Liturgia diaria

ORAÇÃO DO DIA

Pai, dá-me a graça de compreender sempre mais que a grandeza de Maria consistiu em ser fiel à tua Palavra acolhida e posta em prática com generosidade sem limites.

Invoquemos a presença do Espírito Santo para ler e refletir a liturgia diária:

Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai o vosso Espírito e tudo será criado e renovareis a face da terra.

Oremos

Deus que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas segundo o mesmo Espírito e gozemos sempre da sua consolação. Por Cristo, Senhor nosso.

Amém.

PRIMEIRA LEITURA: Jl 4,12-21

Leitura da Profecia de Joel – Assim fala o Senhor: 12“Levantem-se e ponham-se em marcha os povos, rumo ao Vale de Josafá; ali me sentarei como juiz para julgar todas as nações em redor.
13Tomai a foice, pois a colheita está madura; vinde calcar, que o lagar está cheio: as tinas transbordam, porque grande é a sua malícia. 14Povos e mais povos no Vale da Decisão: o dia do Senhor está próximo no Vale da Decisão.
15Escureceram o sol e a lua e as estrelas perderam o brilho. 16Desde Sião rugirá o Senhor, fará ouvir sua voz desde Jerusalém; tremerão céus e terra, mas o Senhor será refúgio para o seu povo, será a fortaleza dos filhos de Israel.
17Sabereis, então, que eu sou o Senhor, vosso Deus, que habito em Sião, meu santo monte; Jerusalém será lugar sagrado, por onde não mais passarão estranhos.
18Acontecerá naquele dia que os montes farão correr vinho, e as colinas manarão leite; aos regatos de Judá não há de faltar água, e da casa do Senhor brotará uma fonte, que irá alimentar a corrente de Setim.
19O Egito será devastado, e a Idumeia, devastada e deserta, por causa de suas atrocidades contra os filhos de Judá, derramando sangue inocente em suas terras.
20Judá será habitada para sempre, e Jerusalém, por todos os séculos. 21Vingarei meu sangue, não o deixarei sem castigo. O Senhor está habitando em Sião. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 96

— Ó Justos, alegrai-vos no Senhor.
— Ó Justos, alegrai-vos no Senhor.

— Deus é Rei! Exulte a terra de alegria, e as ilhas numerosas rejubilem! Treva e nuvem o rodeiam no seu trono, que se apoia na justiça e no direito.

— As montanhas se derretem como cera ante a face do Senhor de toda a terra; e assim proclama o céu sua justiça, todos os povos podem ver a sua glória.

— Uma luz já se levanta para os justos, e a alegria, para os retos corações. Homens justos, alegrai-vos no Senhor, celebrai e bendizei seu santo nome!

EVANGELHO: Lc 11,27-28

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

         Naquele tempo, 27enquanto Jesus falava, uma mulher levantou a voz no meio da multidão e lhe disse: “Feliz o ventre que te trouxe e os seios que te amamentaram”. 28Jesus respondeu: “Muito mais felizes são aqueles que ouvem a Palavra de Deus e a põem em prática”.

– Palavra da Salvação.
– Glória a vós, Senhor.

Comentário do Evangelho

Permanecer unido ao seu Senhor
A exclamação reverencial da mulher anônima é resultado da resposta de Jesus à acusação de alguns de que ele expulsava os demônios por Beelzebu. Alguns dos que o acusavam pediam uma prova através de um sinal vindo do céu. Ora, todo sinal precisa ser compreendido e discernido. Mas Jesus conhecia a mentalidade deles e suas verdadeiras intenções. Através de uma parábola tipicamente judaica, Jesus exorta, em primeiro lugar, os seus discípulos a não se iludirem cedendo às falsas seguranças, pois o mal está sempre à espreita. Por isso, a necessidade de o discípulo permanecer unido ao seu Senhor. A exclamação da mulher talvez represente a admiração das multidões. Jesus não recusa a bem-aventurança pronunciada pela mulher, mas acrescenta que a verdadeira bem-aventurança é o discípulo que ouve a Palavra de Deus e a pratica (cf. 6,46-49; 8,19-21). A mãe de Jesus entra nessa bem-aventurança, pois ela é a mulher que escutou a Palavra de Deus e a praticou (Lc 1,38.45; 2,19.51). Nisso ela se tornou ícone da Igreja e modelo de discípulo.
Pe. Carlos Alberto Contieri, sj

LEITURA ORANTE

Preparo-me para a Leitura Orante, rezando:
Agradeço-te, meu Deus,
porque me chamaste,
tirando-me das minhas ocupações do dia-a-dia,
muitas vezes difíceis e pesadas,
para aqui me encontrar contigo.
Dispõe o meu coração na paz e na humildade
para poder ser por ti encontrado/a e ouvir a tua Palavra.

1. Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente o texto: Lc 11,27-28

A felicidade e a glória da mulher israelita, segundo a tradição, fundamentam-se no filho. Jesus, no entanto, valoriza de outro modo a glória do homem e da mulher. Esta está no conhecimento e na vivência da Palavra. Felizes os que “ouvem” a Palavra. Ouvir aqui ultrapassa a simples audição. Significa recebê-la, aceitá-la e praticá-la.

2. Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje?
Também para mim não basta ouvir apenas com os ouvidos. Preciso ouvir a Palavra com o coração e torná-la vida para mim e para as pressoas com quem convivo.
Os bispos, em Aparecida, falaram das características do discípulo de Jesus Cristo:
“Como características do discípulo, indicadas pela iniciação cristã, destacamos: que ele tenha como centro a pessoa de Jesus Cristo, nosso Salvador e plenitude de nossa humanidade, fonte de toda maturidade humana e cristã; que tenha o espírito de oração, seja amante da Palavra.” (DA, 292).

3.Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo, espontaneamente, com salmos ou outras orações e concluo:
Espírito Santo,
necessitamos de ti
para conhecer a estrada sobre a qual caminhar.
Necessitamos de ti
para que o nosso coração seja aberto,
inundado pela tua consolação.
E então, para além das palavras e conceitos que ouvimos,
poderemos perceber a tua presença,
ó Espírito Santo,
que vives na Igreja,
que vives dentro de nós,
que continuamente modelas em nós
a figura e a forma de Jesus.

4.Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Como vou vivê-lo na missão?
Meu novo olhar é para “ver Jesus”, ouvindo a Palavra e levar outras pessoas a fazerem o mesmo.

Bênção
A bênção do Deus de Sara, Abraão e Agar,
a bênção do Filho, nascido de Maria,
a bênção do Espírito Santo de amor,
que cuida com carinho,
qual mãe cuida da gente,
esteja sobre todos nós. Amém!