Liturgia diária Nós deixamos tudo e te seguimos...

8ª Semana Comum – Ano Litúrgico C

24 de maio de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Pai, dá-me a graça de entregar-me totalmente ao serviço do Reino, sem esperar outra recompensa além de saber-me amado por ti.

PRIMEIRA LEITURA: 1 Pe 1,10-16

Leitura da primeira carta de são Pedro.
1 10 Esta salvação tem sido o objeto das investigações e das meditações dos profetas que proferiram oráculos sobre a graça que vos era destinada.
11 Eles investigaram a época e as circunstâncias indicadas pelo Espírito de Cristo, que neles estava e que profetizava os sofrimentos do mesmo Cristo e as glórias que os deviam seguir.
12 Foi-lhes revelado que propunham não para si mesmos, senão para vós, estas revelações que agora vos têm sido anunciadas por aqueles que vos pregaram o Evangelho da parte do Espírito Santo enviado do céu. Revelações estas, que os próprios anjos desejam contemplar.
13 Cingi, portanto, os rins do vosso espírito, sede sóbrios e colocai toda vossa esperança na graça que vos será dada no dia em que Jesus Cristo aparecer.
14 À maneira de filhos obedientes, já não vos amoldeis aos desejos que tínheis antes, no tempo da vossa ignorância.
15 A exemplo da santidade daquele que vos chamou, sede também vós santos em todas as vossas ações, pois está escrito:
16 “Sede santos, porque eu sou santo”.
Palavra do Senhor. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 97

— O Senhor fez conhecer seu poder salvador perante as nações.
— O Senhor fez conhecer seu poder salvador perante as nações.

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios! Sua mão e o seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória.

— O Senhor fez conhecer a salvação, e às nações, sua justiça; recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel.

— Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Acalmai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai!

EVANGELHO:  Mc 10,28-31

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Marcos.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 10 28 Pedro começou a dizer-lhe: “Eis que deixamos tudo e te seguimos.”
29 Respondeu-lhe Jesus. “Em verdade vos digo: ninguém há que tenha deixado casa ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou terras por causa de mim e por causa do Evangelho
30 que não receba, já neste século, cem vezes mais casas, irmãos, irmãs, mães, filhos e terras, com perseguições e no século vindouro a vida eterna.
31 Muitos dos primeiros serão os últimos, e dos últimos serão os primeiros.”
Palavra da Salvação.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Sempre dentro do quadro do segundo anúncio da Paixão, no seu entusiasmo, Pedro se adianta aos outros: Nós deixamos tudo e te seguimos. Alguma coisa deixaram, a família, o barco, as redes, uma pequena empresa de pesca. Não deve ter sido muita coisa a ponto de justificar o entusiasmo de Pedro. A resposta de Jesus é de clara orientação; tudo o que se fizer será “por causa de mim e do evangelho”. Um lema para a vida, um estilo de vida. Tudo o que se faz, é feito por causa de Cristo e do seu evangelho. Quem deixar tudo por causa de Cristo e de seu evangelho receberá cem vezes mais agora e no futuro a vida eterna. Jesus acrescenta uma palavra que nós dispensaríamos sem dificuldade: “com perseguições”. Receberá cem vezes mais, com perseguições. E ainda mais um acréscimo dispensável: muitos primeiros serão últimos e muitos últimos serão primeiros. Todas essas reflexões são decorrências da discussão dos Doze para saber quem deles era o maior. Irmão Carlos de Jesus, olhando para Jesus de Nazaré, escrevia: “Desceu com eles e veio para Nazaré. Toda sua vida, só fez descer, descer ao se encarnar, descer fazendo-se criança, descer obedecendo, descer fazendo-se pobre, abandonado, exilado, perseguido, supliciado, colocando-se sempre no último lugar”. Não é um lugar triste. É até estratégico.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! O Evangelho de hoje nos mostra que o seguimento de Jesus exige renúncia e despojamento. Peçamos ao Espírito Santo a abertura de coração, para melhor acolhermos a Palavra do Senhor: “Ó Espírito Santo, Criador e Renovador de todas as coisas, renova em mim os teus sete dons, para que assim eu possa compreender e viver a tua Palavra de vida. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Faça a leitura do Evangelho, destaque os verbos e personagens que aparecem na narrativa e recorde outros textos que possam ajudá-lo(a) na compreensão deste. Identifique seu tema central. Com quem Jesus está falando e sobre o que Ele fala?

Meditação (Caminho)
O que o texto diz diretamente a você? Você identificou o tema central do Evangelho; agora, busque compreender de que modo ele o(a) toca. O que ele diz a você? Medite sobre o texto bíblico, feche os olhos e escute o que o Senhor lhe diz por meio de sua Palavra.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? No Evangelho, você percebeu que Jesus fala do seguimento. Diante disso, o que você gostaria de dizer a Deus, com sua oração? Conte-lhe o que está em sua mente e em seu coração, pois o Senhor está com você e deseja escutá-lo(a) neste instante.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Neste momento de contemplação, reflita sobre a Palavra e busque perceber o que ela o(a) leva a experimentar. Identifique qual sentimento nasce em seu coração diante dela e estabeleça um propósito para viver neste dia, sob a forma de uma palavra ou uma frase que possa acompanhá-lo(a).

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.