Liturgia diária, A sabedoria foi reconhecida em virtude de suas obras - Mt 11,16-19

2ª do Advento – Ano Litúrgico A

13 de dezembro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, que eu não me deixe bloquear pelas críticas, quando minha vida for um testemunho de serviço ao Reino, expressão de minha adesão a teu Filho Jesus.

PRIMEIRA LEITURA: Is 48,17-19

Leitura do Profeta Isaías

17Isto diz o Senhor, o teu libertador, o Santo de Israel: “Eu, o Senhor teu Deus, te ensino coisas úteis, te conduzo pelo caminho em que andas. 18Ah, se tivesses observado os meus mandamentos! 19Tua paz teria sido como um rio e tua justiça como as ondas do mar; tua descendência seria como a areia do mar e os filhos do teu ventre como os grãos de areia; este nome não teria desaparecido nem teria sido cancelado de minha presença”.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 1, 1-2

          — Senhor, quem vos seguir terá a luz da vida.
— Senhor, quem vos seguir terá a luz da vida.

— Feliz é todo aquele que não anda conforme os conselhos dos perversos; que não entra no caminho dos malvados, nem junto aos zombadores vai sentar-se; mas encontra seu prazer na lei de Deus e a medita, dia e noite, sem cessar.

— Eis que ele é semelhante a uma árvore, que à beira da torrente está plantada; ela sempre dá seus frutos a seu tempo, e jamais as suas folhas vão murchar. Eis que tudo o que ele faz vai prosperar.

— Mas bem outra é a sorte dos perversos. Ao contrário, são iguais à palha seca espalhada e dispensada pelo vento. Pois Deus vigia o caminho dos eleitos, mas a estrada dos malvados leva à morte.

EVANGELHO: Mt 11,16-19

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus às multidões: 16“Com quem vou comparar esta geração? São como crianças sentadas nas praças, que gritam para os colegas, dizendo: 17‘Tocamos flauta e vós não dançastes. Entoamos lamentações e vós não batestes no peito!’ 18Veio João, que nem come e nem bebe, e dizem: ‘Ele está com um demônio’. 19Veio o Filho do Homem, que come e bebe e dizem: ‘É um comilão e beberrão, amigo de cobradores de impostos e de pecadores’. Mas a sabedoria foi reconhecida com base em suas obras.”

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

O Senhor vem até nós e nos traz a sabedoria. Ele é a sabedoria do Pai e a sabedoria é um dom do Espírito. Criticavam João Batista porque não comia, criticavam Jesus porque comia. Conhecemos, nas fábulas de Esopo, a história do homem, de seu filho e do burro. Um homem ia com o filho levar um burro para vender no mercado. No caminho, foram criticados porque os três estavam a pé. O pai, então, montou o filho no burro. Mais adiante foram criticados porque o pai estava a pé e o filho jovem montado. Trocaram de posição. O pai seguiu montado e o filho a pé. Criticados de novo porque o filhinho ia a pé, decidiram montar os dois sobre o animal. Não demorou e foram criticados pela crueldade para com o burro. Última solução: pai e filho resolveram carregar o burro. Moral da história: quem quer agradar todo mundo, não agrada ninguém. A conclusão de Jesus apela para a sabedoria: “A sabedoria foi reconhecida pelas suas obras”. A verdadeira sabedoria vê as obras de Jesus e as de João Batista. A falsa sabedoria critica os dois sem saber o que fazem. Comer ou não comer não é o que importa. Importa saber por que comem e por que não comem. A razão dada mostra o fim a que cada um se propõe. Diz o livro do Eclesiastes que “mais vale o fim de uma coisa do que seu começo, mais vale a paciência do que a pretensão”.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Pela oração, com a Palavra de Deus, somos convidados a reconhecer que o Senhor Jesus se tornou para nós a Sabedoria de Deus. Peçamos que o Espírito Santo venha em nosso auxílio e nos mostre o que a Palavra deseja realizar na vida de cada um de nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! Rezemos: “Senhor Jesus Cristo, envia sobre nós, como prometeste, teu Espírito Santo. Que Ele nos conceda a vida e nos ensine a plenitude da verdade. Que nele encontremos salvação, felicidade e plenitude de amor. Amém.”

Leitura (Verdade)
Como eu entendo este Evangelho? Recordo a vida de Jesus, suas obras, seus posicionamentos e suas palavras.
“Muitos, especialmente os mais pobres e marginalizados, seguem Jesus, mas há um grupo que decidiu fechar-se à novidade. Recusam participar do jogo. E mesmo encontram motivos para fortalecer suas teimosias. Para eles, o rude profeta João Batista, com suas penitências, parecia estar associado ao demônio. Contra Jesus, os argumentos são outros: ele não recusa convite para jantares e come e bebe com os pecadores. A sabedoria, a que se refere Mateus, é o Projeto de Deus que o Messias vai atualizando por intermédio de suas obras. Este plano exige aceitação. E são os pequenos, os últimos da sociedade, que o acolhem. Para eles, a Boa-Nova faz sentido. Todos somos responsáveis por nossas escolhas.” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que diz o texto bíblico? Faça a leitura atenta do Evangelho, quantas vezes julgar necessário. Com bastante atenção, identifique as imagens que Jesus utiliza para transmitir seus ensinamentos por meio do texto bíblico. A quem Jesus está instruindo? Qual é o apelo central do Evangelho? O que o texto diz a você? Retome o Evangelho, faça mais uma leitura e destaque as expressões que mais chamaram sua atenção. Escute o que o Senhor quer lhe dizer por meio da Palavra. Deixe que esta Palavra toque profundamente seu coração e faça a sua meditação.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Faça a sua oração com a Palavra que se torna vida na sua vida. Apresente a Deus, Pai de amor e bondade, as suas intenções neste momento de oração. Reze pela sua realidade pessoal e pelas realidades de sua família, da Igreja e de todo o mundo.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em mim, a partir da Palavra? Como me aproximo de jesus? Como entendo sua humanidade? O que eu desejo colocar em prática, segundo os ensinamentos de Jesus?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas