Liturgia diária, Senhor, quem é que vai te entregar? - Jo 21,20-25

7ª Semana da Páscoa – Ano Litúrgico C

08 de junho de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, como o discípulo amado, desejo estar perto de Jesus e ser amado por ele. Seja o testemunho deste amor suficientemente forte para atrair muitos outros discípulos para ele.

PRIMEIRA LEITURA: At 28,16-20.30-31

Leitura dos Atos dos Apóstolos

16Quando entramos em Roma, Paulo recebeu permissão para morar em casa particular, com um soldado que o vigiava. 17Três dias depois, Paulo convocou os líderes dos judeus. Quando estavam reunidos, falou-lhes: “Irmãos, eu não fiz nada contra o nosso povo, nem contra as tradições de nossos antepassados. No entanto, vim de Jerusalém como prisioneiro e assim fui entregue às mãos dos romanos.
18Interrogado por eles no tribunal e não havendo nada em mim que merecesse a morte, eles queriam me soltar. 19Mas os judeus se opuseram e eu fui obrigado a apelar para César, sem nenhuma intenção de acusar minha nação. 20É por isso que eu pedi para ver-vos e falar-vos, pois estou carregando estas algemas exatamente por causa da esperança de Israel”.
30Paulo morou dois anos numa casa alugada. Ele recebia todos os que o procuravam, 31pregando o Reino de Deus. Com toda a coragem e sem obstáculos, ele ensinava as coisas que se referiam ao Senhor Jesus Cristo.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 10(11)

          — Ó Senhor, quem tem reto coração há de ver a vossa face.
— Ó Senhor, quem tem reto coração há de ver a vossa face.

— Deus está no templo santo, e no céu tem o seu trono; volta os olhos para o mundo, seu olhar penetra os homens.

— Examina o justo e o ímpio, e detesta o que ama o mal. Porque justo é nosso Deus, o Senhor ama a justiça. Quem tem reto coração há de ver a sua face.

EVANGELHO: Jo 21,20-25

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 20Pedro virou-se e viu atrás de si aquele outro discípulo que Jesus amava, o mesmo que se reclinara sobre o peito de Jesus durante a ceia e lhe perguntara: “Senhor, quem é que te vai entregar?” 21Quando Pedro viu aquele discípulo, perguntou a Jesus: “Senhor, o que vai ser deste?”
22Jesus respondeu: “Se eu quero que ele permaneça até que eu venha, que te importa isso? Tu, segue-me!” 23Então, correu entre os discípulos a notícia de que aquele discípulo não morreria. Jesus não disse que ele não morreria, mas apenas: “Se eu quero que ele permaneça até que eu venha, que te importa?”
24Este é o discípulo que dá testemunho dessas coisas e que as escreveu; e sabemos que o seu testemunho é verdadeiro. 25Jesus fez ainda muitas outras coisas, mas, se fossem escritas todas, penso que não caberiam no mundo os livros que deveriam ser escritos.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

São Pedro se mostra preocupado com a sorte do discípulo que Jesus amava, cujo nome não é mencionado. Haveria alguma concorrência entre o apóstolo e o discípulo? O discípulo é o que escreveu o Quarto Evangelho e deu testemunho do que viu e ouviu, e o seu testemunho é verdadeiro. Ele não escreveu tudo o que Jesus fez. Escreveu o que lhe pareceu importante para despertar a fé dos leitores de todos os tempos. Nem era preciso escrever tudo. Nem tudo precisa estar escrito. O que não pode faltar na comunidade de Jesus é a ação do Espírito Santo. Ele é o consolador e o defensor, que inspira os escritores sagrados e ilumina os leitores. Pedro glorificou a Deus com o martírio. Amarrado, foi levado para onde não queria. O discípulo glorificou a Deus com o testemunho sobre Jesus contido no seu Evangelho. Testemunhou que Jesus o amava. Ele é o Discípulo Amado, sem nome, porque todos são amados.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Na leitura orante de hoje, agradeçamos ao Senhor a semana que vivemos. Uma semana muito rica liturgicamente: última semana do tempo pascal, Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos e preparação para a Celebração de Pentecostes. Agradeçamos também a Palavra de Deus que nos acompanhou e nos fortaleceu no dia a dia. Silenciando seu coração, peça ao Espírito Santo a graça de um novo encontro com a Palavra.

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Quem são os personagens que aparecem no Evangelho de hoje? A quem Jesus está instruindo? Qual é o contexto da narrativa? O que o evangelista está afirmando quando diz: “Jesus fez ainda muitas outras coisas. Se todas elas fossem escritas uma por uma, creio que nem o mundo inteiro poderia conter os livros que seria preciso escrever”?
“Pedro não deve perder o foco; o importante é o seguimento de Jesus Cristo. Cada pessoa, como o discípulo amado, está referida ao especial cuidado do Senhor. A vida do discípulo que Jesus amava está profundamente vinculada ao Senhor. Essa é a característica de todo discípulo: ‘permanecer em Cristo’. A cada um o Senhor trata de modo particular, respeitando sua liberdade. Na comunidade dos discípulos, comparações devem ser evitadas; o mais importante é o seguimento de Jesus. O importante para o leitor é que as páginas do livro que ele lê são fruto de um testemunho de fé verdadeiro. Verdadeiro também porque nós, ouvintes e leitores do evangelho, podemos experimentar os efeitos do que transmitiu com o seu livro. O muito que ele nos transmitiu nos faz viver na alegria da fé, através da qual experimentamos a vida de Deus em nós. A riqueza insondável do que Jesus ensinou e realizou não se encerra nas páginas do evangelho escrito. Nem tudo foi retido da tradição oral, é verdade, mas o Ressuscitado continua a agir, ensinar e instruir os seus discípulos por seu Espírito que habita em nós” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Qual é a mensagem do Evangelho para a sua vida? Diante da afirmação do evangelista, de que Jesus realizou muitas coisas, de quais delas você se recorda? Quais são as muitas obras que o Senhor continua realizando em sua vida? Como a Palavra de Deus, meditada todos os dias, permanece concretamente em sua vida?
“Jesus não autoriza Pedro a especular sobre a vida dos demais discípulos. Serve para nós: cada um deve cuidar da própria vida, e não fazer da vida alheia a pauta de suas inquietações e curiosidades. Mesmo assim, Jesus responde à pergunta de Pedro sobre o ‘discípulo amado’, e surge o boato de que ele não morreria. Com essas palavras, encerra-se o belo Evangelho de João, deixando-nos um enorme testemunho sobre Jesus: nenhum escrito é capaz de esgotar o que ele fez e disse. E reafirma a missão dos apóstolos de serem as testemunhas do que o Senhor Jesus realizou neste mundo. Inclusive, o próprio autor se coloca na condição de testemunha também. Certamente, João já deveria estar morto quando este Evangelho foi escrito” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
Preparando-nos para celebrarmos amanhã a Solenidade de Pentecostes, peçamos que o Espírito Santo conserve em nós a Palavra meditada e que ela se transforme em vida na nossa vida. Peçamos também os dons do Espírito Santo: “Espírito Santo, que reinais nos céus, sois nossa força! Espírito de verdade, presente em toda parte, plenificando o universo, tesouro de todos os bens e fonte de vida, vinde habitar em nossos corações! Libertai-nos de toda culpa, e conduzi-nos, por vossa bondade, à salvação. Na força de vosso amor, uni todos os que creem em Cristo! Santificai-os com o fogo de vosso amor. Deus santo, Deus forte, Deus imortal, tende piedade de nós! Curai nossas feridas, por amor de vosso nome, e recebei-nos, enfim, no vosso Reino. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)
A Palavra de Deus encontrou sintonia em sua vida? O que você deseja colocar em prática neste dia?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas