Oração diária, Nenhum profeta é bem recebido na sua própria terra - Lc 4,24-30

3ª Semana da Quaresma – Ano Litúrgico B

05 de março de 2018

ORAÇÃO DO DIA

Pai, que eu saiba acolher Jesus e reconhecê-lo como de Filho de Deus, de modo a tornar-me beneficiário de seu ministério messiânico.

PRIMEIRA LEITURA: 2Rs 5,1-15a

Leitura do Livro do Segundo Livro dos Reis

Naqueles dias, 1Naamã, general do exército do rei da Síria, era um homem muito estimado e considerado pelo seu senhor, pois foi por meio dele que o Senhor concedeu a vitória aos arameus. Mas esse homem, valente guerreiro, era leproso.
2Ora, um bando de arameus que tinha saído da Síria, tinha levado cativa uma moça do país de Israel. Ela ficou a serviço da mulher de Naamã. 3Disse ela à sua senhora: “Ah, se meu senhor se apresentasse ao profeta que reside em Samaria, sem dúvida, ele o livraria da lepra de que padece!”
4Naamã foi então informar o seu senhor: “Uma moça do país de Israel disse isto e isto”. 5Disse-lhe o rei Aram: “Vai, que eu enviarei uma carta ao rei de Israel”. Naamã partiu, levando consigo dez talentos de prata, seis mil siclos de ouro e dez mudas de roupa. 6E entregou ao rei de Israel a carta, que dizia: “Quando receberes esta carta, saberás que eu te enviei Naamã, meu servo, para que o cures de sua lepra”.
7O rei de Israel, tendo lido a carta, rasgou suas vestes e disse: “Sou Deus, porventura, que possa dar a morte e a vida, para que este me mande um homem para curá-lo de lepra? Vê-se bem que ele busca pretexto contra mim”. 8Quando Eliseu, o homem de Deus, soube que o rei de Israel havia rasgado as vestes, mandou dizer-lhe: “Por que rasgaste tuas vestes? Que ele venha a mim, para que saibas que há um profeta em Israel”.
9Então Naamã chegou com seus cavalos e carros, e parou à porta da casa de Eliseu. 10Eliseu mandou um mensageiro para lhe dizer: “Vai, lava-te sete vezes no Jordão, e tua carne será curada e ficarás limpo”.
11Naamã, irritado, foi-se embora, dizendo: “Eu pensava que ele sairia para me receber e que, de pé, invocaria o nome do Senhor, seu Deus, e que tocaria com sua mão o lugar da lepra e me curaria. 12Será que os rios de Damasco, o Abana e o Fartar, não são melhores do que todas as águas de Israel, para eu me banhar nelas e ficar limpo?” Deu meia-volta e partiu indignado.
13Mas seus servos aproximaram-se dele e disseram-lhe: “Senhor, se o profeta te mandasse fazer uma coisa difícil, não a terias feito? Quanto mais agora que ele te disse: ‘Lava-te e ficarás limpo”’. 14Então ele desceu e mergulhou sete vezes no Jordão, conforme o homem de Deus tinha mandado, e sua carne tornou-se semelhante à de uma criancinha, e ele ficou purificado.
15aEm seguida, voltou com toda a sua comitiva para junto do homem de Deus. Ao chegar, apresentou-se diante dele e disse: “Agora estou convencido de que não há outro Deus em toda terra, senão o que há em Israel!”

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 42(41); 43(42)

          — Minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo: e quando verei a face de Deus?
— Minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo: e quando verei a face de Deus?

— Assim como a corça suspira pelas águas correntes, suspira igualmente minh’alma por vós, ó meu Deus!

— A minh’alma tem sede de Deus, e deseja o Deus vivo. Quando terei a alegria de ver a face de Deus?
— Enviai vossa luz, vossa verdade: elas serão o meu guia; que me levem ao vosso Monte santo, até a vossa morada!

— Então irei aos altares do Senhor, Deus da minha alegria. Vosso louvor cantarei, ao som da harpa, meu Senhor e meu Deus!

EVANGELHO: Lc 4,24-30

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

Jesus, vindo a Nazaré, disse ao povo na sinagoga: 24“Em verdade eu vos digo que nenhum profeta é bem recebido em sua pátria. 25De fato, eu vos digo: no tempo do profeta Elias, quando não choveu durante três anos e seis meses e houve grande fome em toda a região, havia muitas viúvas em Israel. 26No entanto, a nenhuma delas foi enviado Elias, senão a uma viúva em Sarepta, na Sidônia. 27E no tempo do profeta Eliseu, havia muitos leprosos em Israel. Contudo, nenhum deles foi curado, mas sim Naamã, o sírio”.
28Quando ouviram estas palavras de Jesus, todos na sinagoga ficaram furiosos. 29Levantaram-se e o expulsaram da cidade. Levaram-no até o alto do monte sobre o qual a cidade estava construída, com a intenção de lançá-lo no precipício. 30Jesus, porém, passando pelo meio deles, continuou o seu caminho.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Este texto faz parte da pregação de Jesus na sinagoga de Nazaré. Ele anunciou o seu projeto em benefício dos pobres e deserdados deste mundo, e todos os que o ouviam ficaram muito felizes com o que ele dizia, até que o discurso mudou de rumo. Jesus deu a entender que seu projeto de salvação e de libertação era para todos, e citou o profeta Elias que socorreu uma viúva e Eliseu que curou um doente, ambos estrangeiros. Jesus afirmava que nem os profetas nem ele eram propriedade de ninguém. O Deus de Israel não é um Deus exclusivo, que beneficiará somente os membros do povo eleito. Ser povo eleito não é privilégio. É responsabilidade e missão. Jesus vai resolver o problema dos pobres e dos deserdados deste mundo com a colaboração direta daqueles que foram escolhidos. Por isso são o povo eleito. Quem aceitou Jesus Cristo tornou-se com ele responsável do bem de toda a humanidade, bem neste mundo e no mundo que há de vir. Quiseram matar Jesus, mas ele seguiu adiante.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2018’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Iniciamos um novo dia e uma nova semana de trabalhos, de estudos, com tantas atividades que nos aguardam, decisões a serem tomadas, caminhos a serem percorridos… Por isso, queremos, no encontro com o Senhor, por meio da leitura orante, entregar a Ele tudo o que iremos viver e pedir as luzes e graças necessárias para nossa caminhada. Silenciando sua mente e seu coração, repita algumas vezes a oração: “Espírito Santo, necessitamos de vossa ajuda para conhecer o caminho que devemos seguir. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Identifique as palavras que se repetem e os personagens presentes na narrativa. Por que Jesus não é acolhido? Por que a proposta de Jesus causa tanta fúria entre os ouvintes?
“Nossa perícope é conhecida como o discurso programático de Jesus na sinagoga de Nazaré. Depois de fazer a interpretação de um trecho do livro do profeta Isaías, Jesus evoca a história de Elias e Eliseu, que permite estabelecer um paralelo entre Israel e Nazaré. Nazaré passa a ser protótipo da rejeição de Jesus por parte de todo o Israel. Uma das temáticas dominantes de toda a primeira parte do Evangelho de Lucas é a identidade de Jesus. Jesus é verdadeiro profeta num duplo sentido: é homem de Deus que recebe dele sua missão e, por isso, é rejeitado por seu próprio povo. A rejeição é um critério que permite verificar a autenticidade de sua vocação profética. A perseguição, a incompreensão, a vida ameaçada são alguns dos traços presentes na vida de todo verdadeiro profeta. Para se manter fiel à missão recebida de Deus, é preciso colocar-se inteiramente nas mãos do Senhor. Por isso, passando pelo meio deles, entenda-se, não se deixando intimidar pela ameaça de morte, Jesus prossegue o seu caminho” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Qual palavra do texto encontrou profunda sintonia com a sua vida? Por que a mensagem e a proposta de Jesus de libertação dos pobres não são acolhidas? O que elas provocam? O que significam para você? Como você acolhe todos os dias a mensagem de Jesus em sua vida? Quais sentimentos esta Palavra despertou em você?

Oração (Vida)
Faça sua oração pessoal de confiança, entrega, pedido de perdão… Agradeça a Palavra de Deus que você acabou de refletir: “Jesus Mestre, agradeço as luzes que me destes nesta meditação. Perdoai-me os limites que me impediram de fazê-la melhor. Ofereço-vos a resolução que tomei e que espero viver, pela vossa graça. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)
O que é pedido à sua vida, aqui e agora? Ao concluir sua reflexão sobre o texto bíblico e sua oração, em quais realidades de sua vida você percebe a necessidade de uma abertura maior? O que você pretende fazer para que essa abertura se concretize? Que outro apelo a Palavra de Deus despertou em seu coração?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.