Oração diária, O povo busca um sinal - Lc 11,29-32

1ª Semana da Quaresma – Ano Litúrgico B

21 de fevereiro de 2018

ORAÇÃO DO DIA

Pai, torna-me dócil e sensível para acolher as palavras de Jesus, sem exigir sinais espetaculares como pré-requisito para aderir a ele.

PRIMEIRA LEITURA: Jn 3,1-10

Leitura da Profecia de Jonas

1A palavra do Senhor foi dirigida a Jonas, pela segunda vez: 2“Levanta-te e põe-te a caminho da grande cidade de Nínive e anuncia-lhe a mensagem que eu te vou confiar”.
3Jonas pôs-se a caminho de Nínive, conforme a ordem do Senhor. Ora, Nínive era uma cidade muito grande; eram necessários três dias para ser atravessada. 4Jonas entrou na cidade, percorrendo o caminho de um dia; pregava ao povo, dizendo: “Ainda quarenta dias, e Nínive será destruída”.
5Os ninivitas acreditaram em Deus; aceitaram fazer jejum, e vestiram sacos, desde o superior ao inferior. 6A pregação chegara aos ouvidos do rei de Nínive; ele levantou-se do trono e pôs de lado o manto real, vestiu-se de saco e sentou-se em cima de cinza. 7Em seguida, fez proclamar, em Nínive, como decreto do rei e dos príncipes: “Homens e animais bovinos e ovinos não provarão nada! Não comerão e não beberão água. 8Homens e animais se cobrirão de sacos, e os homens rezarão a Deus com força; cada um deve afastar-se do mau caminho e de suas práticas perversas.
9Deus talvez volte atrás, para perdoar-nos e aplacar sua ira, e assim não venhamos a perecer”. 10Vendo Deus as suas obras de conversão e que os ninivitas se afastavam do mau caminho, compadeceu-se e suspendeu o mal, que tinha ameaçado fazer-lhes, e não o fez.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 51(50)

          — Ó Senhor, não desprezeis um coração arrependido!
— Ó Senhor, não desprezeis um coração arrependido!

— Tende piedade, ó meu Deus, misericórdia! Na imensidão de vosso amor, purificai-me! Lavai-me todo inteiro do pecado, e apagai completamente a minha culpa!

— Criai em mim um coração que seja puro, dai-me de novo um espírito decidido. Ó Senhor, não me afasteis de vossa face, nem retireis de mim o vosso Santo Espírito!

— Pois não são de vosso agrado os sacrifícios, e, se oferto um holocausto, o rejeitais. Meu sacrifício é minha alma penitente, não desprezeis um coração arrependido!

EVANGELHO: Lc 11,29-32

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 29quando as multidões se reuniram em grande quantidade, Jesus começou a dizer: “Esta geração é uma geração má. Ela busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal de Jonas.
30Com efeito, assim como Jonas foi um sinal para os ninivitas, assim também será o Filho do Homem para esta geração. 31No dia do julgamento, a rainha do Sul se levantará juntamente com os homens desta geração, e os condenará. Porque ela veio de uma terra distante para ouvir a sabedoria de Salomão. E aqui está quem é maior do que Salomão.
32No dia do julgamento, os ninivitas se levantarão juntamente com esta geração e a condenarão. Porque eles se converteram quando ouviram a pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Na Quaresma o profeta Jonas nos chama à conversão, mas não só ele. Ele e a rainha do Sul, a rainha de Sabá, que foi visitar o rei Salomão para ouvir e ver a sabedoria com que ele governava o seu povo. Jonas foi um sinal para os ninivitas, quando anunciou a destruição da cidade, que não foi destruída porque os ninivitas se converteram. Converteram-se de quê? Do mau caminho e da violência que tinham nas mãos. É impossível viver num ambiente onde as pessoas têm mãos violentas. Por isso a rainha de Sabá queria saber como Salomão governava o seu povo. No dia do juízo, Jonas e a rainha se levantarão para cobrar da humanidade a conversão social, que torna possível a vida humana nesta terra. Sem a conversão dos sistemas e das estruturas não é possível fazer o bem, ninguém consegue ser bom. O sistema mau gera cidadãos péssimos. Para acabar com o mau caminho e com a violência que tinham nas mãos e tornar a cidade habitável, os ninivitas precisaram rever suas estruturas, suas leis, seus costumes. Para isso, primeiro converteu-se o povo e depois o rei e os seus grandes.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2018’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
O apelo à conversão mais uma vez está presente na liturgia de hoje. É própria deste tempo litúrgico a insistência para abrirmos o coração para Deus e para os irmãos. O caminho de conversão é exigente. Precisamos predispor vontade, mente e coração para darmos passos. É certo que não caminhamos sozinhos. Deus nos concede a sua graça.
Peçamos ao Senhor que possamos bem rezar a Palavra de Deus deste dia e acolher o seu projeto de amor em nossa vida: “Senhor Jesus, dá-me um coração simples para compreender a riqueza de ensinamentos escondida em tua Palavra. Envia teu Espírito Santo para que eu não tenha medo de escutá-la e vivê-la conforme a tua vontade. Que a Palavra transforme o meu coração através da fé e confiança que eu deposito em ti. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? A quem Jesus se dirige? Qual sinal o povo estava buscando? Por que Jesus diz que nenhum sinal será dado a não ser o sinal de Jonas? Por que Jesus diz que o Filho do Homem será o sinal para esta geração?
“A fé em Jesus não está subordinada a nenhum ato espetacular e grandioso; ela é dom recebido pelo testemunho daqueles que foram testemunhas oculares de tudo o que Jesus fez e ensinou. Exigir um sinal para crer é tentar a Deus. É nesse sentido que os contemporâneos de Jesus o provocam. Há certos esquemas mentais que impedem de reconhecer a visita salvífica de Deus em Jesus, pois defendem o ‘é necessário ver para crer’. Como no relato das tentações, Jesus se recusa a satisfazer essa exigência tal qual solicitada. Jesus mesmo, toda a sua vida, é um sinal que remete ao mistério de Deus. A evocação do episódio de Jonas serve para apelar à penitência, necessária para acolher o Reino de Deus que se faz presente na pessoa de Jesus (cf. Mc 1,15). É pela penitência que se alcança a purificação do coração, necessária para reconhecer que tudo o que Jesus faz e ensina é sinal; a vida inteira de Jesus é um sinal. O coração livre de todo apego é condição para acolher o mistério de Deus tal qual ele se revela em Jesus Cristo” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz para sua vida? Como o apelo à conversão proclamado por Jonas e recordado por Jesus é acolhido em seu coração? Você precisa de sinais para crer? Diante do apelo à conversão, qual é a sua resposta?

Oração (Vida)
Um coração penitente é um coração simples, humilde e confiante no Senhor. Qual oração brotou em seu coração?
Conclua rezando a oração da Campanha da Fraternidade 2018: “Deus e Pai, nós vos louvamos pelo vosso infinito amor e vos agradecemos por ter enviado Jesus, o Filho amado, nosso irmão. Ele veio trazer paz e fraternidade à terra e, cheio de ternura e compaixão, sempre viveu relações repletas de perdão e misericórdia. Derrama sobre nós o Espírito Santo, para que, com o coração convertido, acolhamos o projeto de Jesus e sejamos construtores de uma sociedade justa e sem violência, para que, no mundo inteiro, cresça o vosso Reino de liberdade, verdade e paz. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)
Em seu coração, existe o verdadeiro desejo de mudança? Que outro apelo a Palavra de Deus despertou em você? O que você deseja colocar em prática em sua vida?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.