Oração diária O Espírito Santo vos ensinará

28ª Semana Comum – Ano Litúrgico C

15 de outubro de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Pai, seja eu instruído pelo Espírito Santo, para estar sempre pronto a dar testemunho corajoso de minha fé em teu Filho Jesus.

PRIMEIRA LEITURA:  Ef 1,15-23

Leitura da Carta de São Paulo aos Efésios – Irmãos, 15desde que soube da vossa fé no Senhor Jesus e do vosso amor para com todos os santos, 16não cesso de dar graças a vosso respeito, quando me lembro de vós em minhas orações. 17Que o Deus de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai a quem pertence a glória, vos dê um espírito de sabedoria que vo-lo revele e faça verdadeiramente conhecer. 18Que ele abra o vosso coração à sua luz, para que saibais qual a esperança que o seu chamamento vos dá, qual a riqueza da glória que está na vossa herança com os santos, 19 e que imenso poder ele exerceu em favor de nós que cremos, de acordo com a sua ação e força onipotente. 20Ele manifestou sua força em Cristo, quando o ressuscitou dos mortos e o fez sentar-se à sua direita nos céus, 21bem acima de toda a autoridade, poder, potência, soberania ou qualquer título que se possa nomear não somente neste mundo, mas ainda no mundo futuro. 22Sim, ele pôs tudo sob os seus pés e fez dele, que está acima de tudo, a Cabeça da Igreja, 23que é o seu corpo, a plenitude daquele que possui a plenitude universal. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 8

         — Vós destes o domínio ao vosso Filho sobre tudo o que criastes.
— Vós destes o domínio ao vosso Filho sobre tudo o que criastes.

— Ó Senhor nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo! Desdobrastes nos céus vossa glória com grandeza, esplendor, majestade. O perfeito louvor vos é dado pelos lábios dos mais pequeninos.

— Contemplando estes céus que plasmastes e formastes com dedos de artista; vendo a lua e estrelas brilhantes, perguntamos: “Senhor, que é o homem, para dele assim vos lembrardes e o tratardes com tanto carinho?”

— Pouco abaixo de Deus o fizestes, coroando-o de glória e esplendor; vós lhe destes poder sobre tudo, vossas obras aos pés lhes pusestes

EVANGELHO: Lc 12,8-12

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 8“Todo aquele que der testemunho de mim diante dos homens, o Filho do Homem também dará testemunho dele diante dos anjos de Deus. 9Mas aquele que me renegar diante dos homens, será negado diante dos anjos de Deus. 10Todo aquele que disser alguma coisa contra o Filho do Homem será perdoado. Mas quem blasfemar contra o Espírito Santo não será perdoado. 11Quando vos conduzirem diante das sinagogas, magistrados e autoridades, não fiqueis preocupados como ou com que vos defendereis, ou com o que direis. 12Pois, nessa hora, o Espírito Santo vos ensinará o que deveis dizer”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Declare-se pelo Filho do Homem diante do povo. Ele vai se declarar em seu favor diante dos anjos. Negue o Filho do Homem diante do Povo. Você será negado diante dos Anjos de Deus. Fale contra o Filho do Homem. Você será perdoado. Blasfeme contra o Espírito Santo. Você não será perdoado. Nem todo mundo conhece Jesus Cristo nem entende a Igreja e seus ministros. Se a ignorância não é culpável, estão perdoados, porque a fé é um dom e dom é presente dado de graça. Blasfemar com o Espírito Santo não se faz com palavras, que podem ser fruto da ignorância. Pecar contra o Espírito Santo se faz com atos que na prática significam insensibilidade para com o outro. É pecar contra o amor pecando contra o outro que você vê e é igual a você. Não sufoquem o Espírito, diz Paulo. Ele está em nós vivo e se manifesta no que lhe é próprio, no amor solidário. A indiferença para com o outro, a insensibilidade, não se alegrar com o bem do outro é blasfemar contra o Espírito. Deixar que o Espírito se manifeste é multiplicar os gestos de amor, e na hora da perseguição e do tribunal, ele mesmo se manifestará em nós a nosso favor e nos ensinará o que deveremos dizer.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
O Evangelho de hoje segue com as orientações de Jesus aos seus discípulos. É preciso que eles enfrentem as dificuldades que surgirem na realização da missão sem perder a confiança, pois nessa hora o Espírito Santo os orientará quanto ao que devem dizer.
Rezemos: “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Leia-o pausadamente e identifique o contexto da narrativa. Quais são as orientações dadas por Jesus? O que é a blasfêmia contra o Espírito Santo? Por que a blasfêmia contra o Espírito Santo não será perdoada? De que forma o Espírito Santo se faz presente na vida dos discípulos?
“Milhares de pessoas acorrem a Jesus para ouvir sua palavra ‘cheia de sabedoria’ e ser curadas de seus males. Para Jesus é ocasião de instruir, de modo especial, os seus discípulos. No envio dos setenta e dois discípulos, Jesus os previne acerca da possibilidade de resistência e rejeição da mensagem cristã. O trecho de hoje é uma exortação a que os discípulos não esmoreçam ante as perseguições, mas mantenham-se firmes no testemunho de sua fé: ‘Não temais os que matam o corpo, e nada mais podem fazer’. Jesus diz que a blasfêmia contra o Espírito Santo não será perdoada. Por quê? Porque blasfemar contra o Espírito Santo é falar contra ele e fechar-se ao testemunho que o Espírito dá de Jesus; blasfêmia contra o Espírito Santo é fechamento ao perdão que Jesus oferece. Daí que não é Deus quem não perdoa, mas é a pessoa que rejeita o perdão. É o Espírito Santo que move a pessoa ao testemunho de Cristo; ele é o socorro, a ajuda de Deus na perseguição; é ele quem inspira a palavra acertada quando a fé for provada e tiver que ser defendida” (Reflexão de Pe. Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Que luz Jesus lhe revela, com sua pessoa e sua mensagem? De que maneira esta passagem o(a) compromete? O que pede a você? As orientações de Jesus aos seus discípulos são também para você? Permita-se ficar por alguns instantes em silêncio, para que o Senhor fale ao seu coração.

Oração (Vida)
“Ó Espírito Santo, dai-me um coração grande, aberto à vossa silenciosa e forte palavra inspiradora, fechado a todas as ambições mesquinhas, alheio a qualquer desprezível competição humana, compenetrado do sentido da santa Igreja. Um coração grande, desejoso de se tornar semelhante ao coração do Senhor Jesus. Um coração grande e forte para amar a todos, para servir a todos, para sofrer por todos. Um coração grande e forte para superar todas as provações, todo tédio, todo cansaço, toda desilusão, toda ofensa. Um coração grande e forte, constante até o sacrifício, quando for necessário. Um coração cuja felicidade é palpitar com o coração de Cristo e cumprir humilde e fielmente a vontade do Pai. Amém” (Paulo VI).

Contemplação (Vida e Missão)
Qual é a aplicação da Palavra em sua vida? O que você se propõe a viver? Como pretende atingir esse propósito?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.