Oração diária, Quem pratica a verdade se aproxima da luz - Jo 3,16-21

Oitava da Páscoa – Ano Litúrgico B

11 de abril de 2018

ORAÇÃO DO DIA

Pai, instrui-me, por teu Espírito, a respeito da pessoa e da missão de Jesus, e leva-me a aderir ao teu Filho, sempre com maior radicalidade.

PRIMEIRA LEITURA: At 5,17-26

texto

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 34(33)

texto

EVANGELHO:  Jo 3,16-21

texto

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Jesus conversa com Nicodemos e lhe fala do grande amor de Deus para com o mundo. Deus ama o mundo que ele criou e a prova de seu amor está em seu Filho, que ele enviou até nós para nos salvar a todos. Jesus não veio condenar o mundo, mas salvá-lo. O olhar de Jesus sobre o mundo é um olhar positivo. Ele não olha o mundo como algo mau, ruim, desprezível, que é preciso evitar, do qual é preciso se afastar. Ao contrário, ele vem morar conosco e vem salvar o que no mundo é considerado mau, ruim e desprezível. Ele vem à procura das pessoas desprezadas e consideradas pecadoras, dos que estão no último lugar. Ele é a luz que ilumina o mundo e na sua luz podemos ver o valor de nossas obras. Se praticamos o mal, fugimos da luz para ocultar as nossas obras. Se praticamos o bem, não temos medo de nos expor, mesmo quando não somos compreendidos. Cristo se aproxima de nós e na sua luz pode-se ver a verdade da nossa vida. Afinal, nossa vida não é feita só de mentiras! Pela graça de Deus, somos o que somos.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2018’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Memória litúrgica de Santo Estanislau, bispo polonês mártir. Cristo ressuscitado é a luz que nos ilumina. Ele é o enviado do Pai, e todo o que nele crê possui a vida.
Peçamos a graça de compreender a Palavra que vamos meditar. Silenciando o coração, repita algumas vezes a oração: “Jesus Mestre, iluminai minha mente, movei meu coração, para que esta meditação produza em mim frutos de vida. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Leia-o atentamente e procure compreendê-lo. Quais palavras mais chamaram sua atenção durante a leitura?
“Como continuação do diálogo com Nicodemos, o texto nos dá uma interpretação excepcional de todo o mistério da encarnação e da redenção: é por amor que Deus enviou o seu Filho único ao mundo (cf. v. 16a). E a finalidade de sua vinda é a oferta da vida eterna para os que creem nele (v. 16b). O final do quarto evangelho é um locus theologicum: ‘Estes [sinais] foram escritos para crerdes que Jesus é o Filho de Deus e para que, crendo, tenhais a vida eterna em seu nome’ (20,31). A vida eterna é dada pela fé em Jesus Cristo. A vida eterna é comunhão de vida com o Pai e o Filho. No capítulo 17 esta explicação é dita nestes termos: ‘A vida eterna é esta: que conheçam a ti, o Deus único e verdadeiro, e aquele que enviaste, Jesus Cristo’ (17,3). O dom do amor, da vida eterna, da salvação, precisa ser recebido como tal. Não crer é ato da liberdade do ser humano e possibilidade de fechar-se ao dom gratuitamente oferecido por Deus à nossa humanidade” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você hoje? Quais são as ações de quem caminha conforme a verdade? Como você acolhe o amor de Deus por nós, por você? O que significa caminhar na luz e caminhar nas trevas? Suas ações mostram que elas são realizadas em Deus?
Jesus doou a sua vida pela nossa salvação. Sua vida é um dom que nos revela o amor de Deus por nós. Jesus é a vida, e quem nele crê e se entrega escolhe o caminho da vida, o caminho da luz.

Oração (Vida)
Ao Senhor, luz de nossa vida, peçamos a graça de sermos conduzidos pela Verdade. “Aumentai em nós a fé e fortalecei o nosso testemunho cristão no mundo.”
Inclua outras preces despertadas na sua oração.
Conclua rezando: “Pai misericordioso, dirige teu olhar sobre teu povo disperso por toda a terra. Faz com que todos quantos, pelo batismo, vivemos em Cristo ressuscitado saibamos sempre reconhecer a voz de pastor e guia da tua Igreja. Concede-nos a alegria do Espírito e a força de sermos fiéis. Que nossa fé seja estrela luminosa no céu dos homens, como Cristo ressuscitado é a luz, a verdade e a vida para sempre. Amém” (Trecho do livro “Ele está no meio de nós”, da Paulinas Editora).

Contemplação (Vida e Missão)
Sintetize em poucas palavras o apelo que você sentiu em seu coração, para colocá-lo em prática durante o dia. O que você se propõe a viver?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.