Oração diária, Senhor, purifica-me! - Mc 1,40-45

1ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

17 de janeiro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Senhor Jesus, move meu coração para fazer o bem a quem precisa de misericórdia. Que eu seja tua presença amorosa junto deles.

PRIMEIRA LEITURA: Hb 3,7-14

Leitura da Carta aos Hebreus – Irmãos, 7escutai o que declara o Espírito Santo: “Hoje, se ouvirdes a sua voz, 8não endureçais os vossos corações, como aconteceu na provocação, no dia da tentação, no deserto, 9onde vossos pais me tentaram, pondo-me à prova, 10embora vissem as minhas obras, durante quarenta anos. 
Por isso me irritei com essa geração e afirmei: sempre se enganam no coração e desconhecem os meus caminhos. 11Assim jurei na minha ira: não entrarão no meu repouso”. 12Cuidai, irmãos, que não se ache em algum de vós um coração transviado pela incredulidade, levando-o a afastar-se do Deus vivo. 13Antes, animai-vos uns aos outros, dia após dia, enquanto ainda se disser “hoje”, para que nenhum de vós se endureça pela sedução do pecado – 14pois tornamo-nos companheiros de Cristo, contanto que mantenhamos firme até o fim a nossa confiança inicial. 

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 94

          — Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: não fecheis os vossos corações.
— Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: não fecheis os vossos corações.

— Vinde adoremos e prostremo-nos por terra, e ajoelhemos ante o Deus que nos criou! Porque ele é o nosso Deus, nosso Pastor, e nós somos o seu povo e seu rebanho, as ovelhas que conduz com sua mão.

— Oxalá ouvísseis hoje a sua voz: “Não fecheis os corações como em Meriba, como em Massa, no deserto, aquele dia, em que outrora vossos pais me provocaram, apesar de terem visto as minhas obras”.

— Quarenta anos desgostou-me aquela raça e eu disse: “Eis um povo transviado, seu coração não conheceu os meus caminhos!” E por isso lhes jurei na minha ira: “Não entrarão no meu repouso prometido!”

EVANGELHO: Mc 1,40-45

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
          – Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Marcos.
          – Glória a vós, Senhor.

         Naquele tempo, 40um leproso chegou perto de Jesus, e de joelhos pediu: “Se queres, tens o poder de curar-me”. 41Jesus, cheio de compaixão, estendeu a mão, tocou nele, e disse: “Eu quero: fica curado!” 42No mesmo instante, a lepra desapareceu, e ele ficou curado. 
43Então Jesus o mandou logo embora, 44falando com firmeza: “Não contes nada disso a ninguém! Vai, mostra-te ao sacerdote e oferece, pela tua purificação, o que Moisés ordenou, como prova para eles!” 45Ele foi e começou a contar e a divulgar muito o fato. Por isso Jesus não podia mais entrar publicamente numa cidade: ficava fora, em lugares desertos. E de toda parte vinham procurá-lo.

— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Ou (escolhe-se um dos evangelhos)

Evangelho (Mt 19,16-26)

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 16alguém aproximou-se de Jesus e disse: “Mestre, o que devo fazer de bom para possuir a vida eterna?” 17Jesus respondeu: “Por que tu me perguntas sobre o que é bom? Um só é Bom. Se tu queres entrar na vida, observa os mandamentos”. 18O homem perguntou: “Quais mandamentos?” Jesus respondeu: “Não matarás, não cometerás adultério, não roubarás, não levantarás falso testemunho,19honra teu pai e tua mãe, e ama teu próximo como a ti mesmo”.
20O jovem disse a Jesus: “Tenho observado todas essas coisas. O que ainda me falta?”
21Jesus respondeu: “Se tu queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me”. 22Quando ouviu isso, o jovem foi embora cheio de tristeza, porque era muito rico. 23Jesus disse aos discípulos: “Em verdade vos digo, dificilmente um rico entrará no Reino dos Céus. 24E digo ainda: é mais fácil um camelo entrar pelo buraco de uma agulha, do que um rico entrar no Reino de Deus”. 25Ouvindo isso, os discípulos ficaram muito espantados, e perguntaram: “Então, quem pode ser salvo?” 26Jesus olhou para eles e disse: “Para os homens isso é impossível, mas para Deus tudo é possível”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Um dia, um leproso disse a Jesus: “Se queres, tens o poder de purificar-me!”. A resposta foi: “Eu quero…”. Cheio de compaixão, Jesus tocou no leproso, e a lepra desapareceu. A notícia corre. Muita gente procura Jesus. Nele, palavra e ação se unem. Ele fala e faz, ou faz e fala. Jesus falou e agiu. Disse: “Eu quero”, e tocou no leproso. A lepra desapareceu. O ser humano é constantemente interrogado e deve responder às perguntas que a vida coloca. O leproso interroga, afirmando: “Se queres, tens o poder…”. A resposta de Jesus é sonora: “Eu quero”, mas se verifica no gesto – ele toca no leproso – e no acontecimento – o leproso é curado. Podemos curar como Jesus curou? Certamente, se tivermos fé. Certamente também se usarmos para o bem a inteligência que ele nos deu e agirmos de forma solidária. Ministro e secretários da saúde, médicos preparados, medicamentos, espaços hospitalares adequados, apoio, presença, atenção, alegria, tudo concorre para o bem dos enfermos. Podemos pedir um milagre depois de termos feito a nossa parte com um sonoro “Eu quero”.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Memória litúrgica de Santo Antão. Jesus enche-se de compaixão com um leproso, estende a mão para ele e o toca. Essa atitude de compaixão com as pessoas necessitadas é a que Ele espera de nós.
Oremos: “Divino Espírito Santo, amor eterno do Pai e do Filho, rompe todo tipo de preconceito diante das pessoas necessitadas. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Observe o Evangelho com um olhar atento em Jesus. Preste atenção em sua fala, suas atitudes, seus sentimentos. Quem se aproxima de Jesus? O que essa pessoa deseja? Qual é a atitude de Jesus diante dessa pessoa? Qual ordem Ele lhe dá? Depois de ter sido curado, qual é a atitude do leproso?
“Já apontamos a gravidade religiosa da lepra e como ela era tratada pelo sistema judaico de pureza. Se no texto paralelo ao de hoje, a saber, Lc 5,12­16, é o narrador quem diz da recomendação de Jesus de que o homem purificado não dissesse nada a ninguém, em Marcos é o próprio Jesus quem toma a palavra: ‘Não contes nada a ninguém…’. Com isso estamos diante de uma das características do segundo evangelho: o ‘segredo messiânico’. Esse recurso teológico­literário tem uma dupla finalidade: a) permitir que o ouvinte ou leitor do evangelho responda, ele mesmo, à pergunta central do evangelho segundo Marcos: ‘quem é Jesus?’; resposta que só pode ser dada ao fim da narração evangélica; b) não identificar Jesus com qualquer corrente messiânica do seu tempo, mas manter o ouvinte aberto à novidade de Jesus Cristo. Não obstante a recomendação, a fama de Jesus se espalha. Ele não é o promotor de sua fama, ao contrário, ‘ficava fora, em lugares desertos, mas de toda parte vinham a ele’” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você hoje? Você sente compaixão pelas pessoas necessitadas? Olha para as pessoas ao seu redor? É capaz de estender a mão e tocar a “ferida” das pessoas que se aproximam de você? O que o gesto de Jesus provoca em você? Os leprosos eram as pessoas mais desprezíveis e excluídas da sociedade, na época de Jesus. Quem são os excluídos de nossa sociedade hoje? Você tem preconceitos para com os excluídos ou procura ter atitudes como as de Jesus?
“Um leproso era o doente mais estigmatizado daquela época. A exclusão que esses irmãos viviam feria-lhes no mais profundo de sua alma e existência. Ninguém sequer olhava para eles. Jesus se enche de compaixão e toca nesse leproso! Quando foi o último toque que esse leproso recebeu? Jesus disse: ‘Eu quero, fica curado!’. Para a cura acontecer é preciso esse movimento: o doente que pede e Deus que atende! Sem o querer do doente, nada pode ser feito! Jesus pediu para ele guardar segredo, mas quem um dia experimentou o poder de Deus em sua vida necessita contar para os outros as maravilhas que lhe foram operadas. Jesus, nós também queremos ser curados!” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
“Senhor, Tu queres as minhas mãos para passar este dia ajudando os pobres e doentes necessitados? Senhor, hoje eu te dou as minhas mãos. Senhor, Tu queres os meus pés para passar este dia visitando aqueles que têm necessidade de um amigo? Senhor, hoje eu te dou os meus pés. Senhor, Tu queres a minha voz para passar este dia falando com aqueles que têm necessidade de palavras de amor? Senhor, hoje eu te dou a minha voz. Senhor, Tu queres o meu coração para passar este dia amando cada ser humano só porque é um ser humano? Senhor, hoje eu te dou o meu coração” (Santa Teresa de Calcutá).

Contemplação (Vida e Missão)
Contemple a atitude e as palavras de Jesus que mais tocaram seu coração. O que esta Palavra lhe sugere viver?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas