Liturgia diária, O Espírito Santo vos ensinará o que dizer - Lc 12,8-12

28ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

21 de outubro de 2017

ORAÇÃO DO DIA

Pai, seja eu instruído pelo Espírito Santo, para estar sempre pronto a dar testemunho corajoso de minha fé em teu Filho Jesus.

PRIMEIRA LEITURA: Rm 4,13.16-18

Leitura da Carta de São paulo aos Romanos

Irmãos, 13não foi por causa da Lei, mas por causa da justiça que vem da fé, que Deus prometeu o mundo como herança a Abraão ou à sua descendência. 16É em virtude da fé que alguém se torna herdeiro. Logo, a condição de herdeiro é uma graça, um dom gratuito, e a promessa de Deus continua valendo para toda a descendência de Abraão, tanto para a descendência que se apega à Lei, quanto para a que se apoia somente na fé de Abraão, que é o pai de todos nós. 17Pois está escrito: “Eu fiz de ti pai de muitos povos”. Ele é pai diante de Deus, porque creu em Deus que vivifica os mortos e faz existir o que antes não existia. 18Contra toda a humana esperança, ele firmou-se na esperança e na fé. Assim, tornou-se pai de muitos povos, conforme lhe fora dito: “Assim será a tua posteridade”.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 104

          — O Senhor se lembra sempre da Aliança.
— O Senhor se lembra sempre da Aliança.

— Descendentes de Abraão, seu servidor, e filhos de Jacó, seu escolhido, ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, vigoram suas leis em toda a terra.

— Ele sempre se recorda da Aliança, promulgada a incontáveis gerações; da Aliança que ele fez com Abraão, e do seu santo juramento a Isaac.

— Ele lembrou-se de seu santo juramento, que fizera a Abraão, seu servidor. Fez sair com grande júbilo o seu povo, e seus eleitos, entre gritos de alegria

EVANGELHO:  Lc 12,8-12

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 8“Todo aquele que der testemunho de mim diante dos homens, o Filho do Homem também dará testemunho dele diante dos anjos de Deus. 9Mas aquele que me renegar diante dos homens, será negado diante dos anjos de Deus. 10Todo aquele que disser alguma coisa contra o Filho do Homem será perdoado. Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo não será perdoado. 11Quando vos conduzirem diante das sinagogas, magistrados e autoridades, não fiqueis preocupados como ou com que vos defendereis, ou com o que direis. 12Pois, nessa hora, o Espírito Santo vos ensinará o que deveis dizer”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Jesus se declara a favor de quem se declara por ele neste mundo. Quem renega Jesus também será renegado. Mas quem fala mal de Jesus, esse será perdoado. Quem renega Jesus, sabe o que está fazendo e age com consciência e convicção. Quem fala mal dele ou o critica talvez o faça por ignorância. Não sabe o que está fazendo e não sabe quem é Jesus. Pode ser perdoado, como também pode ser perdoado aquele que o rejeitou e depois se converteu. Não será, porém, perdoado aquele que peca contra o Espírito Santo. Pense no Espírito Santo como o Amor na Trindade de Deus. Este Amor, que é o Espírito, está em cada um de nós e se manifesta nos atos de caridade fraterna que praticamos para com os irmãos e irmãs. Posso não saber quem é Jesus, mas não posso ignorar o meu próximo que é igual a mim. Assim, peco contra o Espírito Santo cada vez que não trato bem o meu próximo, porque peco contra o Amor. O mesmo Espírito Santo será a defesa dos mártires. Ele falará por eles quando estiverem diante dos magistrados deste mundo que perseguem a Igreja de Jesus. Caminhemos com Cristo declarando-nos em seu favor, sem receios, mesmo não agradando a todos. O Espírito Santo nos ensinará o que dizer.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
O Evangelho de hoje segue com as orientações de Jesus aos seus discípulos. É preciso que eles enfrentem as dificuldades que surgirem na realização da missão sem perder a confiança, pois nessa hora o Espírito Santo os orientará quanto ao que devem dizer.
Rezemos: “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Leia-o pausadamente. Qual é o contexto da narrativa? Quais são as orientações dadas por Jesus? O que é a blasfêmia contra o Espírito Santo? Por que a blasfêmia contra o Espírito Santo não será perdoada? De que forma o Espírito Santo se faz presente na vida dos discípulos?
“Prevenindo os discípulos contra a doutrina dos fariseus, Jesus dá continuidade à sua fala. Declarar-se por Jesus diante do povo significa assumir a tarefa de testemunhar o seu amor libertador e vivificante. Este testemunho implica a inserção na comunidade de discípulos, onde se vivem o amor fraterno e o serviço. A comunidade missionária é chamada a dar o testemunho diante de todo o povo e ao mundo. A blasfêmia contra o Espírito Santo é a rejeição do próprio perdão e do dom da vida eterna por Deus. Os chefes religiosos de Jerusalém, ao dizerem que Jesus estava possuído por um espírito impuro, blasfemavam contra o Espírito Santo manifesto em Jesus. Na cegueira do amor ao poder e ao dinheiro perdem-se o amor, a paz e a própria vida. A comunidade em missão estará sujeita a perseguições e prisões que advirão. As provações de Jesus são também, ao longo do tempo, as provações dos discípulos. Os verdadeiros discípulos, conduzidos pelo Espírito Santo, são aqueles que deixam tudo e anunciam, empenhando-se na libertação dos oprimidos e no serviço à vida, a ser levada à sua plenitude” (Reflexão de José Raimundo Oliva, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Que luz Jesus lhe revela, com sua pessoa e sua mensagem? De que maneira esta passagem o(a) compromete? O que ela lhe pede? As orientações de Jesus aos seus discípulos são também direcionadas a você? Permaneça por alguns instantes em silêncio, para que o Senhor fale ao seu coração.

Oração (Vida)
“Ó Espírito Santo, dai-me um coração grande, aberto à vossa silenciosa e forte palavra inspiradora, fechado a todas as ambições mesquinhas, alheio a qualquer desprezível competição humana, compenetrado do sentido da santa Igreja. Um coração grande, desejoso de se tornar semelhante ao coração do Senhor Jesus. Um coração grande e forte para amar a todos, para servir a todos, para sofrer por todos. Um coração grande e forte para superar todas as provações, todo tédio, todo cansaço, toda desilusão, toda ofensa. Um coração grande e forte, constante até o sacrifício, quando for necessário. Um coração cuja felicidade é palpitar com o coração de Cristo e cumprir humilde e fielmente a vontade do Pai. Amém” (Paulo VI).

Contemplação (Vida e Missão)
Qual é a aplicação da Palavra em sua vida? O que você se propõe a viver? Como pretende atingir esse propósito?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.