Oração diária, Por que esta geração pede um sinal? - Mc 8,11-13

6ª Semana Comum – Ano Litúrgico B

12 de fevereiro de 2018

ORAÇÃO DO DIA

Pai, dá-me sensibilidade para reconhecer a messianidade de teu filho Jesus manifestada no bem que ele fez ao povo e no seu modo simples de ser.

PRIMEIRA LEITURA: Tg 1,1-11

Leitura da Carta de São Tiago

1Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo, às doze tribos que vivem na dispersão: Saudações. 2Meus irmãos, quando deveis passar por diversas provações, considerai isso motivo de grande alegria, 3por saberdes que a comprovação da fé produz em vós a perseverança. 4Mas é preciso que a perseverança gere uma obra de perfeição, para que vos torneis perfeitos e íntegros, sem falta ou deficiência alguma.
5Se a alguém de vós falta sabedoria, peça-a a Deus, que a concede generosamente a todos, sem impor condições; e ela lhe será dada. 6Mas peça com fé, sem duvidar, porque aquele que duvida é semelhante a uma onda do mar, impelida e agitada pelo vento. 7Não pense tal pessoa que receberá alguma coisa do Senhor: 8o homem de duas almas é inconstante em todos os seus caminhos.
9O irmão humilde pode ufanar-se de sua exaltação, 10mas o rico deve gloriar-se de sua humilhação. Pois há de passar como a flor da erva. 11Com efeito, basta que surja o sol com o seu calor, logo seca a erva, cai a sua flor, e desaparece a beleza do seu aspecto. Assim também acabará por murchar o rico no meio de seus negócios

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 119

          — Venha a mim o vosso amor e viverei.
— Venha a mim o vosso amor e viverei.

— Antes de ser por vós provado, eu me perdera; mas agora sigo firme em vossa lei!

— Porque sois bom e realizais somente o bem, ensinai-me a fazer vossa vontade!

— Para mim foi muito bom ser humilhado, porque assim eu aprendi vossa vontade!

— A lei de vossa boca, para mim, vale mais do que milhões em ouro e prata.

— Sei que os vossos julgamentos são corretos e com justiça me provastes, ó Senhor!

— Vosso amor seja um consolo para mim, conforme a vosso servo prometestes.

EVANGELHO: Mc 8,11-13

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Marcos.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 11os fariseus vieram e começaram a discutir com Jesus. E, para pô-lo à prova, pediam-lhe um sinal do céu. 12Mas Jesus deu um suspiro profundo e disse: “Por que esta gente pede um sinal? Em verdade vos digo, a esta gente não será dado nenhum sinal”. 13E, deixando-os, Jesus entrou de novo na barca e se dirigiu para a outra margem.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Fariseus discutem com Jesus e o provocam pedindo um sinal do céu. Jesus responde que nenhum sinal lhes será dado. E vai-se embora. Mateus e Lucas são mais extensos e falam do sinal de Jonas, o único que será dado. Aqui em Marcos não haverá nenhum sinal. Os fariseus pediram um sinal do céu, não porque estivessem verdadeiramente interessados em algum sinal, mas para provocar Jesus ou para testá-lo. O que seria um sinal do céu? Em São Mateus, Jesus menciona os sinais da atmosfera, que indicam chuva, calor, tempo bom, tempo ruim. Nesse sentido, o sinal do céu é também um sinal da terra, que as pessoas sabem interpretar. O sinal do céu pode também ser entendido em oposição ao sinal da terra. Neste caso, o sinal do céu se refere a coisas sobrenaturais e a fenômenos extraterrestres. O sinal da terra, ao contrário, diz respeito aos acontecimentos da nossa vida, da vida humana. Revoada de anjos, sacrário brilhando seriam sinais do céu. A cura de um leproso é sinal da terra. O da terra não me interessa porque pode me comprometer. Prefiro o do céu, mais espetacular, que não exige nenhum compromisso da minha parte. Em São Lucas, quando acusam Jesus de expulsar demônios com o poder de Beelzebu, ele acabava de curar um homem que estava possuído por um demônio mudo. O homem era mudo e começou a falar de forma normal. Diante do fato, houve três reações: alguns se admiraram, outros se opuseram e os alienados pediram um sinal do céu.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Iniciemos a nossa oração pedindo ao Espírito Santo que nos ilumine: “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Faça a leitura do Evangelho quantas vezes julgar necessário e destaque os verbos e os personagens que aparecem no texto. O que acontece durante a narrativa? Qual é o tema central do Evangelho?
“A brevidade da cena e do diálogo mostra a decisão deliberada e firme de Jesus de não ceder a nenhum tipo de tentação que possa desviá-lo de sua missão. O nosso texto é a prova de que as tentações de Jesus não fizeram parte de um único momento da sua vida (Mc 1,12-13; Mt 4,1-11; Lc 4,1-13), mas se estenderam por toda a sua existência terrestre. O trecho ajuda o leitor a compreender que as tentações se dão no exercício e em relação à missão e à filiação divina de Jesus. Ele se recusa a fazer qualquer gesto sem motivo e a seu favor, somente para ganhar reconhecimento e aplausos; rejeita toda proposta que o desvie do caminho de um messianismo profundamente marcado pela humildade e pelo serviço. A adesão à pessoa de Jesus não pode se dar através de gestos espetaculares, de um sinal vindo do céu, mas através de uma decisão livre. Nossa perícope está situada imediatamente depois do segundo relato da ‘multiplicação dos pães’. O sinal sobre o qual se baseia a adesão livre a Jesus é a sua vida entregue, para que todo o povo não desfaleça pelo caminho (cf. Mc 8,3)” (Reflexão de Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Neste momento, você é convidado(a) a ler o Evangelho novamente. Deixe-se tocar por ele e fique atento(a) para identificar o que Deus quer dizer a você.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Juntamente com a oração que nasce da sua meditação, peça também: “Senhor Jesus, dá-me um coração simples para compreender a riqueza de ensinamentos escondida em tua Palavra. Envia teu Espírito Santo para que eu não tenha medo de escutá-la e vivê-la conforme a tua vontade. Que a Palavra transforme o meu coração através da fé e confiança que eu deposito em ti. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Que palavra ou versículo você deseja levar para seu dia?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.