Oração diária, Permanecei no meu amor - Jo 15,9-17

6º Domingo da Páscoa – Ano Litúrgico B

06 de maio de 2018

ORAÇÃO DO DIA

Senhor Jesus, agradecido(a) por ter sido escolhido(a) e enviado(a) por ti, prometo entregar-me totalmente à missão que me confiaste.

PRIMEIRA LEITURA: At 10,25-26.34-35.44-48

Leitura dos Atos dos Apóstolos

25Quando Pedro estava para entrar em casa, Cornélio saiu-lhe ao encontro, caiu a seus pés e se prostrou. 26Mas Pedro levantou-o, dizendo: “Levanta-te. Eu também sou apenas um homem”.
34Então Pedro tomou a palavra e disse: “De fato, estou compreendendo que Deus não faz distinção entre as pessoas. 35Pelo contrário, ele aceita quem o teme e pratica a justiça, qualquer que seja a nação a que pertença”.
44Pedro estava ainda falando, quando o Espírito Santo desceu sobre todos os que ouviam a palavra.
45Os fiéis de origem judaica, que tinham vindo com Pedro, ficaram admirados de que o dom do Espírito Santo fosse derramado também sobre os pagãos. 46Pois eles os ouviam falar e louvar a grandeza de Deus em línguas estranhas. Então Pedro falou: 47“Podemos, por acaso, negar a água do batismo a estas pessoas que receberam, como nós, o Espírito Santo?”
48E mandou que fossem batizados em nome de Jesus Cristo. Eles pediram, então, que Pedro ficasse alguns dias com eles.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 98(97)

         — O Senhor fez conhecer a salvação/ e revelou sua justiça às nações.
— O Senhor fez conhecer a salvação/ e revelou sua justiça às nações.

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo,/ porque ele fez prodígios!/ Sua mão e seu braço forte e santo/ alcançaram-lhe a vitória.

— O Senhor fez conhecer a salvação,/ e às nações, sua justiça;/ recordou o seu amor sempre fiel/ pela casa de Israel.

— Os confins do universo contemplaram/ a salvação do nosso Deus./ Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira,/ alegrai-vos e exultai!

SEGUNDA LEITURA: 1Jo 4,7-10

Leitura da Primeira Carta de São João

Caríssimos: 7Amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus e todo aquele que ama nasceu de Deus e conhece Deus. 8Quem não ama, não chegou a conhecer a Deus, pois Deus é amor.
9Foi assim que o amor de Deus se manifestou entre nós: Deus enviou o seu Filho único ao mundo, para que tenhamos vida por meio dele.
10Nisto consiste o amor: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou e enviou o seu Filho como vítima de reparação pelos nossos pecados.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Jo 15,9-17

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

          Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos:
9“Como meu Pai me amou, assim também eu vos amei. Permanecei no meu amor.
10Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu guardei os mandamentos do meu Pai e permaneço no seu amor.
11Eu vos disse isso, para que minha alegria esteja em vós e a vossa alegria seja plena.
12Este é o meu mandamento: amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei.
13Ninguém tem amor maior do que aquele que dá sua vida pelos amigos.
14Vós sois meus amigos, se fizerdes o que vos mando.
15Já não vos chamo servos, pois o servo não sabe o que faz o seu senhor. Eu vos chamo amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai.
16Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi e vos designei para irdes e para que produzais fruto e o vosso fruto permaneça. O que então pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo concederá.
17Isto é o que vos ordeno: amai-vos uns aos outros”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

[…] Se a vivência do amor é difícil, temos três pilares que nos sustentam na sua prática: o exemplo de Deus que ama; saber que o amor começa em Deus e nele termina; e o mandamento explícito de Jesus Cristo. Jesus nos deixou seu único mandamento expresso numa fórmula curta e sintética: “O que eu vos mando é que vos ameis uns aos outros”. O amor começa em Deus, porque ele é Amor, e termina nele, porque, tudo o que fazemos ao menor dos irmãos, é a ele que fazemos. Seu exemplo está em ter-nos criado e enviado seu Filho ao nosso mundo. […]

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2018’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Estamos no 6º domingo da Páscoa. Que a Palavra do Evangelho nos ajude a compreender o amor de Jesus por cada um de nós e nos fortaleça na disposição para seguirmos o seu exemplo.
Rezemos: “Jesus Mestre, cremos com viva fé que estais aqui presente, para indicar-nos o caminho que leva ao pai. Iluminai nossa mente, movei nosso coração, para que esta meditação produza em nós frutos de vida. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Como você entende o amor do Pai por Jesus? O que Jesus quer dizer quando afirma: “Para que a minha alegria esteja em vós, e a vossa alegria seja completa”? Quando somos considerados amigos de Jesus?
“‘Permanecei no meu amor’ (v. 9); este é o imperativo que deve mover a vida de todo discípulo. ‘Permanecer’ é estar arraigado, fundado; é imitar, atualizar o amor de Jesus pela humanidade, cuja origem é o amor do Pai que antecede todas as coisas e o ser humano. A medida do amor fraterno é o amor de Jesus: ‘[…] Amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei’ (v. 12). O amor é um dinamismo de entrega sem reserva: ‘Ninguém tem amor maior do que aquele que dá a vida por seus amigos’ (v. 13). É com esse amor que somos amados, pois o Senhor, ‘tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim’ (Jo 13,1). ‘Fui eu que vos escolhi e vos designei, para dardes fruto e para que o vosso fruto permaneça’ (v. 16). O fruto que se espera e que permanece é o amor fraterno: ‘O que vos mando é que vos ameis uns aos outros’ (v. 17). São Paulo exprime magistralmente a perenidade do amor: ‘Agora, permanecem a fé, a esperança e o amor. Mas a maior de todas é o amor. Buscai o amor’ (1Cor 13,13; 14,1)” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você hoje? O que significa amar a ponto de dar a vida? Como você compreende o convite de Jesus: “Amai-vos uns aos outros, assim como eu vos amei”?
“O que significa ‘permanecer no amor’? É simples: para um cristão, seguidor de Jesus, discípulo missionário, nenhuma atitude, gesto ou palavra deve estar fora do contexto do amor. Sem amor, nosso testemunho é vazio e hipócrita. “Sem amor, eu nada seria”, disse Paulo. Portanto, o amor não é um ‘lugar’ de passagem em nossa vida. Não tenho escolhas entre amar ou não amar. Se sou cristão, já fiz a minha opção radical pelo amor, que deve ser a minha identidade. O mundo saberá que somos de Cristo se nos amarmos uns aos outros. Fazer do amor o critério das nossas relações é obedecer ao mandato do Senhor Jesus, que finaliza o Evangelho dizendo: ‘O que eu vos mando é que vos ameis…’ Amar é possível!” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
“Jesus, divino Mestre, nós vos adoramos, Filho unigênito de Deus, vindo ao mundo para dar aos homens a vida em plenitude. Nós vos louvamos e agradecemos, porque morrestes na cruz para obter-nos a vida divina que nos comunicais no Batismo e alimentais com a Eucaristia e os outros sacramentos. Vivei em nós, Jesus, pelo vosso Espírito, para que vos amemos com todo o nosso ser e amemos o próximo como a nós mesmos, no vosso amor. Fazei crescer em nós esse amor, para que um dia, ressuscitados, partilhemos convosco a alegria do reino dos céus. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)
Sintetize em poucas palavras o apelo que você sentiu em seu coração, para colocá-lo em prática durante o dia. O que você se propõe a viver?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas