Liturgia diária, Vinde a mim, todos vós que estais cansados - Mt 11,28-30

15ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

18 de julho de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, dá-me disposição para pôr em prática as exigências do Reino, assumidas como expressão de minha fé sincera em teu Filho Jesus. Que elas sejam para mim um jugo suave!

PRIMEIRA LEITURA: Ex 3,13-20

Leitura do Livro do Êxodo – Naqueles dias, ouvindo a voz do Senhor no meio da sarça, 13Moisés disse a Deus: “Sim, eu irei aos filhos de Israel e lhes direi: ‘O Deus de vossos pais enviou-me a vós’. Mas, se eles perguntarem: ‘Qual é o seu nome?’, o que lhes devo responder?”
14Deus disse a Moisés: “Eu sou aquele que sou”. E acrescentou: “Assim responderás aos filhos de Israel: ‘Eu sou enviou-me a vós’”.
15E Deus disse ainda a Moisés: “Assim dirás aos filhos de Israel: ‘O Senhor, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó, enviou-me a vós’. Este é o meu nome para sempre, e assim serei lembrado de geração em geração. 16Vai, reúne os anciãos de Israel e dize-lhes: ‘O Senhor, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó, apareceu-me, dizendo: Eu vos visitei e vi tudo o que vos sucede no Egito. 17E decidi tirar-vos da opressão do Egito e conduzir-vos à terra dos cananeus, dos hititas, dos amorreus, dos ferezeus, dos heveus e dos jebuseus, a uma terra onde corre leite e mel.
18Eles te escutarão e tu, com os anciãos de Israel, irás ao rei do Egito e lhe direis: O Senhor, o Deus dos hebreus, veio ao nosso encontro. E, agora, temos de ir, a três dias de marcha no deserto, para oferecermos sacrifícios ao Senhor nosso Deus’.
19Eu sei, no entanto, que o rei do Egito não vos deixará partir, se não for obrigado por mão forte. 20Por isso, estenderei minha mão e castigarei o Egito com toda a sorte de prodígios que vou realizar no meio deles. Depois disso, o rei do Egito vos deixará partir”.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 104(105)

        — O Senhor se lembra sempre da Aliança.
— O Senhor se lembra sempre da Aliança.

— Dai graças ao Senhor, gritai seu nome, anunciai entre as nações seus grandes feitos! Lem­brai as maravilhas que ele fez, seus prodígios e as palavras de seus lábios!

— Ele sempre se recorda da Aliança, promulgada a incontáveis gerações; da Aliança que ele fez com Abraão, e do seu santo juramento a Isaac.

— Deus deu um grande crescimento a seu povo e o fez mais forte que os próprios opressores. Ele mudou seus corações para odiá-lo, e trataram com má-fé seus servidores.

— Então mandou Moisés, seu mensageiro, e igualmente Aarão, seu escolhido; por meio deles realizou muitos prodígios e, na terra do Egito, maravilhas.

EVANGELHO: Mt 11,28-30

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, tomou Jesus a palavra e disse: 28 “Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso.
29Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso. 30Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

