Oração diária, Jesus estende a mão e toca no leproso - Lc 5,12-16

Tempo do Natal depois da Epifania – Ano Litúrgico C

11 de janeiro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, que a oração me ajude a descobrir o verdadeiro sentido do serviço que presto ao Reino, de modo a coibir a tentação de ser contaminado pelo orgulho e pela soberba.

PRIMEIRA LEITURA: 1Jo 5,5-13

Leitura da Primeira Carta de São João – Caríssimos, 5quem é o vencedor do mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus? 6Este é o que veio pela água e pelo sangue: Jesus Cristo. (Não veio somente com a água, mas com a água e o sangue). E o Espírito é que dá testemunho, porque o Espírito é a Verdade. 7Assim, são três que dão testemunho: 8o Espírito, a água e o sangue; e os três são unânimes.
9Se aceitamos o testemunho dos homens, o testemunho de Deus é maior. Este é o testemunho de Deus, pois ele deu testemunho a respeito de seu Filho. 10Aquele que crê no Filho de Deus tem este testemunho dentro de si. Aquele que não crê em Deus faz dele um mentiroso, porque não crê no testemunho que Deus deu a respeito de seu Filho. 11E o testemunho é este: Deus nos deu a vida eterna, e esta vida está em seu Filho. 12Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho não tem a vida.
13Eu vos escrevo estas coisas a vós que acreditastes no nome do Filho de Deus, para que saibais que possuís a vida eterna. 

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 147

          — Glorifica o Senhor, Jerusalém!
— Glorifica o Senhor, Jerusalém!

— Glorifica o Senhor, Jerusalém! Ó Sião, canta louvores ao teu Deus! Pois reforçou com segurança as tuas portas, e os teus filhos em teu seio abençoou. 

— A paz em teus limites garantiu e te dá como alimento a flor do trigo. Ele envia suas ordens para a terra e a palavra que ele diz corre veloz.

— Anuncia a Jacó sua palavra, seus preceitos, suas leis a Israel. Nenhum povo recebeu tanto carinho, a nenhum outro revelou os seus preceitos.

EVANGELHO: Lc 5,12-16

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
          – Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

12Aconteceu que Jesus estava numa cidade, e havia aí um homem leproso. Vendo Jesus, o homem caiu a seus pés, e pediu: “Senhor, se queres, tu tens o poder de me purificar”. 13Jesus estendeu a mão, tocou nele, e disse: “Eu quero, fica purificado”. E imediatamente, a lepra o deixou. 14E Jesus recomendou-lhe: “Não digas nada a ninguém. Vai mostrar-te ao sacerdote e oferece pela purificação o prescrito por Moisés como prova de tua cura”. 15Não obstante, sua fama ia crescendo, e numerosas multidões acorriam para ouvi-lo e serem curadas de suas enfermidades. 16Ele, porém, se retirava para lugares solitários e se entregava à oração. 

