Liturgia diária, Se alguém me ama, guardará a minha palavra - Jo 14,21-26

5ª Semana da Páscoa – Ano Litúrgico A

15 de maio de 2017

ORAÇÃO DO DIA

Pai, desperta em mim o desejo e a disposição de amar Jesus e de pôr em prática as palavras dele. Assim, estarei seguro de ser amado por ti e de viver em comunhão contigo.

PRIMEIRA LEITURA:  At 14,5-18

Leitura dos Atos dos Apóstolos – Naqueles dias, em Icônio, 5pagãos e judeus, tendo à frente seus chefes, estavam dispostos a ultrajar e apedrejar Paulo e Barnabé. 6Ao saberem disso, Paulo e Barnabé fugiram e foram para Listra e Derbe, cidades de Licaônia, e seus arredores.
7Aí começaram a anunciar o Evangelho. 8Em Listra, havia um homem paralítico das pernas, que era coxo de nascença e nunca fora capaz de andar. 9Ele escutava o discurso de Paulo. E este, fixando nele o olhar e notando que tinha fé para ser curado, 10disse em alta voz: “Levanta-te direito sobre os teus pés”. O homem deu um salto e começou a caminhar.
11Vendo o que Paulo acabara de fazer, a multidão exclamou em dialeto licaônico: “Os deuses desceram entre nós em forma de gente!” 12Chamavam a Barnabé Júpiter e a Paulo Mercúrio, porque era Paulo quem falava. 13Os sacerdotes de Júpiter, cujo templo ficava defronte à cidade, levaram à porta touros ornados de grinaldas e queriam, com a multidão, oferecer sacrifícios.
14Ao saberem disso, os apóstolos Barnabé e Paulo rasgaram as vestes e foram para o meio da multidão, gritando: 15“Homens, que estais fazendo? Nós também somos homens mortais como vós, e vos estamos anunciando que precisais deixar esses ídolos inúteis para vos converterdes ao Deus vivo, que fez o céu, a terra, o mar e tudo o que neles existe. 16Nas gerações passadas, Deus permitiu que todas as nações seguissem o próprio caminho. 17No entanto, ele não deixou de dar testemunho de si mesmo através de seus benefícios, mandando do céu chuvas e colheitas, dando alimento e alegrando vossos corações”. 18E assim falando, com muito custo, conseguiram que a multidão desistisse de lhes oferecer um sacrifício.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 113b

          — Não a nós, ó Senhor, não a nós, ao vosso nome, porém, seja a glória.
— Não a nós, ó Senhor, não a nós, ao vosso nome, porém, seja a glória.

— Não a nós, ó Senhor, não a nós, ao vosso nome, porém, seja a glória, porque sois todo amor e verdade! Por que hão de dizer os pagãos: “Onde está o seu Deus, onde está?”

— É nos céus que está o nosso Deus, ele faz tudo aquilo que quer. São os deuses pagãos ouro e prata, todos eles são obras humanas.

— Abençoados sejais do Senhor, do Senhor que criou céu e terra! Os céus são os céus do Senhor mas a terra ele deu para os homens.

EVANGELHO:  Jo 14,21-26

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

         Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 21“Quem acolheu os meus mandamentos e os observa, esse me ama. Ora, quem me ama será amado por meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele”. 22Judas – não o Iscariotes – disse-lhe: “Senhor, como se explica que te manifestarás a nós e não ao mundo?” 23Jesus respondeu-lhe: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e o meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele a nossa morada. 24Quem não me ama não guarda a minha palavra. E a palavra que escutais não é minha, mas do Pai que me enviou. 25Isso é o que vos disse enquanto estava convosco. 26Mas o Defensor, o Espírito Santo que o Pai enviará em meu nome, ele vos ensinará tudo e vos recordará tudo o que eu vos tenho dito.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

No Cenáculo de Jerusalém, a primeira comunidade reunida continua ouvindo a grande aula de Jesus. Os ouvintes andaram pelo mundo afora, viram a realidade da vida e agora escutam as verdades fundamentais que sustentarão a obra iniciada e refletem sobre elas. Mostra amor por Jesus quem observa seus mandamentos, assim como o povo de Israel mostrava-se fiel à Aliança com Deus observando os mandamentos. Os mandamentos de Jesus se resumem no amor fraterno. Neste diálogo, é constante a presença do amor, que não é um ato de afeto e boa vontade, e sim o que une o Pai e o Filho. Em nome de Jesus, o Pai enviará o Defensor, o Espírito Santo, que é o Amor na Trindade. Dele dirão mais tarde os cristãos que é a Terceira Pessoa da Santíssima Trindade. Nem tudo é claro, mas tudo é bem afirmado. O Espírito ilumina a inteligência dos cristãos – ele ensina tudo e recorda tudo – e pouco a pouco a fé vai se esclarecendo com os dados da inteligência que lhe dá razão. Procuramos guardar a Palavra de Jesus sabendo que, quem o ama e guarda a sua palavra, se torna templo vivo do Deus vivo.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Iniciemos a nossa oração invocando a Santíssima Trindade e peçamos a graça de compreender a Palavra do Senhor. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Leitura (Verdade)
O Senhor nos diz: “Quem acolhe e observa os mandamentos, esse me ama. Ora, quem me ama será amado por meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele”. Faça a leitura do Evangelho com calma e atenção, quantas vezes julgar necessário. O que diz o texto? Recorde outros textos que possam ajudá-lo(a) na compreensão deste.

Meditação (Caminho)
Tendo identificado o tema central do texto, responda: o que ele diz a você? O que mais o(a) tocou? Que palavra você percebe que o Senhor direciona ao seu coração? Neste momento de meditação, Deus fala diretamente com você, por meio da sua Palavra.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? A oração é o momento de falar com Deus em “primeira pessoa, no singular ou no plural”. Lembre-se de que este é o momento de dialogar com Deus, de modo direto. Por exemplo: em vez de “Senhor, eu gostaria de pedir”, diga “Senhor, eu te peço”, porque o Senhor o(a) ama, está com você e abre-se ao diálogo.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Que palavra você deseja concretizar em sua vida hoje?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.