Liturgia diária, Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo - Mt 10, 17-22

Santo Estêvão, o primeiro Mártir – Ano Litúrgico B

26 de dezembro de 2017

ORAÇÃO DO DIA

Espírito de coragem perseverante, nas adversidades da vida, vem em meu auxílio, e ajuda-me para que não arrefeça a minha adesão a Jesus e ao Reino.

PRIMEIRA LEITURA: At 6,8-10, 7,54-59

Leitura dos Atos dos Apóstolos 8Naqueles dias, Estêvão, cheio de graça e poder, fazia prodígios e grandes sinais entre o povo. 9Mas alguns membros da chamada Sinagoga dos Libertos, junto com cirenenses e alexandrinos, e alguns da Cilícia e da Ásia, começaram a discutir com Estêvão. 10Porém, não conseguiam resistir à sabedoria e ao Espírito com que ele falava.
7,54Ao ouvir essas palavras, eles ficaram enfurecidos e rangeram os dentes contra Estêvão. 55Estêvão, cheio do Espírito Santo, olhou para o céu e viu a glória de Deus e Jesus, de pé, à direita de Deus. 56E disse: “Estou vendo o céu aberto, e o Filho do Homem, de pé, à direita de Deus”. 57Mas eles, dando grandes gritos e, tapando os ouvidos, avançaram todos juntos contra Estêvão; 58arrastaram-no para fora da cidade e começaram a apedrejá-lo. As testemunhas deixaram suas vestes aos pés de um jovem, chamado Saulo. 59Enquanto o apedrejavam, Estêvão clamou dizendo: “Senhor Jesus, acolhe o meu espírito”.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 30

          — Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito.
— Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito.

— Sede uma rocha protetora para mim, um abrigo bem seguro que me salve. Sim, sois vós a minha rocha e fortaleza; por vossa honra orientai-me e conduzi-me.

— Em vossas mãos, Senhor, entrego o meu espírito, porque vós me salvareis, ó Deus fiel. Vosso amor me faz saltar de alegria, pois olhastes para as minhas aflições.

— Eu entrego em vossas mãos o meu destino; libertai-me do inimigo e do opressor! Mostrai serena a vossa face ao vosso servo, e salvai-me pela vossa compaixão!

EVANGELHO:  Mt 10,17-22

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus apóstolos: 17“Cuidado com os homens, porque eles vos entregarão aos tribunais e vos açoitarão nas suas sinagogas. 18Vós sereis levados diante de governadores e reis, por minha causa, para dar testemunho diante deles e das nações. 19Quando vos entregarem, não fiqueis preo­cupados como falar ou o que dizer. Então naquele momento vos será indicado o que deveis dizer. 20Com efeito, não sereis vós que havereis de falar, mas sim o Espírito do vosso Pai é que falará através de vós. 21O irmão entregará à morte o próprio irmão; o pai entregará o filho; os filhos se levantarão contra seus pais, e os matarão. 22Vós sereis odiados por todos, por causa do meu nome. Mas quem perseverar até o fim, esse será salvo.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Por causa desse menino que acaba de nascer, Santo Estêvão, do grupo dos primeiros diáconos, foi apedrejado. Quem é esse menino que nasceu em Belém e que atrai com tanta força quem o aceita e também quem o rejeita? Ninguém é indiferente diante dele, seja para acolhê-lo, seja para negá-lo. Para quem deixasse tudo e o seguisse de forma radical, Jesus prometeu uma grande recompensa, com perseguições. Santo Estêvão encabeça a fila das testemunhas. Ele pregava, ensinava, discutia, deixando seus opositores sem resposta, e com raiva. Quando o ouviram dizer: “Vejo o céu aberto e o Filho do Homem de pé à direita de Deus”, não duvidaram em arrastá-lo para fora da cidade e apedrejá-lo até a morte. Estava por ali um jovem observando tudo. Era o futuro São Paulo. Dizem os Atos que Estêvão era um cristão cheio de graça e de fortaleza. Por que perseguirão os discípulos de Jesus e por que serão odiados por todos? Não serão eles pessoas boas, atenciosas, cheias de amor para com todos? Por que então persegui-los? Jesus não era uma pessoa boa? Por que então o crucificaram? O discípulo não será diferente do mestre.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Hoje celebramos a vida do primeiro mártir da Igreja nascente, Santo Estevão. O jovem diácono morreu perdoando aqueles que o matavam. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! Peçamos ao Senhor, nosso Deus, para que cada vez mais estejamos abertos à graça e à ação do Espírito Santo, para vivermos e levarmos a sua Palavra até a doação de nossa vida.

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Leia o Evangelho e destaque os personagens que aparecem na narrativa. A quem Jesus está instruindo? Em que contexto o Evangelho foi escrito? Qual é o ensinamento central do Evangelho? Recorde outros textos que possam ajudá-lo(a) na compreensão deste.

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? O Evangelho contém os ensinamentos de Jesus Cristo para o nosso caminho de discipulado. Leia novamente a Palavra e faça a sua meditação. Permita que ela entre em seu coração e se transforme em vida.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Permaneça em silêncio por alguns instantes e, então, faça a sua oração de louvor ou súplica. Apresente ao Senhor as suas necessidades. Reze pela paz no mundo e para que cessem as guerras e a violência.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Com a Palavra na mente e no coração, qual atitude você se dispõe a viver hoje?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.