Oração diária, Livro da origem de Jesus Cristo - Mt 1,1-17

3ª Semana do Advento – Ano Litúrgico A

17 de dezembro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, que a presença de teu Filho Jesus, na História, leve à plenitude a obra de tua criação, fazendo desabrochar, em cada coração humano, o amor para o qual foi criado

PRIMEIRA LEITURA: Gn 49,2.8-10

Leitura do Livro do Gênesis – Naqueles dias, 2Jacó chamou seus filhos e disse: “Juntai-vos e ouvi, filhos de Jacó, ouvi Israel, vosso pai! 8Judá, teus irmãos te louvarão; pesará tua mão sobre a nuca de teus inimigos, prostrar-se-ão diante de ti os filhos de teu pai. 9Judá, filhote de leão: subiste, meu filho, da pilhagem; ele se agacha e se deita como um leão, e como uma leoa; quem o despertará?
10O cetro não será tirado de Judá, nem o bastão de comando dentre seus pés, até que venha Aquele a quem pertencem, e a quem obedecerão os povos”.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 71(72)

— Nos seus dias a justiça florirá e paz em abundância para sempre.
— Nos seus dias a justiça florirá e paz em abundância, para sempre.

— Dai ao Rei vossos poderes, Senhor Deus, vossa justiça ao descendente da realeza! Com justiça ele governe o vosso povo, com equidade ele julgue os vossos pobres.

— Das montanhas venha a paz a todo o povo, e desça das colinas a justiça! Este Rei defenderá os que são pobres, os filhos dos humildes salvará.

— Nos seus dias a justiça florirá e grande paz, até que a lua perca o brilho! De mar a mar estenderá o seu domínio, e desde o rio até os confins de toda a terra!

— Seja bendito o seu nome para sempre! E que dure como o sol sua memória! Todos os povos serão nele abençoados, todas as gentes cantarão o seu louvor!

EVANGELHO: Mt 1,1-17

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

1Livro da origem de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão. 2Abraão gerou Isaac; Isaac gerou Jacó; Jacó gerou Judá e seus irmãos. 3Judá gerou Farés e Zara, cuja mãe era Tamar. Farés gerou Esrom; Esrom gerou Aram; 4Aram gerou Aminadab; Aminadab gerou Naasson; Naasson gerou Salmon; 5Salmon gerou Booz, cuja mãe era Raab. Booz gerou Obed, cuja mãe era Rute. Obed gerou Jessé. 6Jessé gerou o rei Davi.
Davi gerou Salomão, daquela que tinha sido mulher de Urias. 7Salomão gerou Roboão; Roboão gerou Abias; Abias gerou Asa; 8Asa gerou Josafá; Josafá gerou Jorão. Jorão gerou Ozias; 9Ozias gerou Jotão; Jotão gerou Acaz; Acaz gerou Ezequias; 10Ezequias gerou Manassés; Manassés gerou Amon; Amon gerou Josias. 11Josias gerou Jeconias e seus irmãos, no tempo do exílio na Babilônia.
12Depois do exílio na Babilônia, Jeconias gerou Salatiel; Salatiel gerou Zorobabel; 13Zorobabel gerou Abiud; Abiud gerou Eliaquim; Eliaquim gerou Azor; 14Azor gerou Sadoc; Sadoc gerou Aquim; Aquim gerou Eliud; 15Eliud gerou Eleazar; Eleazar gerou Matã; Matã gerou Jacó. 16Jacó gerou José, o esposo de Maria, da qual nasceu Jesus, que é chamado o Cristo. 17Assim, as gerações desde Abraão até Davi são catorze; de Davi até o exílio na Babilônia catorze; e do exílio na Babilônia até Cristo, catorze.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

A partir de hoje a liturgia nos prepara mais diretamente para a celebração do Natal do Senhor. No Ofício Divino canta-se cada dia uma das antífonas do Ó. São pequenos versos, começando com a interjeição Ó, que proclamam os títulos de Jesus Cristo. Hoje Jesus é a Sabedoria. “Ó Sabedoria, que saístes da boca do Altíssimo, e atingis os confins de todo o universo e com força e suavidade governais o mundo inteiro: vinde ensinar-nos o caminho da prudência.” O desejado dos povos vem e encherá de glória o templo do Senhor.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Fecho meus olhos e abro bem minha visão interior tentando compreender porque os Evangelhos trazem a genealogia de Jesus. Procuro ficar bem perto de Jesus, de Maria e José e captar seus sentimentos. Preparo-me para a Leitura Orante, rezando:
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. “Espírito de verdade, a ti consagro minha mente e meus pensamentos: ilumina-me. Que eu conheça Jesus Mestre e compreenda o seu Evangelho. Divino Espírito Santo, amor eterno do pai e do Filho, eu te adoro, louvo e amo. Vem a mim Espírito Santo.”

Leitura (Verdade)
O objetivo da descrição de Mateus é apresentar Jesus inserido dentro da história humana que, com sua vinda, enviado pelo Pai, se torna história de salvação. Entre tantos nomes, encontramos também pessoas cuja vida não era recomendável, gente não muito justa no trato com os demais. É no meio desta gente que Jesus nasce e vive, como um grande dom do Pai para a salvação de todos.
“Mateus escreveu seu Evangelho provando que Jesus era o Messias, o esperado. Nele se cumprem as promessas feitas a Abraão de ser bênção para todos os povos e ter descendência mais numerosa que as areias do mar e as estrelas do céu. O caráter histórico do Messias é destacado ao relacionar em sua ascendência pessoas de todo tipo e condição social: patriarcas, reis, mas também pastores e escravos. Na linha genealógica, em geral, só se citavam os varões. Mateus assinala algumas mulheres pouco recomendadas entre os antepassados de Jesus, especialmente a “prostituta” Tamar e a mulher que fora de Urias e que gerou o rei Salomão. Jesus é o Cordeiro de Deus que carrega os pecados do mundo.” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).
Sem esse texto como ficaria a identidade de Jesus de Nazaré?

Meditação (Caminho)
O que o relato da genealogia de Jesus diz para você?
Cabe recordar aqui, as palavras do Papa Bento XVI na abertura da V Conferência dos bispos da América Latina e do Caribe: “Comuniquem por toda parte, transbordando de gratidão e alegria, o dom do encontro com Jesus Cristo. Não temos outro tesouro a não ser este. Não temos outra felicidade nem outra prioridade senão a de sermos instrumentos do Espírito de Deus na Igreja, para que Jesus Cristo seja encontrado, seguido, amado, adorado, anunciado e comunicado a todos, não obstante todas as dificuldades e resistências. Este é o melhor serviço – seu serviço! – que a Igreja tem que oferecer às pessoas e nações”. (DAp 14).

Oração (Vida)
Obrigado pelos meus antepassados, Senhor. Sei que foram instrumentos de Deus para me transmitirem a vida biológica e a força da fé que ilumina meu caminhar. Reconheço que tudo em mim é obra de um amor eterno. Perdão pelas atitudes que não refletiram minha imagem e semelhança divinas. Canto ou rezo:
ORAÇÃO PELA FAMÍLIA.
Que nenhuma família comece em qualquer de repente.
Que nenhuma família termine por falta de amor
Que o casal seja um para o outro de corpo e de mente
E que nada no mundo separe um casal sonhador!
Que nenhuma família se abrigue debaixo da ponte
Que ninguém interfira no lar e na vida dos dois
Que ninguém os obrigue a viver sem nenhum horizonte
Que eles vivam do ontem, do hoje em função de um depois
Que a família comece e termine sabendo onde vai
E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai
Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor
E que os filhos conheçam a força que brota do amor!
Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!
Abençoa, Senhor, a minha também
Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!
Abençoa, Senhor, a minha também.
Que marido e mulher tenham força de amar sem medida
Que ninguém vá dormir sem pedir ou sem dar seu perdão
Que as crianças aprendam no colo, o sentido da vida
Que a família celebre a partilha do abraço e do pão!
Que marido e mulher não se traiam, nem traiam seus filhos
Que o ciúme não mate a certeza do amor entre os dois
Que no seu firmamento a estrela que tem maior brilho
Seja a firme esperança de um céu aqui mesmo e depois
Que a família comece e termine sabendo onde vai
E que o homem carregue nos ombros a graça de um pai
Que a mulher seja um céu de ternura, aconchego e calor
E que os filhos conheçam a força que brota do amor!
Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!
Abençoa, Senhor, a minha também
Abençoa, Senhor, as famílias! Amém!
Abençoa, Senhor, a minha também” (Pe. Zezinho CD Sol Nascente, Sol Poente-Paulinas. Comep)

Contemplação (Vida e Missão)
O Senhor veio para resgatar a nossa humanidade. Ele veio ser um de nós, assumir o que nós somos, porque Ele conhece a fragilidade da nossa natureza. Louvo e agradeço a Deus pelo Mistério da Encarnação.
Proponho-me ser grato(a) aos meus antepassados. Agradeço todos os que me geraram na fé cristã. (familiares , padrinhos, catequistas)

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém. – Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém. – Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém. – Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.