Liturgia diária A vossa tristeza se transformará em alegria

6ª Semana da Páscoa – Ano Litúrgico C

06 de maio de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Pai, não permitas que jamais a tristeza e o pranto tomem conta do meu coração. E que a fé na Ressurreição seja, para mim, motivo de perene alegria.

PRIMEIRA LEITURA: At 18,9-18

Leitura dos Atos dos Apóstolos – Estando Paulo em Corinto, 9uma noite, o Senhor disse-lhe em visão: “Não tenhas medo; continua a falar e não te cales, 10porque eu estou contigo. Ninguém te porá a mão para fazer mal. Nesta cidade há um povo numeroso que me pertence”. 11Assim Paulo ficou um ano e meio entre eles, ensinando-lhes a Palavra de Deus.
12Na época em que Galião era procônsul na Acaia, os judeus insurgiram-se em massa contra Paulo e levaram-no diante do tribunal, 13dizendo: “Este homem induz o povo a adorar a Deus de modo contrário à Lei”.
14Paulo ia tomar a palavra, quando Galião falou aos judeus, dizendo: “Judeus, se fosse por causa de um delito ou de uma ação criminosa, seria justo que eu atendesse a vossa queixa. 15Mas, como é questão de palavras, nomes e da vossa Lei, tratai disso vós mesmos. Eu não quero ser juiz nessas coisas”. 16E Galião mandou-os sair do tribunal.
17Então todos agarraram Sós­tenes, o chefe da sinagoga, e espancaram-no diante do tribunal. E Galião nem se incomodou com isso. 18Paulo permaneceu ainda vários dias em Corinto. Despedindo-se dos irmãos, embarcou para a Síria, em companhia de Priscila e Áquila. Em Cencreia, Paulo rapou a cabeça, pois tinha feito uma promessa. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 46

— O Senhor é o grande Rei de toda a terra.
— O Senhor é o grande Rei de toda a terra.

— Povos todos do universo, batei palmas, gritai a Deus aclamações de alegria! Porque sublime é o Senhor, o Deus Altíssimo, o soberano que domina toda a terra.

— Os povos sujeitou ao nosso jugo e colocou muitas nações aos nossos pés. Foi ele que escolheu a nossa herança, a glória de Jacó, seu bem-amado.

— Por entre aclamações Deus se elevou, o Senhor subiu ao toque da trombeta. Salmodiai ao nosso Deus ao som da harpa, salmodiai ao som da harpa ao nosso Rei!

EVANGELHO: Jo 16,20-23a

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 20“Em verdade, em verdade vos digo: Vós chorareis e vos lamentareis, mas o mundo se alegrará; vós ficareis tristes, mas a vossa tristeza se transformará em alegria. 21A mulher, quando deve dar à luz, fica angustiada porque chegou a sua hora; mas, depois que a criança nasceu, ela já não se lembra dos sofrimentos, por causa da alegria de um homem ter vindo ao mundo.
22Também vós agora sentis tristeza, mas eu hei de ver-vos novamente e o vosso coração se alegrará, e ninguém vos poderá tirar a vossa alegria. 23aNaquele dia, não me perguntareis mais nada”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

O vosso coração se alegrará. Tristeza da morte e alegria do nascimento. Um ser humano veio ao mundo e trouxe uma alegria que supera as dores. A dor e a tristeza marcam a existência humana. Não escapamos dos momentos de desolação. O Senhor, porém, fala de uma alegria que não é a que sentimos num ambiente festivo, na presença de entes queridos, na conversa com amigos, na harmonia e no bem-estar interior. É mais do que isso. O nosso coração se alegrará com uma alegria que ninguém poderá tirar de nós. Por que não faremos mais perguntas? Talvez pela sensação de plenitude, de bem-estar completo, de êxtase e de contemplação. Será o Reino de Deus que não consiste em comida e bebida, mas é justiça, paz e alegria no Espírito Santo, como Paulo explica aos romanos. Da alegria passageira entraremos na felicidade permanente.
O que é afinal a alegria? É dessas realidades que não se definem, apenas se experimentam. Sentimos, sem dizer o que é. E gostamos, porque nos faz bem. Muitas vezes o que causa alegria para uns não causa para outros. A alegria a que Jesus se refere é a mesma em todos. Assim como a paz, essa alegria só pode ser ele mesmo. São Paulo recomenda permanecermos unidos a ele diante das grandes questões da vida e da morte, porque ele é a resposta.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Para melhor fazermos este momento de oração, olhemos para tudo que já vivemos nesta semana e peçamos a graça de viver da melhor forma possível este dia.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
“Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, segundo o mesmo Espírito, e gozemos sempre da sua consolação, por Cristo Senhor nosso. Amém!”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Faça a leitura do Evangelho e seja perseverante. Essa leitura exige certa disciplina, pois é por meio dela que você vai descobrir a verdade do texto.
Jesus continua o seu discurso de despedida, pois voltará para o Pai, e fala que os seus discípulos lamentarão, chorarão, ficarão tristes, mas a tristeza terá seu fim e se transformará em alegria: “Mas eu vos verei novamente, e o vosso coração se alegrará, e ninguém poderá tirar a vossa alegria” (Jo 16,22).

Meditação (Caminho)
O caminho da meditação nos permite perceber o que a Palavra de Deus diz diretamente a nós, depois que identificamos o tema central do texto.
Na meditação da Palavra de Deus, você se dispõe a ouvir o que o Senhor tem a lhe dizer. Se sentir necessidade, leia o texto novamente, agora com mais consciência e atenção, para não correr o risco de não escutar o que o Senhor diz. Pergunte-se o que essa Palavra tem a lhe dizer.

Oração (Vida)
Este é o momento de dizer a Deus tudo que está em sua mente e seu coração. Olhe para si mesmo, para a sua realidade e para a realidade que o(a) cerca. Apresente a Deus tudo aquilo que o(a) alegra ou que o(a) angustia, lembrando também nesta oração aquilo que a Palavra o(a) suscitou a dizer ao Senhor.

Contemplação (Vida e Missão)
O que você está experimentando neste momento? Contemple aquilo que o Evangelho deixou em seu coração. Qual novo olhar nasceu em você? Identifique essa vida nova que a Palavra lhe permite experimentar agora. Mesmo que possua poucos minutos de contemplação, permita-se viver este momento, para que no decorrer do dia possa recordá-lo.

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

[apss_share]