Liturgia diária Os fariseus pedem um sinal - Mc 8,11-13

6ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

18 de fevereiro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, dá-me sensibilidade para reconhecer a messianidade de teu filho Jesus manifestada no bem que ele fez ao povo e no seu modo simples de ser.

PRIMEIRA LEITURA: Gn 4,1-15.25

Leitura do Livro do Gênesis –

1Adão conheceu Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz Caim, dizendo: “Gerei um homem com a ajuda do Senhor”. 2E deu também à luz Abel, irmão de Caim. Abel foi pastor de ovelhas e Caim, agricultor. 3Aconteceu, tempos depois, que Caim ofereceu frutos da terra como sacrifício ao Senhor, 4e Abel ofereceu primogê­nitos do seu rebanho, com sua gordura. O Senhor olhou para Abel e sua oferenda, 5mas para Caim e sua oferenda não olhou.
Caim encheu-se de cólera e seu rosto tornou-se abatido. 6Então o Senhor perguntou a Caim: “Por que estás cheio de cólera e andas com o rosto abatido? 7É verdade que, se fizeres o bem, andarás de cabeça erguida; mas se fizeres o mal, o pecado estará à porta, espreitando-te. Tu, porém, poderás dominá-lo”.
8Caim disse a seu irmão Abel: “Vamos ao campo”. Logo que chegaram ao campo, Caim atirou-se sobre o seu irmão Abel e matou-o. 9E o Senhor perguntou a Caim: “Onde está o teu irmão Abel?” Ele respondeu: “Não sei. Acaso sou o guarda do meu irmão?” 10O Senhor lhe disse: “Que fizeste? A voz do sangue do teu irmão está clamando por mim, da terra. 11Agora, pois, serás amaldiçoado pela terra que abriu a boca para receber das tuas mãos o sangue do teu irmão! 12Quando tu a cultivares, ela te negará seus frutos. E serás um fugitivo, vagando sobre a terra”.
13Caim disse ao Senhor: “Meu castigo é grande demais para que eu o possa suportar. 14Se, hoje, me expulsas desta terra, devo esconder-me de ti, tornando-me um fugitivo a vaguear sobre a terra; qualquer um que me encontrar me matará”. 15E o Senhor lhe disse: “Não! mas aquele que matar Caim, será punido sete vezes!”
O Senhor pôs, então, um sinal em Caim, para que ninguém, ao encontrá-lo, o matasse. 25Adão conheceu de novo sua mulher. Ela deu à luz um filho, a quem chamou Set, dizendo: “O Senhor deu-me um outro descendente no lugar de Abel, que Caim matou”.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 49

          — Imola a Deus um sacrifício de louvor!
— Imola a Deus um sacrifício de louvor!

— Falou o Senhor Deus, chamou a terra, do sol nascente ao sol poente a convocou. Eu não venho censurar teus sacrifícios, pois sempre estão perante mim teus holocaustos.

— “Como ousas repetir os meus preceitos e trazer minha Aliança em tua boca? Tu que odiaste minhas leis e meus conselhos e deste as costas às palavras dos meus lábios!

— Assentado, difamavas teu irmão, e ao filho de tua mãe injuriavas. Diante disso que fizeste, eu calarei? Acaso pensas que eu sou igual a ti? É disso que te acuso e repreendo e manifesto essas coisas aos teus olhos.

EVANGELHO: Mc 8,11-13

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
          – Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Marcos.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 11os fariseus vieram e começaram a discutir com Jesus. E, para pô-lo à prova, pediam-lhe um sinal do céu. 12Mas Jesus deu um suspiro profundo e disse: “Por que esta gente pede um sinal? Em verdade vos digo, a esta gente não será dado nenhum sinal”. 13E, deixando-os, Jesus entrou de novo na barca e se dirigiu para a outra margem.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Os fariseus discutem com Jesus e, para provocá-lo, pedem um sinal do céu. Jesus dá um suspiro profundo, que denota impaciência com aquela gente e com o tipo de pedido que fazem: querem um sinal do céu! Por que não pedem um sinal da terra? A resposta de Jesus é clara e direta: “Nenhum sinal será dado a esta geração”. Diz isso e vai embora. “Esta geração” pode se referir aos fariseus. A eles nenhum sinal será dado. Pode se referir também a todo o povo, ao qual não será dado nenhum sinal do céu. Todos os sinais serão da terra. Sinal do céu seria alguma coisa fora do ordinário comum da nossa vida. Fenômenos inexplicáveis como uma revoada de anjos ou o sol que para e estrelas que caem. Sinal da terra é o pão dado a quem tem fome, a cura de um paralítico, o cego que recupera a visão. Lucas e Mateus ampliam o texto de Marcos e acrescentam que o único sinal dado será o de Jonas. Para Lucas e Mateus o sinal de Jonas é em primeiro lugar a pregação de Jonas e a conversão dos ninivitas, e, para Mateus, é também a sepultura de Jesus, à semelhança de Jonas que ficou três dias e três noites no mar, no ventre de um peixe. A menção de Jonas e da rainha do Sul nos textos de Mateus e Lucas também aponta para um sinal da terra. Os ninivitas se converteram da violência social que praticavam na sua cidade e a rainha do Sul veio a Jerusalém ver como o rei Salomão organizava bem a vida do povo e administrava a justiça com sabedoria.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Iniciamos uma nova semana e, por meio da leitura, escuta e contemplação da Palavra, queremos conhecer o mistério de Cristo e o coração de Deus. Rezemos pedindo essa abertura: “Ó Espírito Santo, dai-nos um coração grande, aberto à vossa silenciosa e forte palavra inspiradora; fechado a todas as ambições mesquinhas, alheio a qualquer desprezível competição humana. Um coração grande, desejoso de se tornar semelhante ao Coração do Senhor Jesus! Amém”.

Leitura (Verdade)
Em silêncio, faça a leitura do texto. Depois, leia-o novamente, procurando compreender em que contexto se dá a narrativa. Por que é pedido que Jesus realize um sinal vindo do céu? Por que Ele está sendo posto à prova? Qual é a ação de Jesus?
“A brevidade da cena e do diálogo mostra a decisão deliberada e firme de Jesus de não ceder a nenhum tipo de tentação que possa desviá-lo de sua missão. O nosso texto é a prova de que as tentações de Jesus não fizeram parte de um único momento da sua vida (Mc 1,12-13; Mt 4,1-11; Lc 4,1-13), mas se estenderam por toda a sua existência terrestre. O trecho ajuda o leitor a compreender que as tentações se dão no exercício e em relação à missão e à filiação divina de Jesus. Ele se recusa a fazer qualquer gesto sem motivo e a seu favor, somente para ganhar reconhecimento e aplausos; rejeita toda proposta que o desvie do caminho de um messianismo profundamente marcado pela humildade e pelo serviço. A adesão à pessoa de Jesus não pode se dar através de gestos espetaculares, de um sinal vindo do céu, mas através de uma decisão livre. Nossa perícope está situada imediatamente depois do segundo relato da ‘multiplicação dos pães’. O sinal sobre o qual se baseia a adesão livre a Jesus é a sua vida entregue, para que todo o povo não desfaleça pelo caminho (cf. Mc 8,3)” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Este é o momento de relacionar o texto lido e refletido com sua vida. Qual palavra do texto mais chamou sua atenção? Você também necessita de sinais para crer?
“Impressionante como os fariseus ‘pegavam no pé’ de Jesus. Não davam sossego ao Filho de Deus. No texto de hoje, pedem um sinal para poder acreditar em suas palavras. Jesus se nega a oferecer-lhes o que solicitam. Na verdade, o Senhor já tinha realizado inúmeros sinais, inclusive na presença de fariseus, que não se abriam para a aceitação do Messias presente no meio deles. Milagre só acontece diante de quem tem fé. Jesus recusa um messianismo exibicionista. Aprendamos de Jesus: diante das provocações e provações, respiremos profundamente para não falar nem fazer o que não se deve. Depois, passemos para a outra margem, isto é, para um ambiente de não violência, de paz” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
Ofereça a Deus os frutos da sua oração, da sua meditação e da contemplação da Palavra. Apresente o desejo que brotou em seu coração e peça a graça de vivê-lo durante o dia. Reze também: “Senhor Jesus, que meus pensamentos se inspirem no Evangelho e se tornem fontes de vossa luz a iluminar meus irmãos. Amém”.

Contemplação (Vida e Missão)
O que você deseja colocar em prática neste dia? De que forma? Quais apelos a Palavra de Deus lhe faz hoje?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.