Liturgia diária O servo e o seu senhor

5ª Semana da Páscoa – Ano Litúrgico C

30 de abril de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Pai, faze-me forte para enfrentar o ódio e a perseguição do mundo, sem abrir mão de minha fidelidade a ti e a teu Reino, a exemplo de Jesus.

PRIMEIRA LEITURA: At 16,1-10 

Leitura dos Atos dos Apóstolos

Naqueles dias, 1Paulo foi para Derbe e Listra. Havia em Listra um discípulo chamado Timóteo, filho de uma judia, crente, e de pai grego. 2Os irmãos de Listra e Icônio davam bom testemunho de Timóteo. 3Paulo quis então que Timóteo partisse com ele. Tomou-o consigo e circuncidou-o, por causa dos judeus que se encontravam nessas regiões, pois todos sabiam que o pai de Timóteo era grego.
4Percorrendo as cidades, Paulo e Timóteo transmitiam as decisões que os apóstolos e anciãos de Jerusalém haviam tomado. E recomendavam que fossem observadas. 5As Igrejas fortaleciam-se na fé e, de dia para dia, cresciam em número. 6Paulo e Timóteo atravessaram a Frígia e a região da Galácia, pois o Espírito Santo os proibira de pregar a Palavra de Deus na Ásia.
7Chegando perto da Mísia, eles tentaram entrar na Bitínia, mas o Espírito de Jesus os impediu. 8Então atravessaram a Mísia e desceram para Trôade. 9Durante a noite, Paulo teve uma visão: na sua frente, estava de pé um macedônio que lhe suplicava: “Vem à Macedônia e ajuda-nos!” 10Depois dessa visão, procuramos partir imediatamente para a Macedônia, pois estávamos convencidos de que Deus acabava de nos chamar para pregar-lhes o Evangelho.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 100

— Aclamai o Senhor, ó terra inteira.
— Aclamai o Senhor, ó terra inteira.

— Aclamai o Senhor, ó terra inteira, servi ao Senhor com alegria, ide a ele cantando jubilosos!

— Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, Ele mesmo nos fez, e somos seus, nós somos seu povo e seu rebanho.

— Sim, é bom o Senhor e nosso Deus, sua bondade perdura para sempre, seu amor fiel eternamente!

EVANGELHO: Jo 15,18-21

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 18“Se o mundo vos odeia, sabei que primeiro me odiou a mim. 19Se fôsseis do mundo, o mundo gostaria daquilo que lhe pertence. Mas, porque não sois do mundo, porque eu vos escolhi e apartei do mundo, o mundo por isso vos odeia.
20Lembrai-vos daquilo que eu vos disse: ‘O servo não é maior que seu senhor’. Se me perseguiram a mim, também perseguirão a vós. Se guardaram a minha palavra, também guardarão a vossa. 21Tudo isto eles farão contra vós por causa do meu nome, porque não conhecem aquele que me enviou”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

O servo não é maior do que o seu senhor. Chamamos a Deus de Senhor, e a seu Cristo de Jesus nosso Senhor. Somos todos servos, por ele tratados como amigos. Na condição de servos não estamos acima do Senhor. Se o mundo o odiou é natural que odeie também aqueles que o seguem. Queixando-se de críticas feitas a ela por suas irmãs de convento, Santa Gertrudes ouviu de Jesus esta resposta: Leia o evangelho e veja se há uma página na qual alguém não está me criticando. Seguidores de Jesus não podem ser diferentes dele, porque a imitação é a medida do amor. Querer ser como ele em tudo leva-nos a participar da sua ressurreição e também da sua morte. Não assimilando o esquema do mundo, teremos necessariamente uma posição crítica aos valores por ele propostos. Isto não agrada, provoca ódio e reações. Se não somos iguais, não nos admiremos de que somos perseguidos. A firmeza permanente é virtude do discípulo deste único Mestre. Com um pouco de atenção ao que acontece no mundo, veremos irmãos nossos perseguidos por sua fé. Há aqui um verdadeiro ecumenismo de sofrimento que se abate sobre cristãos de denominações diferentes. Por que os meios de comunicação não noticiam o que acontece com os cristãos no mundo, ou quando noticiam omitem o nome “cristão”?

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
A Palavra de Deus hoje nos convida a crescer na confiança no Senhor e a viver a fé com coragem em momentos de perseguição. Jesus nos lembra: “Se me perseguiram, perseguirão a vós também”. Que o Senhor, por meio de sua palavra, nos anime e nos encoraje na nossa missão de ser sal e luz no mundo.
Rezemos: “Divino Espírito Santo, necessitamos muito de vossa ajuda para conhecer o caminho que devemos seguir. Temos necessidade de vós, para que o nosso coração, inundado pela vossa consolação, se abra e para que, muito além das palavras e dos conceitos, possamos perceber a vossa presença. Iluminai a nossa mente, movei o nosso coração, para que esta meditação produza em nós frutos de vida. Amém”.

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Leia-o e retome as palavras que mais lhe chamaram atenção. Qual é a mensagem central do Evangelho? Qual é o convite que Jesus nos faz? A quem a mensagem de Jesus é dirigida?
Os textos litúrgicos dos últimos dias nos apresentaram com bastante ênfase a necessidade de permanecermos unidos a Jesus, de permanecermos no seu amor e de nos amarmos uns aos outros com o mesmo amor com que Cristo nos ama. Também vimos que a medida do amor fraterno é o amor de Jesus, que se doa sem reservas.
No Evangelho de hoje, Jesus nos lembra de que ao amor se opõe o ódio. O discípulo deve estar preparado para enfrentar o ódio e a perseguição, semelhantes ao que Cristo enfrentou. Por isso, Ele nos adverte: “Se o mundo vos odeia, sabei que primeiro odiou a mim”. Ou seja: “Se me perseguiram, perseguirão a vós também”.
O perseguidor aqui é identificado como “mundo”, ou seja, aqueles que não creem em Jesus como o enviado do Pai. Serão perseguidos aqueles que anunciarem a Cristo e a sua mensagem de salvação: “Eles farão tudo isso por causa do meu nome, porque não conhecem aquele que me enviou”.

Meditação (Caminho)
O que o texto diz diretamente a você? O que significa ser escolhido por Jesus no meio do mundo? Qual a missão do cristão no mundo? O que a Palavra lhe pede neste dia?
O discípulo é chamado a configurar a sua vida à vida de Cristo e a encontrar nele a força para realizar sua missão diante das dificuldades. A missão do cristão é ser testemunha no mundo. Jesus nos diz: “Vós sois o sal da terra […]. Vós sois a luz do mundo” (Mt 5,13-15). “Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações […]. Eis que eu estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos” (Mt 28,19-20). Confiemos no fato de que o Senhor está conosco e de que nada poderá nos impedir de anunciar seu Reino.

Oração (Vida)
Papa Francisco, em suas mensagens e homilias, tem nos convidado a rezar pelos cristãos perseguidos. Rezemos hoje por essa intenção.
“Do Senhor ressuscitado imploramos hoje a graça de não cedermos ao orgulho que alimenta a violência e as guerras, mas para termos a coragem humilde do perdão e da paz. A Jesus vitorioso pedimos que alivie os sofrimentos de tantos irmãos nossos perseguidos por causa do seu nome, bem como de todos aqueles que sofrem injustamente as consequências dos conflitos e das violências em curso, e que são tantas” (Mensagem de Páscoa do Papa Francisco, 2015).
“Pensamos também na humilhação das pessoas que, pela sua conduta fiel ao Evangelho, são discriminadas e pagam na própria pele. E pensamos ainda nos nossos irmãos e irmãs perseguidos porque são cristãos, os mártires de hoje (e são tantos), que não renegam Jesus e suportam, com dignidade, insultos e ultrajes. Seguem-No pelo seu caminho. Verdadeiramente, podemos falar duma ‘nuvem de testemunhas’ (cf. Hb 12,1): os mártires de hoje” (Homilia do papa Francisco na Celebração do Domingo de Ramos e da Paixão, 2015).

Contemplação (Vida e Missão)
Qual é o apelo que a Palavra de Deus despertou em seu coração, para que você o viva durante o dia? Pense em uma ação concreta e procure torná-la realidade. Conte com a graça de Deus.

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.