Comentário do Evangelho

Um convite é feito aos cansados e sobrecarregados. Que venham até Jesus. Nele encontrarão repouso. Este é o ponto de partida e o ponto de chegada da Nova Aliança: aceitar Jesus Cristo e unir-se a ele plenamente. É o que está na intenção do discípulo que pretende ser “cristão” e o que espera alcançar. São Paulo diz aos filipenses que ainda não o alcançou, mas vai prosseguindo para ver se o alcança, porque já foi alcançado por Cristo Jesus. Jesus me pegou, agora toca a mim pegá-lo também. Por que o jugo de Jesus é suave e seu fardo, leve? Porque ele é manso e humilde de coração. Nossa vida é exteriormente agitada e nossa mente, mais ainda. Já se disse que nossa mente é como um macaco que pula de um lado para outro e que necessita aquietar-se. “Eu vos darei descanso”, diz Jesus. O equilíbrio vem quando cessa a agitação. O coração manso e humilde tem a mente descansada e é capaz de mostrar que está cheio de amor. Qualquer jugo se torna então suave e qualquer fardo, leve, porque, como dizia Santo Agostinho, “onde se ama, não há trabalho, e se houver trabalho, o trabalho é amado”. O mesmo Agostinho também dizia: “Irrequieto está o nosso coração enquanto não descansar em Deus”. A mansidão é uma virtude, e nesse sentido é uma força, com a qual impedimos e seguramos a cólera e somos capazes de tratar os outros com gentileza. Não é simplesmente educação nem tampouco fraqueza. É força e virtude. Humilde é aquele que tem um olhar honesto e objetivo sobre si mesmo.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
O Evangelho de hoje nos coloca muito próximos do coração misericordioso de Jesus. Ele chama para si todos os que estão cansados e abatidos, pois deseja que vivamos no seu amor e na alegria.
Oremos: “Pai, dá-me um coração manso e humilde, a exemplo de teu Filho Jesus, cujo testemunho de vida deve inspirar toda a minha ação. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Leia e releia o Evangelho, contemplando cada palavra e acolhendo a comunicação que o Senhor faz para a sua vida.
“Jesus é não somente o sábio, mas a sabedoria de Deus que atrai todos a si para instruí-los na Lei de Deus. O ‘jugo’ (ou fardo) é uma peça de madeira posta sobre o pescoço dos animais para equilibrar o peso que se impunha sobre eles. Entre outros significados, na Sagrada Escritura, o jugo se refere à Lei (Jr 2,20; 5,5). Jesus critica os escribas e fariseus porque eles amarram pesados fardos nos ombros dos homens (Mt 23,4). Com isso, Jesus os critica pelo modo como interpretam e impõem aos outros praticarem a Lei. Na consideração de Jesus, essa abordagem da Lei abate e oprime, pois tira a alegria de viver. Ora, a Lei de Deus é dom para preservar o dom da vida e o dom da liberdade. Daí que ela mesma não pode se tornar uma escravidão que submete as pessoas ao rigorismo estéril, incapaz de gerar vida. A Lei de Deus é um caminho para a vida e a liberdade (cf. Dt 30,16). A lei de Deus é a Lei do amor (cf. Jo 15,12). O amor faz viver, enche de alegria. Pelo amor tudo tem sentido e adquire o seu devido valor. O amor é a expressão máxima da vida cristã. O que alivia o peso do fardo que cansa e abate é o amor de Deus, que, na plenitude dos tempos, se manifestou e se fez sentir na pessoa de Jesus Cristo” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
“O convite de Jesus é para que descansemos em seu coração. Nele, Deus nos pede para dividir nossos fardos, angústias, feridas, cansaços, fadigas, e, assim, aliviar nosso coração, nosso ser. Como é bom saber que Deus se preocupa com o nosso dia a dia, com nossas lutas, com nossos cansaços! Conforta-nos saber que nosso Deus não é nem distante nem indiferente aos nossos dramas. Ao povo sofrido Jesus oferecia um jugo leve e suave, porque ele é manso e humilde de coração. Hoje, como está o meu coração? Por quais dificuldades tenho passado nestes tempos? Quantas tribulações tenho enfrentado? Senhor, que eu descubra o caminho que leva ao seu coração, para que eu possa descansar em ti!” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
Ao Senhor entregamos a nossa vida e este novo dia. A Ele confiamos as pessoas que amamos e todas aquelas com as quais partilharemos a vida. Agradeçamos ao Senhor seus ensinamentos.
Conclua com a oração: “Jesus Mestre, agradeço as luzes que me destes nesta meditação. Perdoai-me pelos limites que me impediram de fazê-la melhor. Ofereço-vos a resolução que tomei e que espero viver, pela vossa graça. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)
De que forma a Palavra de Deus estará presente neste seu dia? O que você deseja colocar em prática, segundo os ensinamentos de Jesus?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas