Liturgia diária, Viu a cidade, começou a chorar - Lc 19,41-44

33ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

23 de novembro de 2017

ORAÇÃO DO DIA

Senhor Jesus, tira a dureza do meu coração. Ela me impede de acolher tua palavra e de deixar-me converter.

PRIMEIRA LEITURA: 1Mc 2,15-29

Leitura do Primeiro Livro dos Macabeus – Naqueles dias, 15os delegados do rei Antíoco, encarregados de obrigar os judeus à apostasia, chegaram à cidade de Modin para organizar os sacrifícios. 16Muitos israelitas aproximaram-se deles, mas Matatias e seus filhos ficaram juntos, à parte.
17Tomando a palavra, os delegados do rei dirigiram-se a Matatias, dizendo: “Tu és um chefe de fama e prestígio na cidade, apoiado por filhos e irmãos. 18Sê o primeiro a aproximar-te e executa a ordem do rei, como fizeram todas as nações, os homens de Judá e os que ficaram em Jerusalém. Tu e teus filhos sereis contados entre os amigos do rei. E sereis honrados, tu e teus filhos, com prata e ouro e numerosos presentes”.
19Com voz forte, Matatias respondeu: “Ainda que todas as nações, incorporadas no império do rei, passem a obedecer-lhe, abandonando a religião de seus antepassados e submetendo-se aos decretos reais, 20eu, meus filhos e meus irmãos, continuaremos seguindo a aliança de nossos pais. 21Deus nos guarde de abandonar sua Lei e seus mandamentos. 22Não atenderemos às ordens do rei e não nos desviaremos de nossa religião nem para a direita nem para a esquerda”.
23Mal ele concluiu estas palavras, um judeu adiantou-se à vista de todos para oferecer um sacrifício no altar de Modin segundo a determinação do rei. 24Ao ver isso, Matatias inflamou-se de zelo e ficou profundamente indignado. Tomado de justa cólera, precipitou-se sobre o homem e matou-o sobre o altar. 25Matou também o delegado do rei, que queria obrigar a sacrificar e destruiu o altar. 26Ardia em zelo pela Lei, como Finéias havia feito com Zambri, filho de Salu. 27E Matatias saiu gritando em alta voz pela cidade: “Quem tiver amor pela Lei e quiser conservar a aliança venha e siga-me!” 28Então fugiram, ele e seus filhos, para as montanhas, abandonando tudo o que possuíam na cidade. 29Também muitos, seguidores da justiça e do direito, desceram para o deserto e ali se estabeleceram.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 49

          — A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.
— A todos que procedem retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

— Falou o Senhor Deus, chamou a terra, do sol nascente ao sol poente a convocou. De Sião, beleza plena, Deus refulge.

— “Reuni à minha frente os meus eleitos, que selaram a Aliança em sacrifícios!” Testemunha o próprio céu seu julgamento, porque Deus mesmo é juiz e vai julgar.

— Imola a Deus um sacrifício de louvor e cumpre os votos que fizeste ao Altíssimo. Invoca-me no dia da angústia, e então te livrarei e hás de louvar-me”.

EVANGELHO: Lc 19,41-44

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

         Naquele tempo, 41quando Jesus se aproximou de Jerusalém e viu a cidade, começou a chorar. E disse: 42“Se tu também compreendesses hoje o que te pode trazer a paz! Agora, porém, isso está escondido aos teus olhos! 43Dias virão em que os inimigos farão trincheiras contra ti e te cercarão de todos os lados. 44Eles esmagarão a ti e a teus filhos. E não deixarão em ti pedra sobre pedra. Porque tu não reconheceste o tempo em que foste visitada”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Jesus caminha à frente de seus discípulos subindo para Jerusalém. O evangelista São Lucas desenvolve esta subida em seis etapas, ao fim das quais Jesus entra em Jerusalém, passando por Betfagé e Betânia, no monte das Oliveiras, de onde podia descortinar toda a cidade e ver o Templo com destaque. Nessa ocasião Jesus chorou. Chorou sobre Jerusalém, chorou por causa da Cidade Santa que não conseguiu realizar sua vocação de cidade da paz. Historicamente, a Jerusalém do tempo de Jesus foi destruída pelos romanos, comandados pelo General Tito, no ano setenta da nossa era. A causa do ataque tinha sido as contínuas rebeliões dos judeus que não aceitavam a dominação romana. Neste Evangelho a causa da destruição de Jerusalém foi não ter ela reconhecido o tempo em que foi visitada. Jerusalém não se deu conta da presença de Jesus. Ficou escondida a seus olhos a mensagem da paz. Jesus chorou sobre a cidade, qualificando-a com suas lágrimas. No entanto, desde que o véu do Templo se rasgou de alto a baixo já não há espaços sagrados exclusivos de Deus. O mundo todo se tornou Cidade Santa, à espera da manifestação da Jerusalém do alto, nossa mãe. O vocabulário grego desta passagem de Lucas evoca a destruição do ano 587 antes de Cristo, feita pelas tropas de Nabucodonosor, rei da Babilônia, mais do que a destruição comandada por Tito.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Hoje celebramos o Dia de Ação de Graças, ou seja, é dia de agradecermos a Deus a vida e seu amor de Pai. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! “Vinde, Espírito Santo, necessitamos muito de vossa ajuda para conhecer o caminho que devemos seguir. Temos necessidade de vós, para que o nosso coração, inundado pela vossa consolação, se abra e que, muito além das palavras e dos conceitos, possamos perceber a vossa presença. Iluminai a nossa mente, movei o nosso coração, para que esta meditação produza em nós frutos de vida. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? “Se tu também compreendesses hoje o que te pode trazer a paz!” Faça a leitura do Evangelho de hoje e destaque os pontos que mais chamaram sua atenção. A quem Jesus se dirige? Qual desejo de Deus o evangelista nos transmite por meio da narrativa? Qual é o apelo principal que o texto nos faz?

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? O Evangelho nos mostra Jesus contemplando Jerusalém. O Senhor lamenta que o povo o tenha deixado passar sem reconhecê-lo como seu Salvador, enviado pelo Pai. Neste momento de meditação, você é convidado(a) a reconhecer a voz do Senhor que fala com você por meio de sua Palavra. Escute-o.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Faça a sua oração e agradeça a Deus tudo o que a Palavra lhe permitiu compreender e experimentar do mistério de Cristo. Reze pedindo a graça da conversão e que seus olhos estejam sempre abertos para perceber as maravilhas que Deus realiza em sua vida.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Com a Palavra de Deus na mente e no coração, qual atitude você se propõe a viver hoje?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Leitura orante: Equipe de Redação Paulinas Internet.