Liturgia diária A parábola da figueira - Lc 21,29-33

34ª Semana Comum – Ano Litúrgico C

25 de novembro de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Pai, reforça a sinceridade de minha fé nas palavras de teu Filho Jesus, pois nele o teu Reino se faz presente na nossa história, realizando, assim, tua promessa de salvação.

PRIMEIRA LEITURA: Ap 20,1-4.11 – 21,2

Leitura do Livro do Apocalipse de São João – Eu, João, 20,1vi um anjo descer do céu. Nas mãos tinha a chave do Abismo e uma grande corrente. 2Ele agarrou o Dragão, a antiga Serpente, que é o Diabo, Satanás. Acorrentou-o por mil anos 3e lançou-o dentro do Abismo. Depois, trancou e lacrou o Abismo, para que o Dragão não seduzisse mais as nações da terra, até que terminassem os mil anos. Depois dos mil anos, o Dragão deve ser solto, mas por pouco tempo.
4Vi então tronos, e os seus ocupantes sentaram-se e receberam o poder de julgar. Vi também as almas daqueles que foram decapitados por causa do Testemunho de Jesus e da Palavra de Deus e aqueles que não tinham adorado a besta, nem a imagem dela, nem tinham recebido na fronte ou na mão a marca da besta. Eles voltaram a viver, para reinar com Cristo durante mil anos.
11Vi ainda um grande trono branco e aquele que estava sentado nele. O céu e a terra fugiram da sua presença e não se achou mais o lugar deles. 12Vi também os mortos, os grandes e os pequenos, em pé diante do trono. Foram abertos livros, e mais um outro livro ainda: o livro da vida. Então foram julgados os mortos, de acordo com sua conduta, conforme está escrito nos livros.
13O mar devolveu os mortos que se encontravam nele. A morte e a morada dos mortos entregaram de volta os seus mortos. E cada um foi julgado conforme sua conduta. 14A morte e a morada dos mortos foram então lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte: o lago de fogo. 15Quem não tinha o seu nome escrito no livro da vida foi também lançado no lago de fogo. 21,1Vi então um novo céu e uma nova terra. Pois o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. 2Vi a cidade santa, a nova Jerusalém, que descia do céu, de junto de Deus, vestida qual esposa enfeitada para o seu marido. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 83

          — Eis a tenda de Deus, no meio do povo!
— Eis a tenda de Deus no meio do povo!

— Minha alma desfalece de saudades e anseia pelos átrios do Senhor! Meu coração e minha carne rejubilam e exultam de alegria no Deus vivo!

— Mesmo o pardal encontra abrigo em vossa casa, e a andorinha ali prepara o seu ninho, para nele seus filhotes colocar: vossos altares, ó Senhor Deus do universo! Vossos altares, ó meu Rei e meu Senhor!

— Felizes os que habitam vossa casa; para sempre haverão de vos louvar! Felizes os que em vós têm sua força, caminharão com um ardor sempre crescente.

EVANGELHO:  Lc 21,29-33

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

         Naquele tempo, 29Jesus contou-lhes uma parábola: “Olhai a figueira e todas as árvores. 30Quando vedes que elas estão dando brotos, logo sabeis que o verão está perto. 31Vós também, quando virdes acontecer essas coisas, ficai sabendo que o Reino de Deus está perto. 32Em verdade, eu vos digo: tudo isso vai acontecer antes que passe esta geração. 33O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

O Reino de Deus está perto. A figueira e todas as árvores, isto é, as que começam a brotar na proximidade do verão, mas a figueira, quando começa a brotar, é sinal do verão. Sabemos controlar o tempo e as estações com os sinais da natureza. Temos que aprender a interpretar outros sinais, os da proximidade do Reino. Os acontecimentos da destruição de Jerusalém e do Templo são sinais de que o Reino de Deus está perto. Não ainda em seu aspecto escatológico, isto é, final e definitivo. São sinais de um Reino que vai acontecendo. Acontece aqui, acontece lá, aqui se forma, lá se desfaz, está em movimento. Os sinais se multiplicam. Sabendo reconhecê-los percebemos que o Reino está acontecendo, Reino de paz e de justiça, de verdade e de graça. A geração de Jesus começa a ver esses sinais e a descobrir a veracidade e a permanência das palavras de Jesus. Suas palavras não passarão. Não convém acreditar com facilidade em quem disser que Jesus está aqui ou ali. É preciso examinar os sinais e saber interpretá-los. Talvez não sejam tão evidentes num primeiro momento. Assim também o Reino, já chegou, vai chegar, realiza-se aqui, é negado ali. Quais são os sinais de que o Reino está acontecendo? Quando se pode dizer: Isto sim é o que Deus quer, este é o Reino de Deus! As palavras de Jesus permanecem entre nós e o seu Reino está dentro de nós.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Nesta sexta-feira, mais uma vez desejamos ter um encontro com o Mestre. Por isso, aproximemo-nos dele mantendo em nossa mente e nosso coração o que somos e o que desejamos. Abramo-nos ao Evangelho e à ação do Espírito Santo, para compreendermos e vivermos a Palavra. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! Faça a sua oração ao Espírito Santo.

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Faça sua leitura quantas vezes julgar necessário, considerando o sentido de cada palavra. Tente alargar sua visão, com outros textos que possuam temáticas semelhantes à deste Evangelho. Qual é sua mensagem central?

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Faça a sua meditação dialogando com o Evangelho, buscando perceber o que Deus lhe diz por seu intermédio. De que modo o texto ilumina sua vida? Leia-o novamente e deixe-se tocar por ele.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Aproxime-se do Senhor e faça a sua oração. Silencie o seu coração, tome consciência da sua realidade e apresente-a ao Senhor, com suas intenções.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? O que a oração com a Palavra o(a) convida a viver hoje?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.