Ninguém pode servir a dois senhores - Mt 6,24-34

11ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

22 de junho de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, centra toda minha vida na busca do teu Reino e na justiça que dele vem, de forma que nenhuma outra preocupação possa ser importante para mim.

PRIMEIRA LEITURA: 2 Cor 12,1-10

Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios – Irmãos, 1será que é preciso gloriar-me? Na verdade, não convém. No entanto, passarei a falar das visões e revelações do Senhor. 2Conheço um homem, unido a Cristo, que há quatorze anos foi arrebatado até o terceiro céu. Se ele foi arrebatado com o corpo ou sem o corpo, eu não o sei, só Deus sabe. 3Sei que esse homem – se com o corpo ou sem o corpo, não sei, Deus o sabe – 4foi arrebatado ao paraíso e lá ouviu palavras inefáveis que nenhum homem consegue pronunciar. 5Quanto a esse homem eu me gloriarei, mas, quanto a mim mesmo, eu não me gloriarei, a não ser das minhas fraquezas. 6No entanto, se eu quisesse gloriar-me, não seria insensato, pois só diria a verdade. Mas evito gloriar-me, para que ninguém faça de mim uma ideia superior àquilo que vê em mim ou que ouve de mim. 7E para que a extraordinária grandeza das revelações não me ensoberbecesse, foi espetado na minha carne um espinho, que é como um anjo de satanás a esbofetear-me, a fim de que eu não me exalte demais. 8A esse propósito, roguei três vezes ao Senhor que o afastasse de mim. 9Mas ele disse-me: “Basta-te a minha graça. Pois é na fraqueza que a força se manifesta”. Por isso, de bom grado, eu me gloriarei das minhas fraquezas, para que a força de Cristo habite em mim. 10Eis por que eu me comprazo nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições e nas angústias sofridas por amor a Cristo. Pois, quando eu me sinto fraco, é então que sou forte.     

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 33(34)

— Provai e vede quão suave é o Senhor!

— Provai e vede quão suave é o Senhor!

— O anjo do Senhor vem acampar ao redor dos que o temem, e os salva. Provai e vede quão suave é o Senhor! Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!

— Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, porque nada faltará aos que o temem. Os ricos empobrecem, passam fome, mas aos que buscam o Senhor não falta nada.

— Meus filhos, vinde agora e escutai-me: vou ensinar-vos o temor do Senhor Deus. Qual o homem que não ama sua vida, procurando ser feliz todos os dias?

EVANGELHO: Mt 6,24-34

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo  segundo Mateus.
— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 24“Ninguém pode servir a dois senhores, pois ou odiará um e amará o outro, ou será fiel a um e desprezará o outro. Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro. 25Por isso eu vos digo, não vos preocupeis com a vossa vida, com o que havereis de comer ou beber; nem com o vosso corpo, com o que havereis de vestir. Afinal, a vida não vale mais do que o alimento, e o corpo, mais do que a roupa? 26Olhai os pássaros dos céus: eles não semeiam, não colhem nem ajuntam em armazéns. No entanto, vosso Pai que está nos céus os alimenta. Vós não valeis mais do que os pássaros?27Quem de vós pode prolongar a duração da própria vida só pelo fato de se preocupar com isso? 28E por que ficais preocupados com a roupa? Olhai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham nem fiam. 29Porém, eu vos digo, nem o rei Salomão, em toda a sua glória, jamais se vestiu como um deles.30Ora, se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é queimada no forno, não fará ele muito mais por vós, gente de pouca fé? 31Portanto, não vos preocupeis, dizendo: O que vamos comer? O que vamos beber? Como vamos nos vestir? 32Os pagãos é que procuram essas coisas. Vosso Pai, que está nos céus, sabe que precisais de tudo isso. 33Pelo contrário, buscai em primeiro lugar o reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão dadas por acréscimo. 34Portanto, não vos preocupeis com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã terá suas preocupações! Para cada dia bastam seus próprios problemas”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Quem é o Senhor da nossa vida, Deus ou o dinheiro? Não podemos servir a dois senhores. Precisamos de dinheiro para as necessidades básicas da nossa vida. No entanto, o que o Evangelho nos diz é que não devemos ser escravos do dinheiro pela ganância. E nos diz mais. Se temos fé, devemos confiar na providência de Deus.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
A mensagem que o Senhor nos apresenta no Evangelho de hoje é muito clara: ninguém pode servir a dois senhores, ninguém pode servir a Deus e ao dinheiro. Também é um convite a confiarmos na providência do Pai, que sabe do que precisamos e não nos deixa faltar nada.
Peçamos ao Espírito Santo as graças necessárias para bem compreendermos os ensinamentos de Jesus: “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor Nosso. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Qual é o contexto da narrativa? É possível servir a dois senhores? O que Jesus nos convida a viver no Evangelho de hoje? Releia o texto repetindo as palavras e versículos que mais chamaram sua atenção.
“O coração do ser humano não pode estar dividido. O ser humano não pode viver a sua existência sem fazer escolhas. A ambiguidade e a divisão podem destruir a vida do homem. A fé cristã vivida como opção livre do fiel não admite ambiguidade, não admite dois senhores que determinem a vida da pessoa. De fato, a riqueza, a preocupação excessiva com os bens deste mundo, o apego às coisas terrenas se opõem a Deus e reivindicam o lugar de Deus. O discípulo deve rejeitar a ambiguidade e viver a sua vida responsavelmente e, ao mesmo tempo, na confiança em Deus. Nenhum bem deste mundo é capaz de realizar plenamente o ser humano nem de dar sentido à sua vida. Nosso texto de hoje não é um convite à passividade nem tampouco ao conformismo; ele é um apelo à confiança em Deus, que deve caracterizar o modo de vida do fiel cristão. Para o nosso texto, Deus não é alheio à vida do ser humano; ele sabe do que necessitamos. Não se pode reduzir a existência humana ao conforto e ao bem-estar. A vida é muito mais do que possuir, e o ser humano vale muito mais do que os seus bens. Na vida do cristão tudo deve ser vivido e buscado a partir da centralidade do Reino de Deus. O que realiza plenamente a vida do ser humano não se confunde absolutamente com os bens deste mundo; somente o que ‘não passa’ é que pode conduzir o homem à plena felicidade” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o Senhor pede a você hoje? Quem é o senhor da sua vida, a quem você serve? Quais preocupações ocupam sua mente, seu coração? Como ressoam em seu coração as palavras de Jesus: “Quem de vós pode, com sua preocupação, acrescentar um só dia à duração de sua vida”? Você confia no fato de que Deus conhece suas necessidades e, qual Pai atencioso, nos atende em tudo que precisamos? Qual palavra do texto encontrou profunda sintonia com a sua vida, com as suas atitudes? Em sua vida, seu trabalho, seu relacionamento com as pessoas, como você procura viver os ensinamentos de Jesus?

Oração (Vida)
É a hora do diálogo direto com Deus. Apresente ao Senhor a oração que brotou em seu coração. Depois, conclua rezando: “Jesus, princípio e realização do homem novo, convertei a Vós os nossos corações, para que, deixando as sendas do erro, sigamos os vossos passos no caminho que conduz à vida. Fazei que, fiéis às promessas do batismo, vivamos, com coerência, a nossa fé, testemunhando com solicitude a vossa palavra, para que, na família e na sociedade, resplandeça a luz vivificante do Evangelho. Jesus, poder e sabedoria de Deus, acendei em nós o amor à Sagrada Escritura, onde ressoa a voz do Pai, que ilumina e abrasa, nutre e consola. Vós, Palavra de Deus Vivo, renovai na Igreja o ardor missionário, para que todos os povos cheguem a conhecer-vos como verdadeiro Filho de Deus e verdadeiro Filho do homem, único Mediador entre o homem e Deus. Jesus, fonte de unidade e de paz, fortalecei a comunhão na vossa Igreja, para que, pela força do vosso Espírito, todos os vossos discípulos sejam um só. Vós que nos destes como regra de vida o mandamento novo do amor, tornai-nos construtores de um mundo solidário, onde a guerra seja suplantada pela paz, a cultura da morte, pelo empenho em favor da vida. Amém” (São João Paulo II).

Contemplação (Vida e Missão)
Com a Palavra de Deus na mente e no coração, qual atitude você se propõe a viver hoje?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas