhor é celebrada quarenta dias depois do Natal. Lucas não tem preocupação com a exatidão histórica nem com a exatidão em mencionar o uso dos costumes judaicos, pois a apresentação do recém-nascido ao Senhor e a purificação da mãe que deu à luz são ritos distintos. Em nosso texto, o evangelista parece confundi-los (Lv 12,1ss; Ex 13,1.11-12). Lucas omite toda a questão relativa ao resgate, prescrito pela Lei (cf. Nm 3,47-48). Lucas, contudo, parece querer fazer os seus leitores, cristãos da segunda geração de cristãos e de cultura grega, compreenderem que as promessas do Antigo Testamento se realizam em Jesus Cristo. Simeão, homem cheio do Espírito Santo, e a profetisa Ana, mulher da palavra inspirada, são como que os olhos e voz do Antigo Testamento que contempla e proclama a salvação realizada por Deus em Jesus Cristo. A cada noite, a Igreja canta o cântico de Simeão, o Nunc Dimitis; ela o faz para proclamar a cada dia, sem exceção, a realidade da salvação oferecida a todas as pessoas e que continua atuante na vida do universo inteiro” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
“José e Maria eram muito religiosos e cumpridores das exigências da lei de Moisés. Que belo exemplo para as nossas famílias, que precisam entender o fundamental da religião, nessa que chamamos ‘Igreja Doméstica’. Uma família sem espiritualidade está vulnerável aos ataques do inimigo de Deus. Sem fé, as famílias não se sustentam. Na apresentação do Senhor, no Templo, a confirmação de que ele é o enviado do Pai. Simeão atesta isso, na força do Espírito, e a profetisa Ana também. Depois de consagrá-lo, seus pais voltaram para sua terra e Jesus crescia em sabedoria e graça. Que nossas crianças tenham direito à fé! Que a luz do Senhor brilhe em nossos corações!” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
“Ó Maria, tu és bendita entre todas as mulheres. Tu que acreditaste! O Poderoso fez maravilhas por ti! A maravilha de tua maternidade divina e, em vista dela, a maravilha de teu sim. Tu foste verdadeiramente associada a toda a obra da redenção, unida à cruz de nosso Salvador. Teu coração foi transpassado ao lado de seu Coração. E agora, na glória de teu Filho, não cessas de interceder por nós, pobres pecadores. Tu velas sobre a Igreja, da qual és Mãe. Velas sobre cada um dos teus filhos e filhas. Obtém de Deus para nós todas as graças, com a única condição de que ousemos pedi-las e nos aproximemos de ti com confiança, com audácia e simplicidade de criança. É assim que tu nos levas, sem cessar, ao teu divino Filho… Ó Maria! Eu te pertenço totalmente!” (São João Paulo II).

Contemplação (Vida e Missão)
Qual é a aplicação da Palavra em sua vida? O que você se propõe a viver hoje? Como pretende atingir esse propósito?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas