Liturgia diária 31 de março de 2016

Na liturgia diária fazemos um encontro pessoal com Deus nos colocando a disposição para ouvir seus ensinamentos.

Para bem nos preparar invoquemos a presença do Espírito Santo: 

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.

Oremos

Deus que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.

ORAÇÃO DO DIA

Pai, faze-me compreender a importância da comunidade na dinâmica da consolidação de minha fé no Senhor ressuscitado.

PRIMEIRA LEITURA: At 3,11-26

Leitura dos Atos dos Apóstolos – Naqueles dias, 11como o paralítico não deixava mais Pedro e João, todo o povo, assombrado, foi correndo para junto deles, no chamado “Pórtico de Salomão”.
12Ao ver isso, Pedro dirigiu-se ao povo: “Israelitas, por que vos es­pantais com o que aconteceu? Por que ficais olhando para nós, como se tivéssemos feito este homem andar com nosso próprio poder ou piedade? 13O Deus de Abraão, de Isaac, de Jacó, o Deus de nossos antepassados glorificou o seu servo Jesus. Vós o entre­gastes e o rejeitastes diante de Pilatos, que estava decidido a soltá-lo.
14Vós rejeitastes o Santo e o Justo, e pedistes a libertação para um assassino. 15Vós matastes o autor da vida, mas Deus o ressuscitou dos mortos, e disso nós somos testemunhas. 16Graças à fé no nome de Jesus, este Nome acaba de fortalecer este homem que vedes e reconheceis. A fé que vem por meio de Jesus lhe deu perfeita saúde na presença de todos vós.
17E agora, meus irmãos, eu sei que vós agistes por ignorância, assim como vossos chefes. 18Deus, porém, cumpriu desse modo o que havia anunciado pela boca de todos os profetas: que o seu Cristo haveria de sofrer. 19Arrependei-vos, portanto, e convertei-vos, para que vossos pecados sejam perdoados. 20Assim podereis alcançar o tempo do repouso que vem do Senhor. E ele enviará Jesus, o Cristo, que vos foi destinado.
21No entanto, é necessário que o céu o receba, até que se cumpra o tempo da restauração de todas as coisas, conforme disse Deus, nos tempos passados, pela boca de seus santos profetas. 22Com efeito, Moisés afirmou: ‘O Senhor Deus fará surgir, entre vós irmãos, um profeta como eu. Escutai tudo o que ele vos disser. 23Quem não der ouvidos a esse profeta, será eliminado do meio do povo’.
24E todos os profetas que falaram, desde Samuel e seus sucessores, também eles anunciaram estes dias. 25Vós sois filhos dos profetas e da aliança, que Deus fez com vossos pais, quando disse a Abraão: ‘Através da tua descendência serão abençoadas todas as famílias da terra’.
26Após ter ressuscitado o seu servo, Deus o enviou em primeiro lugar a vós, para vos abençoar, na medida em que cada um se converta de suas maldades”. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 8

          — Ó Senhor, nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!
— Ó Senhor, nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo!

— Ó Senhor, nosso Deus, como é grande vosso nome por todo o universo! Perguntamos: “Senhor, que é o homem para dele assim vos lembrardes e o tratardes com tanto carinho?”

— Pouco abaixo de Deus o fizestes, coroando-o de glória e esplendor; vós lhe destes poder sobre tudo, vossas obras aos pés lhe pusestes

— As ovelhas, os bois, os rebanhos, todo o gado e as feras da mata; passarinhos e peixes dos mares, todo ser que se move nas águas.

EVANGELHO: Lc 24,35-48

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 35os discípulos contaram o que tinha acontecido no caminho, e como tinham reconhecido Jesus ao partir o pão. 36Ainda estavam falando, quando o próprio Jesus apareceu no meio deles e lhes disse: “A paz esteja convosco!”
37Eles ficaram assustados e cheios de medo, pensando que estavam vendo um fantasma. 38Mas Jesus disse: “Por que estais preocupados, e por que tendes dúvidas no coração? 39Vede minhas mãos e meus pés: sou eu mesmo! Tocai em mim e vede! Um fantasma não tem carne, nem ossos, como estais vendo que eu tenho”.
40E dizendo isso, Jesus mostrou-lhes as mãos e os pés. 41Mas eles ainda não podiam acreditar, porque estavam muito alegres e surpresos. Então Jesus disse: “Tendes aqui alguma coisa para comer?” 42Deram-lhe um pedaço de peixe assado. 43Ele o tomou e comeu diante deles. 44Depois disse-lhes: “São estas as coisas que vos falei quando ainda estava con­vosco: era preciso que se cumprisse tudo o que está escrito sobre mim na Lei de Moisés, nos Profetas e nos Salmos”.
45Então Jesus abriu a inteligência dos discípulos para entenderem as Escrituras, 46e lhes disse: “Assim está escrito: o Cristo sofrerá e ressuscitará dos mortos ao terceiro dia 47e no seu nome, serão anunciados a conversão e o perdão dos pecados a todas as nações, começando por Jerusalém. 48Vós sereis testemunhas de tudo isso”

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Os discípulos de Emaús acertaram o caminho quando o refizeram. Estavam certos de que tudo tinha terminado. Não lhes restava outra coisa a não ser voltar para casa. Acolhedores, não se negaram a conversar com o viajante que não conheciam. Acolhedores, partilharam o pão com o desconhecido. Contavam sua experiência do dia aos discípulos em Jerusalém, quando Jesus se pôs no meio deles. Saudou-os com a paz e desfez o espanto, feito de alegria e surpresa. Mesmo à distância eles o tinham visto sofrer, morrer e ser sepultado. Vê-lo ali vivo como sempre, falando, permitindo ser tocado, pedindo alimento, era uma alegria e ao mesmo tempo uma situação muito estranha. Deram-lhe um pedaço de peixe assado. O anjo Rafael segredou aos familiares de Tobias: Pareceu-lhes que eu comia, mas foi só aparência. Como é ser ressuscitado? Acima das perguntas, brilha para nós a esperança da feliz ressurreição, quando, desfeito o corpo mortal, nos será no céu dado um corpo imperecível. Não tenham medo. A paz esteja com vocês.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Neste momento de oração, recordemos este período que estamos vivendo, a Oitava da Páscoa, tempo de graça, de vida nova, trazida pela ressurreição de Jesus Cristo. Que Ele esteja conosco!
Iniciemos a oração, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
“Ó Espírito Santo de Deus, vem sobre nós e acendei o fogo de vosso amor, para que assim compreendamos bem a sua Palavra.”

Leitura (Verdade)

O que diz o texto bíblico? O Evangelho de hoje dá continuidade à passagem de ontem, dos discípulos de Emaús.
Faça a leitura do texto destacando os elementos essenciais da narrativa. Perceba que os discípulos de Emaús dão aos outros o testemunho de que Jesus está vivo, e, naquele mesmo momento, o próprio Jesus lhes aparece.
A comunidade fica sem saber o que pensar, meio perdida diante do acontecido. Há uma mistura de sentimentos diante da morte e da ressurreição de Jesus. E quando Ele se apresenta, a comunidade toma o cuidado de deixar claro que Ele é realmente o crucificado e ressuscitado.

Meditação (Caminho)

O que o texto me diz? O texto bíblico fala com você, ou melhor, Deus fala com você, por meio de sua Palavra.
Se for preciso, releia o texto e deixe-se tocar por ele. Detenha-se nas expressões, palavras ou personagens que mais lhe chamaram atenção. Este é o momento em que você se dispõe a escutar com mais atenção o que Deus quer lhe falar.

Oração (Vida)

O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Você se deixou tocar pela Palavra do Senhor, agora é hora de dizer a Ele o que você sente, aquilo de que necessita. Abra o seu coração e entregue ao Pai as suas necessidades e as pessoas ao seu redor.

Contemplação (Vida e Missão)

Neste momento, procure perceber o que se passa com você. Qual olhar nasceu em você, a partir da Palavra? O que está experimentando neste momento? Sintetize em uma palavra o que sentiu e vivenciou e leve-a com você durante o dia, com o propósito de vivê-la.

Bênção

– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Leitura orante: Equipe de Redação Paulinas Internet.