Liturgia diaria 02 de janeiro de 2016

Na liturgia diária fazemos um encontro pessoal com Deus nos colocando a disposição para ouvir seus ensinamentos.

Para bem nos preparar invoquemos a presença do Espírito Santo: 

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.

Oremos

Deus que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso. Amém.

ORAÇÃO DO DIA

Divino Espírito Santo, amor eterno do Pai e do Filho, concede-me a graça de caminhar iluminado pela luz de Cristo e de assumir, com consciência, o compromisso assumido no Batismo.

PRIMEIRA LEITURA:  1Jo 2,22-28

Leitura da Primeira Carta de São João – Caríssimos: 22Quem é mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? O Anticristo é aquele que nega o Pai e o Filho. 23Todo aquele que nega o Filho também não possui o Pai. Quem confessa o Filho possui também o Pai.
24Permaneça dentro de vós aquilo que ouvistes desde o princípio. Se o que ouvistes desde o princípio permanecer em vós, permanecereis com o Filho e com o Pai. 25E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna. 26Escrevo isto a respeito dos que procuram desencaminhar-vos.
27Quanto a vós mesmos, a unção que recebestes da parte de Jesus permanece convosco, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine. A sua unção vos ensina tudo, e ela é verdadeira e não mentirosa. Por isso, conforme a unção de Jesus vos ensinou, permanecei nele. 28Então, agora, filhinhos, per­manecei nele. Assim poderemos ter plena confiança, quando ele se manifestar, e não seremos vergonhosamente afastados dele, quando da sua vinda. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 97

— Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus.
— Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus.

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios! Sua mão e seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória.

— O Senhor fez conhecer a salvação, e às nações, sua justiça; recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel.

— Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai!

EVANGELHO: Jo 1,19-28

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

         19Este foi o testemunho de João, quando os judeus enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para perguntar: “Quem és tu?” 20João confessou e não negou. Confessou: “Eu não sou o Messias”. 21Eles perguntaram: “Quem és, então? És Elias?” João respondeu: “Não sou”. Eles perguntaram: “És o Profeta?” Ele respondeu: “Não”. 22Perguntaram então: “Quem és, afinal? Temos de levar uma resposta àqueles que nos enviaram. Que dizes de ti mesmo?”
23João declarou: “Eu sou a voz que grita no deserto: ‘Aplainai o caminho do Senhor’” — conforme disse o profeta Isaías. 24Ora, os que tinham sido enviados pertenciam aos fariseus 25e perguntaram: “Por que então andas batizando, se não és o Messias, nem Elias, nem o Profeta?”
26João respondeu: “Eu batizo com água; mas no meio de vós está aquele que vós não co­nheceis, 27e que vem depois de mim. Eu não mereço desamarrar a correia de suas sandálias”. 28Isso aconteceu em Betânia além do Jordão, onde João estava batizando.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

A melhor interpretação das Escrituras é a vida dos santos. Na vida prática de um João Batista, de um Basílio, de um Gregório, a teoria se deixa ver. Gregório e Basílio foram amigos de infância. Estudaram juntos e juntos descobriram a beleza de Cristo e de seu evangelho. Assim também João, que não era o Cristo, nem Elias nem o Profeta. Não era nada. Era só uma voz do deserto gritando: Endireitem o caminho do Senhor. João lava com água aqueles que vão até ele como sinal de uma busca. Alguns acertarão suas vidas, outros ficarão com João, outros seguirão Jesus. A partir de João, forma-se uma corrente contínua com todos os que mergulharam nas águas santificadas por Cristo. A purificação com água permite ver aquele que está entre nós. A João perguntaram “por que batizas?”. A você perguntam “por que foi batizado?”.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas

LEITURA ORANTE

O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto: Jo 1,19-28.
Sacerdotes e levitas perguntaram a João “Quem és tu?” O que lhes interessava não é a origem, mas a sua missão do Batista. E a resposta é clara e convincente: eu não sou o Messias.
Eles perguntaram: Então, és Elias? João respondeu: Eu não sou Elias.
Em seguida, eles perguntaram: És o Profeta que esperamos? A resposta foi: Não!
Mais uma vez insistiram: Então, diga-nos quem és. João declarou-lhes: “Eu sou aquele que grita assim no deserto: preparem o caminho para o Senhor passar.”
Em seguida, João disse: Eu batizo com água, mas no meio de vocês está alguém que vocês não conhecem. Ele vem depois de mim, mas eu não mereço a honra de desamarrar as correias das sandálias dele.
João Batista anuncia que é apenas o precursor de uma pessoa de quem não é digno de desatar as sandálias. João é o profeta, é um mensageiro, um porta-voz de Deus.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? Qual palavra mais me toca o coração?
Entro em diálogo com o texto. Reflito e atualizo. O que o texto me diz no momento?
Todos nós somos convocados a ser como João Batista: testemunhas, discípulos e missionários de Jesus Cristo.

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo com o bem-aventurado Alberione:
Jesus Mestre, derrama sobre nós, a abundância do Espírito Santo!
Que ele nos ilumine, guie e fortaleça no teu seguimento, porque és o único caminho para o Pai.
Faze-nos crescer no teu amor,para que sejamos, como o apóstolo Paulo
testemunhas vivas do teu Evangelho.

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus. Como João Batista, quero ser testemunha daquele de quem “não sou digno de desatar as correias das sandálias”.
Bênção
– Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
-Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
– Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém