Oração diária, Natividade de São João Batista - Lc 1,57-66.80

Natividade de São João Batista – Ano Litúrgico B

24 de junho de 2018

ORAÇÃO DO DIA

Pai, toma-me sob a tua proteção e robustece-me com o teu Espírito, de modo que eu possa cumprir, com coragem e fidelidade, as tarefas do Reino que me são confiadas.

PRIMEIRA LEITURA: Is 49,1-6

Leitura do Livro do Profeta Isaías

1Nações marinhas, ouvi-me, povos distantes, prestai atenção: o Senhor chamou-me antes de eu nascer, desde o ventre de minha mãe ele tinha na mente o meu nome; 2fez de minha palavra uma espada afiada, protegeu-me à sombra de sua mão e fez de mim flecha aguçada, escondida em sua aljava, 3e disse-me: “Tu és o meu Servo, Israel, em quem serei glorificado”.
4E eu disse: “Trabalhei em vão, gastei minhas forças sem fruto, inutilmente; entretanto o Senhor me fará justiça e o meu Deus me dará recompensa”. 5E agora me diz o Senhor – ele que me preparou desde o nascimento para ser seu Servo – que eu recupere Jacó para ele e faça Israel unir-se a ele; aos olhos do Senhor esta é a minha glória. 6Disse ele: “Não basta seres meu Servo para restaurar as tribos de Jacó e reconduzir os remanescentes de Israel: eu te farei luz das nações, para que minha salvação chegue até aos confins da terra”.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 139

          — Eu vos louvo e vos dou graças, ó Senhor, porque de modo admirável me formastes!
— Eu vos louvo e vos dou graças, ó Senhor, porque de modo admirável me formastes!

— Senhor, vós me sondais e conheceis, sabeis quando me sento ou me levanto; de longe penetrais meus pensamentos; percebeis quando me deito e quando eu ando, os meus caminhos vos são todos conhecidos.

— Fostes vós que me formastes as entranhas, e no seio de minha mãe vós me tecestes. Eu vos louvo e vos dou graças, ó Senhor, porque de modo admirável me formastes!

— Até o mais íntimo, Senhor, me conheceis; nenhuma sequer de minhas fibras ignoráveis, quando eu era modelado ocultamente, era formado nas entranhas subterrâneas.

SEGUNDA LEITURA: At 13,22-26

Leitura dos Atos dos Apóstolos

Naqueles dias, Paulo disse: 22“Deus fez surgir Davi como rei e assim testemunhou a seu respeito: ‘Encontrei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que vai fazer em tudo a minha vontade’. 23Conforme prometera, da descendência de Davi Deus fez surgir para Israel um Salvador, que é Jesus.
4Antes que ele chegasse, João pregou um batismo de conversão para todo o povo de Israel. 25Estando para terminar sua missão, João declarou: ‘Eu não sou aquele que pensais que eu seja! Mas vede: depois de mim vem aquele, do qual nem mereço desamarrar as sandálias’. 26Irmãos, descendentes de Abraão, e todos vós que temeis a Deus, a nós foi enviada esta mensagem de salvação”.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

EVANGELHO: Lc 1,57-66.80

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

57Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho. 58Os vizinhos e parentes ouviram dizer como o Senhor tinha sido misericordioso para com Isabel, e alegraram-se com ela. 59No oitavo dia, foram circuncidar o menino, e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. 60A mãe, porém disse: “Não! Ele vai chamar-se João”.
61s outros disseram: “Não existe nenhum parente teu com esse nome!” 62Então fizeram sinais ao pai, perguntando como ele queria que o menino se chamasse. 63Zacarias pediu uma tabuinha, e escreveu: “João é o seu nome”. E todos ficaram admirados. 64No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus. 65Todos os vizinhos ficaram com medo, e a notícia espalhou-se por toda a região montanhosa da Judeia. 66E todos os que ouviam a notícia ficavam pensando: “O que virá a ser este menino?” De fato, a mão do Senhor estava com ele. 80E o menino crescia e se fortalecia em espírito. Ele vivia nos lugares desertos, até o dia em que se apresentou publicamente a Israel

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Nasceu João Batista, filho de Isabel e Zacarias. Seu nome significa “o Senhor é favorável, o Senhor se compadece”. O nome foi escolhido por Deus e comunicado pelo anjo Gabriel ao sacerdote Zacarias, quando oferecia o incenso no Templo. O nascimento de João Batista foi para seus pais um acontecimento inesperado. Não tinham filhos e eram idosos, mas chegou a boa notícia. E assim, mais uma vez Deus mostra que a última palavra é dele. João nasce num ambiente de alegria. Ele já havia saltado no ventre de sua mãe quando Maria, a mãe de Jesus, foi visitar seus primos em Ein Karem, nas montanhas de Judá. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e a alegria da salvação iluminou os rostos que contemplavam as maravilhas de Deus sem saber explicá-las.
O Senhor falou e desde o útero materno preparou o seu servo para restaurar as tribos de Jacó e preparar para Deus um povo que lhe fosse agradável. João não era a luz. Ele veio para mostrar aquele que é a luz das nações. Desde sempre soube que era preciso que o que viria depois dele crescesse e que ele mesmo diminuísse. Não foi um caniço agitado pelo vento nem um palaciano fútil de roupas finas. Foi a voz que clama no deserto: “Preparem o caminho do Senhor!”. Bendito seja o Senhor Deus de Israel, que visitou e redimiu o seu povo. Fez surgir, na casa de Davi, o Salvador, que veio nos libertar das mãos dos inimigos e mostrar a sua misericórdia conforme o juramento que tinha feito a nosso pai Abraão.
Assim nos foi concedido servir a Deus em santidade e justiça todos os nossos dias. E o que será deste menino que acaba de nascer? Ele será chamado profeta do Altíssimo e irá à frente do Senhor para preparar-lhe o caminho. Será o precursor e anunciará ao povo a salvação pelo perdão dos pecados. Graças ao coração misericordioso do nosso Deus, o Astro das alturas vem nos visitar e iluminar os que estão nas trevas guiando-nos no caminho da paz. O menino, João, foi crescendo e se desenvolvendo, espiritualmente fortalecido. Morou no deserto até o dia em que começou o seu ministério, batizando no rio Jordão um batismo de penitência para o perdão dos pecados. Um diácono da Igreja de Roma, monge do Monte Cassino, estando sem voz, que era bela e forte, e devendo cantar o precônio da Páscoa, para recuperar a voz, como Zacarias, compôs em honra de São João Batista o hino das primeiras Vésperas. O hino tem a peculiaridade das notas musicais na primeira estrofe, conservadas em português pelo tradutor: “Doce sonoro, ressoe o canto, minha garganta faça o pregão, solta-me a língua, lava-me a culpa, ó São João”.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2018’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Solenidade da Natividade de São João Batista. No nascimento do menino reconhecemos que Deus cumpre o que promete. Que, iluminados pela Palavra de Deus, possamos celebrar em nossa vida a fidelidade e o amor de Deus que se manifestam no dia a dia.

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Quais são os personagens presentes na narrativa? Qual mensagem o evangelista deseja nos transmitir? Quem é João Batista? Como você entende sua missão?
“Na releitura cristã da Escritura predomina o esquema promessa-cumprimento. Também no interior do evangelho de Lucas esse esquema aparece com relativa frequência. O que Deus promete, ele o cumpre. É o caso do evangelho da festa de hoje. Os vizinhos reconhecem a ação de Deus na concepção e no nascimento de João Batista e se alegram por Isabel, pois o Senhor a tinha tirado do opróbrio. Essa alegria havia sido objeto de promessa quando o anjo anunciou o nascimento de João a Zacarias, no Templo de Jerusalém (Lc 1,14). Outro aspecto é a mudez de Zacarias e o nome imposto ao menino. O nome a ser dado ao menino é imposição do mensageiro celeste (1,13), uma forma de dizer de sua eleição divina. A mudez de Zacarias é consequência de sua incredulidade (1,20) e, ao mesmo tempo, sinal da intervenção de Deus (1,21-22). A língua de Zacarias se soltará quando da realização da promessa (1,20). O acordo entre Isabel e Zacarias sobre o nome do menino (vv. 60.63) realiza a promessa e indica que o nome ‘João’ (= Deus concedeu a sua graça) é de origem divina. Recebendo essa revelação como Palavra de Deus, a boca de Zacarias se abre e sua língua se solta para bendizer Deus (v. 67)” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
No nascimento de João Batista reconhecemos que Deus cumpre a sua promessa. Também Zacarias, Isabel, Maria e os vizinhos reconhecem a ação de Deus na concepção do menino, se alegram por tão grande maravilha e bendizem a Deus por sua fidelidade. E a mão do Senhor estava com João Batista. Você também acredita que Deus realiza maravilhas em sua vida? Por quais motivos você hoje deseja celebrar e render graças a Deus, recordando a sua misericórdia e fidelidade em sua vida? Você reconhece que a mão do Senhor o(a) acompanha?

Oração (Vida)
Rezemos o Cântico de Zacarias (Lc 1,68-79), que narra a ação de Deus e a missão de João Batista.
“Bendito seja o Senhor, Deus de Israel, porque visitou e realizou a libertação de seu povo, suscitando-nos, na casa de seu servo Davi, uma força de salvação – tal como o anunciara antigamente por intermédio de seus santos profetas –, salvação de nossos inimigos e do poder de todos os que nos odeiam. Isso fez para mostrar misericórdia a nossos pais e lembrar de sua santa aliança, do juramento que fez a nosso pai Abraão, de conceder-nos que, arrancados das mãos de nossos inimigos, lhe sirvamos sem temor, com santidade e justiça, em sua presença, todos os nossos dias. E tu, menino, serás chamado profeta do Altíssimo, pois caminharás diante do Senhor, para preparar seus caminhos, dando a seu povo o conhecimento da salvação, pelo perdão de seus pecados. Graças à entranhável misericórdia de nosso Deus, nos visitará a Aurora que vem do alto, para iluminar os que vivem nas trevas e na sombra da morte, para guiar nossos passos no caminho da paz.” (“A Bíblia – Novo Testamento”, da Paulinas Editora).

Contemplação (Vida e Missão)
A Palavra de Deus encontrou sintonia em sua vida? O que você deseja colocar em prática hoje?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas