ORação diária, O servo não está acima do seu senhor - Mt 10,24-33

14ª Semana Comum – Ano Litúrgico B

14 de julho de 2018

ORAÇÃO DO DIA

Pai, que a perseguição malvada dos que pretendem levar-me a ser infiel à missão recebida de Jesus jamais me impeça de seguir adiante, com coragem.

PRIMEIRA LEITURA: Is 6,1-8

Leitura do Livro do Profeta Isaías – 1No ano da morte do rei Ozias, vi o Senhor sentado num trono de grande altura; o seu manto estendia-se pelo templo. 2Havia serafins de pé a seu lado; cada um tinha seis asas, duas cobriam-lhes o rosto, duas, os pés e, com duas, eles podiam voar.
3Eles exclamavam uns para os outros: “Santo, santo, santo é o Senhor dos exércitos; toda a terra está repleta de sua glória”. 4Ao clamor dessas vozes, começaram a tremer as portas em seus gonzos e o templo encheu-se de fumaça. 5Disse eu então: “Ai de mim, estou perdido! Sou apenas um homem de lábios impuros, mas eu vi com meus olhos o rei, o Senhor dos exércitos”.
6Nisto, um dos serafins voou para mim, tendo na mão uma brasa, que retirara do altar com uma tenaz, 7e tocou minha boca, dizendo: “Assim que isto tocou teus lábios, desapareceu tua culpa, e teu pecado está perdoado”. 8Ouvi a voz do Senhor que dizia: “Quem enviarei? Quem irá por nós? Eu respondi: “Aqui estou! Envia-me”.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 92

          — Reina o Senhor, revestiu-se de esplendor.
— Reina o Senhor, revestiu-se de esplendor.

— Deus é Rei e se vestiu de majestade, revestiu-se de poder e esplendor!

— Vós firmastes o universo inabalável, vós firmastes vosso trono desde a origem, desde sempre, ó Senhor, vós existis!

— Verdadeiros são os vossos testemunhos, refulge a santidade em vossa casa, pelos séculos dos séculos, Senhor!

EVANGELHO:  Mt 10,24-33

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 24“O discípulo não está acima do mestre, nem o servo acima do seu senhor. 25Para o discípulo, basta ser como o seu mestre, e para o servo, ser como o seu senhor. Se ao dono da casa eles chamaram de Belzebu, quanto mais aos seus familiares!
26Não tenhais medo deles, pois nada há de encoberto que não seja revelado, e nada há de escondido que não seja conhecido. 27O que vos digo na escuridão, dizei-o à luz do dia; o que escutais ao pé do ouvido, proclamai-o sobre os telhados! 28Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma! Pelo contrário, temei aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno!
29Não se vendem dois pardais por algumas moedas? No entanto, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do vosso Pai. 30Quanto a vós, até os cabelos da cabeça estão todos contados. 31Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais.
32Portanto, todo aquele que se declarar a meu favor diante dos homens, também eu me declararei em favor dele diante do meu Pai que está nos céus. 33Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai que está nos céus.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Para o discípulo, basta ser como o Mestre, o que não é pouco. Somos discípulos de Jesus Cristo e queremos ser parecidos com ele, sabendo que, apesar de todo o bem que fez, teve que aguentar muitas críticas. Nada, porém, o paralisou. Seguiu adiante caminhando decididamente para Jerusalém, sabendo que seus dias terminariam na cruz. Sofreu em sua humanidade, experimentou o que é próprio nosso, menos o pecado, para poder nos animar e nos dizer: “Não tenham medo daqueles que matam o corpo, mas são incapazes de matar a alma!”. Não ter medo porque valemos muito aos olhos do Pai. E não ter medo de se declarar a favor de Jesus diante dos outros.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2018’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Celebramos na liturgia de hoje a memória de São Camilo de Lellis, fundador da Ordem dos Ministros dos Enfermos. Acolhamos a Palavra que vamos meditar. Que ela penetre profundamente em nosso coração para que tenhamos coragem de mudar o que deve ser mudado em nossa vida e confirmar o que deve ser confirmado, de modo que possamos evangelizar os que desejam conhecer e amar o Senhor.

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? A quem Jesus está instruindo? Qual é o contexto da narrativa? Com quais disposições os discípulos são convidados a realizar a missão? O que significa: “Para o discípulo, basta ser como o seu mestre, e para o servo, ser como o seu senhor”?
“O texto trata da identificação do discípulo com seu mestre; da dependência radical do servo ao seu Senhor. Toda a vida cristã deve ser vivida nesse dinamismo de identificação entre o enviado e Aquele que envia. O ideal para o discípulo, na vida cristã, é a configuração de sua vida com Jesus Cristo: ‘ao discípulo basta ser como o seu mestre, o servo como seu Senhor’. A causa da perseguição dos discípulos é sua identificação com o Mestre. ‘Não tenhais medo’. O medo não pode inibir a proclamação tipicamente cristã, nem intimidar a palavra, pois ela está destinada às pessoas às quais se é enviado. O medo, não nos esqueçamos, é contrário à fé. Enquanto não superarmos o medo, não seremos suficientemente livres para nos deixarmos conduzir pelo Espírito de Deus” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Que luz Jesus lhe revela, com sua pessoa e sua mensagem? De que maneira esta passagem o(a) compromete? O que ela lhe pede? Você também é convidado(a) a seguir Jesus de forma gratuita e generosa? Quais sentimentos a Palavra despertou em você?

Oração (Vida)
“Ó Deus, que inspirastes a São Camilo de Lellis extraordinária caridade para com os enfermos, dai-me o vosso espírito de amor para que saiba suportar, com paciência, os meus sofrimentos. Por intermédio de São Camilo, socorrei-me em minha doença; aliviai as minhas dores. Ó meu santo protetor, intercedei junto a Jesus Cristo que tanto amastes, para que, neste momento de dor, não me falte a força e a coragem de suportar a doença; fortalecei meu ânimo, para que, passando pelo sofrimento, me purifique dos meus pecados e também possa ajudar meus irmãos mais necessitados. Amém” (Oração do livro “Orações e devoções para todos os momentos”, da Paulinas Editora).

Contemplação (Vida e Missão)
Com a Palavra de Deus na mente e no coração, qual atitude você se propõe viver hoje?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas