Liturgia diária, Não julgueis, e não sereis julgados - Mt 7,1-5

12ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

26 de junho de 2017

ORAÇÃO DO DIA

Senhor, nosso Deus, dai-nos por toda a vida a graça de vos amar e temer, pois nunca cessais de conduzir os que firmais no vosso amor.

PRIMEIRA LEITURA: Gn 12,1-9

Leitura do Livro do Gênesis

Naqueles dias, 1o Senhor disse a Abrão: “Sai da tua terra, da tua família e da casa do teu pai, e vai para a terra que eu te vou mostrar. 2Farei de ti um grande povo e te abençoarei: engrandecerei o teu nome, de modo que ele se torne uma bênção. 3Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão abençoadas todas as famílias da terra!”
4E Abrão partiu, como o Senhor lhe havia dito, e Ló foi com ele. Tinha Abrão setenta e cinco anos, quando partiu de Harã. 5Ele levou consigo sua mulher Sarai, seu sobrinho Ló e todos os bens que possuíam, bem como todos os escravos que haviam adquirido em Harã. Partiram rumo à terra de Canaã e ali chegaram.
6Abrão atravessou o país até o santuário de Siquém, até o carvalho de Moré. Os cananeus estavam então naquela terra. 7O Senhor apareceu a Abrão e lhe disse: “Darei esta terra à tua descendência”. Abrão ergueu ali um altar ao Senhor que lhe tinha aparecido.
8De lá, deslocou-se em direção ao monte que estava a oriente de Betel, onde armou sua tenda, com Betel a ocidente e Hai a oriente. Ali construiu também um altar ao Senhor, e invocou o seu nome. 9Depois, de acampamento em acampamento, Abrão foi até o Negueb.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 32

           Feliz o povo que o Senhor escolheu por sua herança!
— Feliz o povo que o Senhor escolheu por sua herança!

— Feliz o povo cujo Deus é o Senhor, e a nação que escolheu por sua herança! Dos altos céus o Senhor olha e observa; ele se inclina para olhar todos os homens.

— Mas o Senhor pousa o olhar sobre os que o temem, e que confiam esperando em seu amor, para da morte libertar as suas vidas e alimentá-los quando é tempo de penúria.

— No Senhor nós esperamos confiantes, porque ele é nosso auxílio e proteção! Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, da mesma forma que em vós nós esperamos!

EVANGELHO:  Mt 7,1-5

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo disse Jesus aos seus discípulos: 1“Não julgueis e não sereis julgados. 2Pois, vós sereis julgados com o mesmo julgamento com que julgardes; e sereis medidos, com a mesma medida com que medirdes.
3Por que observas o cisco no olho do teu irmão, e não prestas atenção à trave que está no teu próprio olho? 4Ou, como podes dizer a teu irmão: ‘Deixa-me tirar o cisco do teu olho’, quando tu mesmo tens uma trave no teu? 5Hipócrita, tira primeiro a trave do teu próprio olho e então enxergarás bem para tirar o cisco do olho do teu irmão”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

O conhecimento de nós mesmos nos ajuda a ter atitudes francas e claras com aqueles com os quais convivemos. Compreendemos os outros a partir da compreensão que temos de nós mesmos, desde que essa compreensão seja real e verdadeira. Daí a importância do exame de consciência no qual percebo minhas limitações e meus pecados. Dizem que, quando aponto o dedo para alguém, há três apontando para mim; como dizem também para não atirar pedras no telhado dos outros quando o nosso é de vidro. O Papa Francisco disse a uma delegação de El Salvador que o Beato Monsenhor Romero, ainda depois de morto, continuou sendo martirizado com a pedra que lhe atiravam na própria Igreja, a mais dura de todas, que é a língua. Nenhuma novidade. São Tiago já escreveu sobre isso. Não sou juiz. Sou companheiro de caminhada. Procuro um ombro e ofereço o meu. Vamos juntos sabendo que todos precisam da misericórdia de Deus. Dizem também que a corrupção do ótimo é péssima. Uma boa escorregada pode vir acompanhada de uma boa dose de humildade que ajuda a ser amigo. Julgamento, medida, cisco, trave, hipocrisia. Não julgar e medir com largueza não só na expectativa do juízo final, quando Deus usará a medida que nós usamos, mas também para tornar esta vida mais agradável.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
Rezemos: “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? “Não julgueis e não sereis julgados.” Faça a leitura do Evangelho quantas vezes julgar necessário, destaque os verbos que surgem durante a narrativa e identifique o tema central do texto. A quem Jesus está instruindo? Quais são as suas exortações? Em que lugares e situações você percebe a presença do julgamento e da hipocrisia? Qual é o caminho apontado por Jesus?

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Releia o Evangelho e acolha os ensinamentos de Jesus em sua vida. Qual caminho devemos seguir para não julgar os outros? E para combater a hipocrisia? O que leva o ser humano a julgar e a agir com hipocrisia? O que o Senhor o(a) convida a viver? Quais sentimentos a Palavra despertou em você?

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Faça a sua oração mantendo em mente que o Senhor é a sua força. Ele é amor, paciência e misericórdia, por isso, confie nele e lhe entregue suas preces e preocupações. Reze ao Senhor sem medo.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? O que o Senhor lhe pede para viver hoje?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.