Oração diária Não julgueis, e não sereis julgados

12ª Semana Comum – Ano Litúrgico C

20 de junho de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Pai, livra-me de julgar meus semelhantes de maneira severa e impiedosa. Que eu seja misericordioso com eles, assim como és misericordioso comigo

PRIMEIRA LEITURA: 2Rs 17,5-8.13-15a.18

Leitura do Segundo Livro dos Reis – Naqueles dias, 5Salmanasar, rei da Assíria, invadiu todo o país. E, chegando a Samaria, sitiou-a durante três anos.
6No nono ano de Oséias, o rei da Assíria tomou Samaria e deportou os habitantes de Israel para a Assíria, estabelecendo-os em Hala e nas margens do Habor, rio de Gozã, e nas cidades da Média. 7Isto aconteceu porque os filhos de Israel pecaram contra o Senhor, seu Deus, que os tinha tirado do Egito, libertando-os da opressão do Faraó, rei do Egito, porque tinham adorado outros deuses.
8Eles seguiram os costumes dos povos que o Senhor havia expulsado de diante deles, e as leis introduzidas pelos reis de Israel. 13O Senhor tinha advertido seriamente Israel e Judá por meio de todos os profetas e videntes, dizendo: “Voltai dos vossos maus caminhos e observai meus mandamentos e preceitos, conforme todas as leis que prescrevi a vossos pais e que vos comuniquei por intermédio de meus servos, os profetas”.
14Eles, porém, não prestaram ouvidos, mostrando-se tão obstinados quanto seus pais, que não tinham acreditado no Senhor, seu Deus. 15aDesprezaram as suas leis e a aliança que tinham feito com seus pais, e os testemunhos com que os havia garantido. 18O Senhor indignou-se profundamente contra os filhos de Israel e rejeitou-os para longe da sua face, restando apenas a tribo de Judá. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 59

 — Vossa mão nos ajude, ouvi-nos Senhor!
— Vossa mão nos ajude, ouvi-nos Senhor!

— Rejeitastes, ó Deus, vosso povo e arrasastes as nossas fileiras; vós estáveis irado: voltai-vos!

— Abalastes, partistes a terra, reparai suas brechas, pois treme. Duramente provastes o povo, e um vinho atordoante nos destes.

— Quem me leva à cidade segura, e a Edom quem me vai conduzir, se vós, Deus, rejeitais vosso povo e não mais conduzis nossas tropas?

— Dai-nos, Deus, vosso auxílio na angústia; nada vale o socorro dos homens! Mas com Deus nós faremos proezas, e ele vai esmagar o opressor.

EVANGELHO: Mt 7,1-5

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

         Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 1“Não jul­gueis, e não sereis julgados. 2Pois, vós sereis julgados com o mesmo julgamento com que julgardes; e sereis medidos, com a mesma medida com que me­dirdes. 3Por que observas o cisco no olho do teu irmão, e não prestas atenção à trave que está no teu próprio olho? 4Ou, como podes dizer a teu irmão: ‘Deixa-me tirar o cisco do teu olho’, quando tu mesmo tens uma trave no teu? 5Hipócrita, tira primeiro a trave do teu próprio olho, e então enxergarás bem para tirar o cisco do olho do teu irmão”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

A correção fraterna é necessária, temos que nos ajudar, segurar firme a mão de quem está para cair, levantar quem se senta sem ânimo à beira da estrada, impulsionar quem se encosta no barranco. Tarefa difícil porque ninguém gosta de ser corrigido, por isso a aceitação da correção fraterna começa em nós. Eu quero aceitar ser corrigido! Juntamente com a correção fraterna caminha a presença silenciosa. Estamos juntos e nos aceitamos em nossas diferenças. Reclame pouco ou nada para viver em paz. Não seja omisso, mas não precisa questionar tudo a cada instante. Viva em paz e deixe os outros em paz. Alguém dizia: Eu funciono diferente, mas funciono. Tanta reclamação com o cisco no olho do irmão, enquanto a trave atravanca a nossa visão. Um jovem monge recebeu a orientação de dizer apenas duas palavras por ano. No primeiro encontro com o abade disse: cama dura. Passado um ano, na ocasião seguinte em que podia falar, disse: comida fria. No terceiro ano, antes que dissesse alguma coisa, o abade adiantou-se com suas duas palavras: reclama demais! Conviver com o diferente é uma arte e a falta dessa arte gera brigas e guerras. Somos naturalmente mesquinhos. Que as normas religiosas não aumentem a nossa mesquinhez.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Coloquemo-nos mais uma vez diante de Deus e iniciemos a nossa oração, traçando sobre nós o sinal da cruz, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
“Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, segundo o mesmo Espírito, e gozemos sempre da sua consolação, por Cristo Senhor nosso. Amém!”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Leia-o pausadamente, destacando os verbos que mais lhe chamam atenção. Se você estiver fazendo a leitura orante em grupo, faça a ressonância, repetindo os versículos que acharem mais fortes. Se possível, recordem outras passagens bíblicas que podem ajudar na compreensão deste texto. O Evangelho de hoje, logo em seu primeiro versículo, destaca que não devemos julgar. Continue a leitura e confira o que mais o texto nos traz.

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Este é o momento em que você se faz essa pergunta e procura perceber o que Deus lhe diz por meio de sua Palavra. Faça um instante de silêncio, repassando mentalmente todo o texto. Deixe-se tocar pela Palavra de Deus, pois é Ele quem fala com você agora.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Coloque-se neste momento em atitude de oração com a Palavra. Na etapa anterior da leitura orante, o Senhor falou com você por meio de sua Palavra. Agora, é você quem deve falar com o Senhor, partindo do que ouviu e das realidades que estão em seu coração.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você a partir da Palavra? O que a Palavra o(a) levou a experimentar? Olhe para dentro de si, para o seu coração, e identifique qual palavra o Senhor deixa em você.

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.