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

O projeto de Jesus se manifesta na realidade de nossa vida, marcada pela dor e pelo sofrimento. Um leproso se aproxima e lhe diz: “Se queres, tens o poder de purificar-me”. E Jesus queria. “Quero”, disse ele, e o leproso foi purificado. Por que “purificar”? Porque a enfermidade tinha o significado de impureza religiosa, consequência de algum pecado. Podia ser vista como punição da parte de Deus. Imagine a cena: Jesus acolhe um leproso. Estende a mão, toca nele. Quanta compreensão e quanta bondade! É certo que precisamos também de uma purificação interior, sobretudo dos maus projetos elaborados em nossa mente. Precisamos de água para o banho do corpo e da água batismal para o banho do ser humano inteiro. Precisamos do batismo que nos purifica totalmente, libertando-nos do pecado original e dando-nos o Espírito Santo. O batismo nos leva à dedicação total ao nosso próximo e ao diálogo com o Pai no silêncio da oração. Jesus se dedicava ao povo e se retirava para lugares desertos a fim de rezar. O Deus invisível se tornou visível para podermos imitá-lo mais facilmente.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
A súplica do leproso toca a sensibilidade de Jesus e o leva a um gesto de compaixão e misericórdia. O Evangelho de hoje é um convite à compaixão.
Rezemos: “Divino Espírito Santo, amor eterno do Pai e do Filho, toca o meu coração para que eu tenha compaixão, a exemplo de Jesus, das pessoas que sofrem de diversos males e doenças. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Leia atentamente o Evangelho de hoje e observe os personagens, suas atitudes, o que dizem e o que sentem. O que o leproso pede a Jesus? Qual a resposta de Jesus? O que as multidões buscam, quando procuram Jesus? O que Ele faz quando a multidão quer torná-lo apenas um ícone famoso?
“Nós sabemos pelos textos bíblicos a gravidade religiosa da lepra: considerada castigo de Deus, a pessoa possuída pela enfermidade era considerada impura, devia usar vestes rasgadas, andar despenteada e com a barba coberta e gritar: ‘Impuro, impuro!’, enquanto vivia fora do acampamento ou da cidade (Lv 13,45-46; Nm 12,9-10; Dt 24,8-9). A cura é atribuída a Deus somente. O leproso faz uma verdadeira profissão de fé no ‘poder’ de Jesus: ‘Senhor, se queres, tens o poder de purificar-me’. Purificando o leproso, Jesus corrige a distorção histórico-cultural da imagem de Deus, rompe as fronteiras impostas pelo sistema de pureza, que excluía as pessoas da comunhão com Deus, e anuncia um ‘novo céu e uma nova terra’” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você hoje? O que o gesto de Jesus provoca em você? Você tem coragem de tocar o sofrimento humano e amenizar suas dores? Quais são as suas “lepras”, que necessitam da cura de Jesus? Peça a Ele, em um gesto de humildade, que as cure.
“A fama de Jesus se espalhava! Quais foram os frutos dessa fama? O povo se tornou discípulo missionário? O que as multidões querem, quando procuram Jesus? Hoje, um leproso vai ao encontro do Mestre e pede a cura. Ele coloca sua cura nas mãos de Jesus: ‘Se queres, tens o poder de purificar-me!’. Contrariando as leis da sua época, Jesus toca naquele leproso. Jesus cura se comprometendo com a vida do outro. Ele não é indiferente à dor de ninguém. Certamente, aquele leproso nunca foi tocado por outra pessoa. A primeira graça na vida daquele homem foi o toque de Jesus. Ali, ele se sente filho amado de Deus. Temos nossas lepras também. Quem quiser mudar de vida, peça: ‘Senhor, cura-me!’” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
Agradeça ao Senhor sua Palavra. Reze também pedindo pela saúde.
“Ó Divino Espírito Santo, criador e renovador de todas as coisas, vida da minha vida, com Maria Santíssima, te adoro, te agradeço, te amo. Tu, que dás a vida a todo o universo, conserva em mim a boa saúde, liberta-me das doenças que a destroem e de todos os males que a ameaçam. Ajudado(a) pela tua graça, prometo usar sempre as minhas forças para a glória de Deus, para o bem da minha alma, para o serviço dos meus queridos e de todo aquele que de mim precisar. Peço-te, ainda, para iluminar com os teus dons de Sabedoria e Ciências os médicos e todos aqueles que cuidam dos doentes, a fim de que conheçam a verdadeira causa dos males que destroem e ameaçam a vida e possam descobrir e aplicar os remédios mais eficazes para defendê-la e curá-la. Ó Virgem Santíssima, Mãe da Vida e Saúde dos Enfermos, a ti entrego esta minha humilde oração. Ó Mãe de Deus e nossa Mãe, dignifica-a com a tua poderosa intercessão. Amém” (Oração composta pelo bem-aventurado Pe. Tiago Alberione).

Contemplação (Vida e Missão)
Contemple a compaixão de Jesus com o leproso, sua firme decisão de tocá-lo e curá-lo. O que esse gesto o(a) convida a viver?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas