Liturgia diária, Cumprirás os teus juramentos feitos ao Senhor - Mt 5,33-37

10ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

15 de junho de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Ó Deus, fonte de todo bem, atendei ao nosso apelo e fazei-nos, por vossa inspiração, pensar o que é certo e realizá-lo com vossa ajuda.

PRIMEIRA LEITURA: 2Cor 5,14-21

Leitura da segunda carta de são Paulo aos Coríntios – Irmãos, 14O amor de Cristo nos constrange, considerando que, se um só morreu por todos, logo todos morreram. 15Sim, ele morreu por todos, a fim de que os que vivem já não vivam para si, mas para aquele que por eles morreu e ressurgiu. 16Por isso, nós daqui em diante a ninguém conhecemos de um modo humano. Muito embora tenhamos considerado Cristo dessa maneira, agora já não o julgamos assim. 17Todo aquele que está em Cristo é uma nova criatura. Passou o que era velho; eis que tudo se fez novo! 18Tudo isso vem de Deus, que nos reconciliou consigo, por Cristo, e nos confiou o ministério desta reconciliação. 19Porque é Deus que, em Cristo, reconciliava consigo o mundo, não levando mais em conta os pecados dos homens, e pôs em nossos lábios a mensagem da reconciliação. 20Portanto, desempenhamos o encargo de embaixadores em nome de Cristo, e é Deus mesmo que exorta por nosso intermédio. Em nome de Cristo vos rogamos: reconciliai-vos com Deus! 21Aquele que não conheceu o pecado, Deus o fez pecado por nós, para que nele nós nos tornássemos justiça de Deus.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 102(103)

        — O Senhor é indulgente, é favorável.
— O Senhor é indulgente, é favorável.

— Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e todo o meu ser, seu santo nome! Bendize, ó minha alma, ao Senhor, não te esqueças de nenhum de seus favores!

— Pois ele te perdoa toda culpa, e cura toda a tua enfermidade; da sepultura ele salva a tua vida e te cerca de carinho e compaixão.

— O Senhor é indulgente, é favorável, é paciente, é bondoso e compassivo. Não fica sempre repetindo as suas queixas, nem guarda eternamente o seu rancor.

— Quanto os céus por sobre a terra se elevam, tanto é grande o seu amor aos que o temem; quanto dista o nascente do poente, tanto afasta para longe nossos crimes.

EVANGELHO: Mt 5,33-37

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 33Ouvistes ainda o que foi dito aos antigos: Não jurarás falso, mas cumprirás para com o Senhor os teus juramentos. 34Eu, porém, vos digo: não jureis de modo algum, nem pelo céu, porque é o trono de Deus; 35nem pela terra, porque é o escabelo de seus pés; nem por Jerusalém, porque é a cidade do grande Rei. 36Nem jurarás pela tua cabeça, porque não podes fazer um cabelo tornar-se branco ou negro. 37Dizei somente: Sim, se é sim; não, se é não. Tudo o que passa além disto vem do Maligno.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Não jurar falso. O juramento falso revela a intenção do coração. Eu não quero dizer a verdade e minto conscientemente para prejudicar os outros. Jesus vai além e diz: “Não jurem por nada e por ninguém”. Não é preciso jurar. É preciso ser pessoa de palavra. Se você é uma pessoa cuja palavra tem valor, seu sim é sim e seu não é não. Se preciso jurar é porque minha palavra está sob suspeita. Se ela é verdadeira, o juramento também o é. Se chamo Deus, o céu, a minha vida por testemunha do que afirmo, e o que afirmo é falso, é mentira, meu testemunho é falso e falsifica Deus, o céu e a vida que invoquei. Deus não pode ser testemunha de uma mentira. A mentira social, política, informativa pode ser perniciosa. No entanto, mentira nem sempre significa não dizer a verdade. Há verdades que não convêm serem ditas. Mentira e verdade acontecem num contexto no qual há interlocutores com direito ou não de saber a verdade. Falso testemunho, porém, é sempre mau. Critérios distorcidos por vezes ensinam que a sua palavra só vale para quem pensa como você, ou só vale para quem tem a mesma religião, ou só vale para quem tem a mesma nacionalidade. Faço o bem e evito o mal para os que são do meu círculo de relacionamento. “Fazer o bem sem olhar a quem”, diz o dito popular.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Neste início da nossa leitura orante, peçamos ao Espírito Santo a graça de compreender o mistério da vida de Cristo que a Palavra nos apresenta. Que possamos estar atentos ao movimento de vida nova ao qual o Espírito Santo nos conduzirá nesta oração.
Oremos: “Senhor Jesus, dá-me um coração simples para compreender a riqueza de ensinamentos escondida em tua Palavra. Envia teu Espírito Santo para que eu não tenha medo de escutá-la e vivê-la conforme a tua vontade. Que a Palavra transforme o meu coração através da fé e confiança que eu deposito em ti. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Leia-o atentamente. Qual é o contexto da narrativa? Qual é o ensinamento de Jesus? Quais palavras mais chamaram sua atenção durante a leitura? Quais expressões se repetem?
“Trata-se da quarta antítese. Pouco a pouco vai sendo explicitada em que consiste a ‘justiça maior’ a ser vivida pela comunidade cristã. Essa quarta antítese é explicitação do que significa a pureza de coração. ‘Não jurar’ (Ex 20,16; Dt 5,20; Lv 19,12) evoca sinceridade, que é outra forma de pureza de coração. Uma pessoa livre exprime sua liberdade no modo como fala, na autoridade de suas próprias palavras, sem precisar recorrer a qualquer outro elemento de atestação. Essa atitude nasce da coerência interna, da simplicidade, do desapego de si mesmo e das coisas. À diferença das demais antíteses, essa quarta não se refere propriamente às relações humanas, mas a um dever em relação a Deus. O juramento é uma promessa acompanhada de uma invocação da divindade. Se Jesus condena todo tipo de juramento (vv. 34-36; Tg 5,12), é para que a pessoa vença todo tipo de hipocrisia. Para não pronunciar o nome de Deus, os judeus juravam pelo céu, pela Cidade Santa, pela terra. A interdição de Lv 19,12 Jesus estende a todo juramento. Se Jesus prescreve a não jurar por o que quer que seja, é porque o ser humano não pode engajar na sua própria palavra o que é próprio de Deus. Jurar é uma forma de submeter Deus ao homem” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você hoje? Como você acolhe as palavras e ensinamentos de Jesus em sua vida? Qual frase ou palavra mais chamou sua atenção durante a leitura? O que Deus comunica à sua vida, à realidade que você está vivendo neste momento?
“O cristão não pode mentir em nenhuma circunstância da sua vida. Nada justifica a mentira proferida por um lábio consagrado à verdade. Nossa vida, pelo Batismo, configurada ao Cristo, já é uma opção pela verdade em qualquer situação, mesmo que nos custe a vida. Por isso, é proibido jurar. Quem jura está dando ao outro a possibilidade de duvidar da sua palavra. O nosso sim é sim e o nosso não é não. Se tenho consciência da minha opção de vida por Cristo e seu Evangelho, minha vida já pertence à verdade. Esse é o testemunho que podemos oferecer a este mundo, tão dilacerado por mentiras e falsos juramentos. Quem foge disso tem a vida regida pelo inimigo de Deus” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
Ouvimos Deus, que falou conosco por meio de sua Palavra. Agora, somos impelidos em direção àquele a quem temos ouvido. O que o texto bíblico o(a) inspira a dizer a Deus?
Conclua com a oração composta por São João Paulo II: “Senhor Jesus, concede-me crer firmemente no amor que Tu me revelaste e que doaste no teu Evangelho. Faze que eu ouça cada dia a tua voz que me chama a seguir-te para sentir sempre em mim os benefícios da tua redenção. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)
De que forma a Palavra de Deus estará presente neste seu dia? O que você deseja colocar em prática, segundo os ensinamentos de Jesus?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas